Nossos vídeos

terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Tenente Bahia relata a superação de um pai que perdeu sua esposa após o parto no Livro "Sophia & Eu"




Autor faz tarde de autógrafos no próximo dia 26 em São Paulo/SP


Flávio Gonçalves é um pai que cria sozinho sua filha Sophia, uma relação que o transformou em um exemplo de paternidade e uma inspiração a muitas famílias. Contudo, o início dessa história se dá com um fato lamentável, que foi a morte de sua esposa grávida exatamente no dia do casamento, instantes antes de entrar na igreja. Após sua história se tornar pública pela mídia, centenas de milhares de pessoas passaram a acompanhar sua rotina com a pequena Sophia pelas redes sociais. Foi assim que, após perceber que sua experiência e sua voz ajudava muitas famílias, decidiu colocar todos os detalhes de sua jornada no livro “Sophia e Eu”, pela Editora Reflexão. O lançamento acontece no dia 26 de novembro, das 16h às 21h, no Espaço Zabeu, com a presença do autor.

Sua descoberta como um pai extremamente dedicado ao bem-estar de sua filha, e a compreensão do que realmente significa um amor incondicional, começa quando sua esposa grávida passa mal na porta da igreja, no dia de seu casamento. Infelizmente, ela veio a falecer em consequência desse mal súbito que foi fruto de uma eclampsia. Após a maior dor pela qual já passou, foi graças a sua filha Sophia, também uma vencedora, que conseguiu forças para poder experimentar também o maior amor que já experimentou, o de pai, e também para lutar pela vida e por sua família.

Desde esse dia, Flavio dedica todos os seus esforços a uma paternidade ativa, e em sua nova vida acabou se engajando na luta por melhores condições para todas as mães por meio de exposição que alcançou e de sua presença nas redes sociais. Além de emprestar sua voz, ele ainda desenvolve trabalhos sociais voltados à prematuridade, tratamento de doenças raras e diversas campanhas, como o “Aniversário Solidário” que, mensalmente, elege uma criança carente para ganhar uma festa de aniversário contando com o apoio de parceiros.

“O livro ‘Sophia & Eu’ não se trata apenas de compartilhar um drama vivido por uma família, mas também de mostrar uma jornada de fé que mostra como sempre é possível superar nossos obstáculos, por maiores que pareçam, e nos estimula a continuar lutando sempre pela nossa família”, conta o autor que doará parte da renda das vendas da publicação para a ONG Prematuridade.

Sobre o autor

Tenente Bahia nasceu na zona norte de São Paulo. Teve uma infância humilde e foi criado por sua mãe recém divorciada. Aos 18 anos ingressou na Polícia Militar do Estado de São Paulo. Passou por todas as graduações na corporação até se tornar oficial. Flavio ganhou notoriedad em setembro de 2019, após sua noiva Jessica, passar mal na porta da igreja e dias depois, faleceu inesperadamente. Flavio dedica sua vida a Sophia, fruto dessa união.

Instagram: https://www.instagram.com/tenente_bahia87/



Serviço:
Lançamento do Livro Sophia & Eu
Local: Espaço Zabeu - Rua Bom Pastor, 709, Ipiranga, São Paulo/SP
Horário: Das 16h às 21h
Garanta a sua edição: https://www.editorareflexao.com.br/sophia-eu.html

terça-feira, 10 de novembro de 2020

Fim das dívidas: como fechar essa difícil equação?



No momento em que o Brasil contabiliza mais de 60 milhões de endividados, autora carioca lança manual para jovens e adultos tomarem as rédeas ao lidar com suas finanças


Se você pudesse voltar no tempo, até ter 15 anos, o que teria feito de diferente na sua vida financeira? A escritora Ana Cristina Melo não hesitaria ao responder: “tudo”. Vítima de decisões equivocadas em uma carreira precoce de gestora, iniciada aos 21 anos, ela resolveu compartilhar suas experiências (ou a falta delas) no lançamento Controle seu dinheiro antes que ele te devore.

Publicado pela Editora Opala, o livro é um manual de “educação financeira para jovens que ainda não se endividaram e adultos que já começaram a ser devorados pelas dívidas”. Indicada, portanto, a todos que querem evitar o descontrole de suas finanças pessoais, a obra presta um serviço no momento que o país contabiliza mais de 60 milhões de endividados.

A autora aprofunda os dados ao destacar o número de “superendividados”, ou seja, pessoas que contraíram dívidas maiores que a renda ou o próprio patrimônio. “Para essas pessoas, a cada mês significava que, provavelmente, a conta fechava negativa, e alguma despesa deixava de ser paga”. São mais de 30 milhões imersos nessa progressão geométrica chamada juros compostos.

Analista de Sistemas por formação, Ana Cristina apresenta uma série de simulações, a partir de exemplos hipotéticos, para indicar os caminhos de modo a fechar essa simples, porém difícil equação: gastar menos do que se recebe ou, em caso pior, liquidar as dívidas quando o salário não é dos melhores. Inclusive, ela dedica orientações também para os desempregados.

O livro é dividido em três partes principais: a primeira, para quem não se endividou e precisa tomar decisões importantes, como alugar ou comprar um imóvel. A segunda parte tem foco em quem gasta mais que recebe e precisa aprender a definir prioridades, ou seja, a cortar despesas. Ana Cristina traz aqui uma série de informações sobre orçamento e planejamento financeiro.

Já a parte final, intitulada bônus, é voltada especialmente àqueles que se livraram do problema e buscam uma iniciação em investimentos. A autora oferece um panorama geral sobre aplicações, ações, taxas e previdência privada. Informações úteis que permitam ao contribuinte decidir, inclusive, o momento de se aposentar. Para não precisar trabalhar até morrer, ou morrer trabalhando.

FICHA TÉCNICA:

Título: Controle seu dinheiro antes que ele te devore
Autora: Ana Cristina Melo
Editora: Opala
Preço: R$ 29,90
Link de venda: https://bit.ly/31A6TP4

Sinopse: Livros sobre finanças temos muitos no mercado. Livros que aconselham como se livrar das dívidas também. Mas o diferencial desse texto é que ele foi escrito por alguém que já viveu na pele do “superendividado” e pode falar com propriedade sobre como tomar o controle da sua vida financeira. Com três partes, o livro se divide em orientações para quem ainda não entrou na gestão financeira; em ações práticas para ajudar quem está endividado ou superendividado; e um bate-papo para quem já domou sua vida financeira e quer saber mais sobre investimentos.

Sobre a autora: Ana Cristina Melo é carioca, mãe de 2 filhos, casada há 26 anos, analista de sistemas há 33 anos, foi professora por 20 anos, é escritora há 15 anos, tem 20 livros publicados; entre tantos números, mesmo amando a Matemática tanto quanto a Língua Portuguesa, ainda assim, sofreu goleada das linhas de total de sua planilha eletrônica de orçamento que teimavam em se exibir vermelhas e negativas. Mas ela achou o ponto de virada. Saiu do status de “superendividada” para "dona do seu nariz financeiro". E foi então que entendeu o real conceito de “independência financeira”. É essa experiência que Ana Cristina divide neste livro, com milhares de pessoas que ainda sofrem com o mesmo problema.


Redes sociais
Facebook: EditoraOpala
Instagram: @editoraopala





***

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Caminho de Santiago: do fim surgem novos começos



Em "O Destino é o Caminho", o escritor carioca Ricardo Rangel mistura informação e observação, paisagens e pessoas, ideias, lembranças, risos e reflexão em uma deliciosa viagem pelo celebrado Caminho de Santiago


Hipócrates dizia que caminhar é o melhor remédio. Para Thomas Jefferson, não existe nada melhor quando o objetivo é descansar a mente. Há quem diga o contrá­rio: andar é bom para fazer a mente funcionar. Aristóteles gostava de ensinar filosofia enquanto caminhava. Nietzsche afirmava que todas as grandes ideias são concebidas enquanto se caminha.

A visão destes grandes pensadores reflete uma premissa seguida por muitos homens ao longo da história: caminhar é preciso. E foi após a jornada por uma das principais rotas de peregrinação do mundo que o escritor carioca Ricardo Rangel presenteia o público com O Destino é o Caminho – Uma crônica do Caminho de Santiago, lançamento da Edições de Janeiro.

A partir de fragmentos da história particular do autor, o leitor passa a compreender o que leva milhares de pessoas a se deslocarem, todos os anos, para seguir um percurso de quase 800 quilômetros a pé. Para o autor Ricardo Rangel, a resposta, imprecisa antes da partida, estava na busca pela “desconexão total de tudo e de todos”.

O Caminho de Santiago de Compostela era uma hipótese distinta. Para começar, era diferente de tudo o que eu já havia feito; uma experi­ência intensa de muitas maneiras, não apenas no sentido físico. Também me atraía o fato de ser um lugar onde não há, em absoluto, decisões para tomar: você acorda de manhã e anda sem nem sequer precisar pensar para onde, pois existem setas amarelas por todo lado apontando a dire­ção a seguir. Basta colocar um pé adiante do outro e deixar (ou não) o pensamento fluir. Além disso, dizia-se que as paisagens são belíssimas. Como se isso tudo fosse pouco, sempre há muita gente fazendo o Ca­minho, de modo que cada um tem a oportunidade de decidir — minuto a minuto — se quer solidão ou socialização. (O Destino é o Caminho, p.19)

Ricardo iniciou o trajeto pelo Caminho Francês, o mais tradicional de muitos que levam a Santiago de Compostela e, por isso mesmo, um paraíso de peregrinos. Para ele - e os companheiros de viagem -, foram 42 dias de caminhada. Em alguns, chegou a percorrer 27 quilômetros; em outros dias, o cansaço e os calos nos pés exigiram uma pausa maior.

Os detalhes dessa experiência tornam de O Destino é o Caminho – Uma crônica do Caminho de Santiago leitura indispensável para quem planeja ou, até então, nunca pensou em se aventurar pelas terras do norte espanhol. O roteiro, a preparação, a indicação de livros, filmes e site sobre o caminho, o que levar ou não na mochila, um índice onomástico, a riqueza cultural em forma de imagem. Tudo cuidadosamente registrado para o bel prazer do leitor viajante.

Se a liberdade é não sentir medo, como sintetizou a icônica Nina Simone, o Caminho de Santiago de Compostela representa a ausência dos temores e, paradoxalmente, a total plenitude gerada pela constatação de que o meio é o próprio fim. Nas palavras de Ricardo Rangel, “o destino é a viagem”.



Ficha técnica
Título: O Destino é o Caminho
Autor: Ricardo Rangel
Editora: Edições de Janeiro
ISBN: 978-85-9473-039-8
Páginas: 192
Formato: 16x23 cm
Preço: R$ 68,00
Link de venda: https://bit.ly/2DuFPrZ



Sobre o autor: Ricardo Rangel é escritor, tradutor, analista político, colunista da revista Veja. Autor de Passado e Futuro da Era da Informação (Nova Fronteira) e Uma Nação Sem Noção (Autografia), já foi programador de computadores, analista de sistemas, administrador de empresa, produtor de cinema e TV, e até candidato a deputado. Ricardo tem uma filha, e, quando não está viajando, mora no Rio de Janeiro, onde nasceu há 56 anos.

***


sexta-feira, 18 de setembro de 2020

Conselhos para segurar a onda nos dias difíceis


Autor carioca Márcio Musa traz reflexões sobre a vida em forma de drops e tiradas bem-humoradas em seu novo livro MM Thoughts


Uma leitura que pode ser equiparada a uma boa conversa com amigos. Esta é a sensação que causa MM Thoughts, novo livro do autor carioca Márcio Musa, o Musinha, pela Litteris Editora. São conselhos, reflexões curtas e tiradas espirituosas sobre o dia a dia que facilmente poderiam ser debatidas em uma mesa de bar.

Os insights de Musinha, que atua como advogado, surgiram em meio ao trabalho e suas rotinas diárias e, por quase duas décadas, foram sendo redigidos em cadernos, bloco de notas no celular, e e-mails para que não fossem esquecidos.

Em 2020, com vontade de compartilhar as ideias com amigos, os pensamentos dinâmicos em forma de pílulas do saber e com pitadas de poesia viraram um livro mais atual que nunca. Leitura certeira para se esquivar de momentos de crise, como o que vivemos, e tentar relaxar – nem que seja por alguns minutos. MM Thoughts torna-se necessário.

Misturando o português com pensatas em inglês, o leitor literalmente “viaja” sobre obviedades diárias e dilemas intensos. “A vida sem sonhos é um vazio sem fim”. Reflita esta curta de Musinha e perceba como uma frase com menos de dez palavras pode trazer inúmeros significados.

Aqui e Agora

“Renda-se ao aqui e agora. O passado já se foi. O futuro ainda não chegou. Não antecipe os problemas, colocando a “carroça na frente dos bois”. Saiba deixar pra depois o que é pra depois. Tudo tem a sua hora – tempo! – e o seu momento. Não viva ansioso, querendo sempre estar em outro lugar. Passe a viver bem o presente, pois o presente é precioso. Se a notícia de um problema chato lhe chegar numa sexta-feira de tarde, melhor se preocupar muito com esse problema na segunda-feira”. (MM Thoughts, p. 37)

O próprio autor conta que escreveu os pensamentos sem pressa, saboreando cada reflexão. Vale o mesmo para a hora da leitura. Musinha sugere ainda um bom vinho como acompanhamento. Enjoy it!




Ficha técnica:
Título: MM Thoughts
Autor: Márcio Musa
Editora: Litteris
ISBN: 978-65-5573-000-5
Páginas: 88
Tamanho: 18 x 18 cm
Preço: R$ 44 e R$ 12 (E-book Kindle)
Link de venda: https://amzn.to/3lWvHJI

Sinopse:
Pouco mais de quatro anos do lançamento da sua fábula infanto-juvenil “Canários Livres”, Márcio Musa traz, em seu segundo livro, um apanhado de pensamentos, ideias, conselhos e curtas histórias registradas ao longo de quase duas décadas. Este livro, no entanto, não é para crianças. MM compartilha tiradas espirituosas e algumas inquietudes, mostrando que sobriedade e loucura precisam coexistir. A publicação ainda conta com ilustrações de João “100DENT” Martin.



Sobre o autor:

Márcio Xavier Ferreira Musa, mais conhecido como Márcio Musa, o “MM” ou simplesmente Musinha, tem 46 anos, é carioca e formado em Direito. Aos 19 anos, tomou gosto pela leitura de contos, crônicas e alguns clássicos da literatura brasileira, sendo admirador das obras de Machado de Assis. Em 2016, lançou o seu primeiro livro (de bolso), a fábula “Canários Livres”.

Redes Sociais:
Instagram: @marciomusa
Facebook: MarcioMusa
Twitter: @musa_marcio


****



quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Biografia definitiva de Janis Joplin chega ao Brasil em comemoração aos 50 anos de sua morte

[BIOGRAFIA MUSICAL] * Biografia definitiva de Janis Joplin chega ao Brasil no ano em que se completa 50 anos de sua morte *

Livro relembra a carreira meteórica da cantora símbolo de independência feminina e cuja importância para a cena musical internacional permanece viva

O peso na letra unida à rouquidão e a emoção na voz de Janis Joplin dão o tom da carreira da maior e mais influente cantora de rock da história. Mas, por trás da figura mítica da artista, há uma vida carregada de transgressões, quebras de paradigmas, frustrações amorosas e dissabores familiares. Escrita por Holly George-Warren, jornalista e uma das mais respeitadas cronistas da história da música norte-americana, “Janis Joplin: Sua Vida, Sua Música”, lançamento da Editora Seoman, chega ao Brasil para nos fazer rememorar sua trajetória, no momento em que se marca o cinquentenário de sua morte.

Para relatar a vida da cantora, a autora, que também é especialista em biografias de rock, recorreu a familiares da cantora, amigos, colegas de banda, pesquisou arquivos, diários, cartas e entrevistas há muito perdidas. Ela faz, sobretudo, um perfil minucioso detalhando os passos de Janis até a overdose acidental de heroína, que lhe ceifou a vida em 4 de outubro de 1970.

Por meio de um estilo radiante e intimista, esta biografia consolida Janis como vanguardista musical. Uma mulher rebelde, dona de grande astúcia e personalidade complexa, que rompeu regras e desafiou todas as convenções de gênero em sua época, abrindo caminho para as mulheres poderem extravasar suas dores e revolta no cenário artístico sem serem tão oprimidas pelo universo machista existente no meio musical. Este livro também foi celebrado pela grande mídia nos estados Unidos – The New York Times e The Washington Post, entre outros – como a biografia que revela, de forma definitiva, a “verdadeira Janis Joplin”, além de ser elogiado no site oficial da cantora (janisjoplin.com).

Janis se notabilizou com o rock, mas transitava com facilidade por outros ritmos, como blues, o soul e o folk-rock. Sua carreira solo teve poucos anos de existência, mas foi capaz de notabilizar canções como "Mercedes Benz", "Get It While You Can" e "Me and Bobby McGee". Entretanto, sua erudição, empenho e talento combinados não transformaram a cantora no símbolo que representa. “Por sua influência e por seu próprio trabalho perene, Janis Joplin permanece no coração de nossa música e de nossa cultura”, afirma a autora.

“Uma descrição magnífica e muito interessante de Janis. Holly George-Warren tem um estilo de escrita atraente e cativante, e fiquei impressionada com a profundidade de suas novas entrevistas e informações. ” – Laura Joplin, irmã de Janis Joplin

Responsável por dar fim à tônica de opressão e machismo que pairavam no mundo àquela época, Janis Joplin expunha sem medo suas convicções sobre temas como sexualidade e a psicodelia. Por essa vertente também tem entre suas fãs, a compositora e ativista Rosanne Cash e outras emblemáticas cantoras como Brandi Carlile, Margo Price e Courtney Marie Andrews. Além disso, diversas artistas vivenciaram a luta de Janis contra o sexismo do mundo do rock, entre elas, Patti Smith, Debbie Harry (Blondie), Cyndi Lauper, Chrissie Hynde (The Pretenders), Kate Pierson (B-52’s) e Ann e Nancy Wilson (Heart), que foram diretamente influenciadas por sua música, atitude e coragem.

“Antes da passagem um tanto breve de Janis Joplin pelo sucesso, teria sido difícil para essas artistas encontrarem um modelo feminino comparável à beatnik de Port Arthur, Texas. A mistura de musicalidade confiante, sexualidade impetuosa e exuberância natural, que produziu a primeira mulher estrela do rock dos Estados Unidos, mudou tudo”, conta a autora Holly George-Warren na introdução da obra.

“Magistralmente bem pesquisada, esta biografia revela definitivamente a verdadeira Janis Joplin. ” – The New York Times

A forma como Janis transmitia emoção, em um canto que ia da melancolia à rebeldia, era e sempre será único. Sua voz rouca, que todos conhecem, revela uma alma que sofria e buscava refúgio na heroína. Outro fator que marcou sua vida, também retratado no livro, foi a busca incessante pelo amor. Ela que nunca foi capaz de ter um relacionamento sólido e duradouro, e dessa forma buscou uma maneira de aliar a sua carreira com o sonho de constituir uma família, levando-a ao seu triste fim: sua morte precoce, aos 27 anos, por overdose acidental de heroína.

Sobre a autora:


HOLLY GEORGE-WARREN foi indicada duas vezes ao Grammy e é autora premiada de 16 livros, entre eles duas biografias: A Man Called Destruction: The Life and Music of Alex Chilton e Public Cowboy #1: The Life and Times of Gene Autry, além do best-seller do New York Times: A Estrada para Woodstock (com Michael Lang). Ela já escreveu para diversas publicações, incluindo The New York Times, Rolling Stone e Entertainment Weekly, tendo atuado também como consultora em documentários como Muscle Shoals, Nashville 2.0 e Hitmakers. Holly faz parte da comissão de indicação do Rock & Roll Hall of Fame e leciona na Universidade Estadual de Nova York, em New Paltz.



Sobre o Grupo Editorial Pensamento:


Mais que livros, inspiração!

Desde 1907, o Grupo Editorial Pensamento publica livros para um mundo em constante transformação e aposta em obras reflexivas e pioneiras. Na busca desse objetivo, construímos uma das maiores e mais tradicionais empresas editoriais do Brasil. Hoje, o Grupo é formado por quatro selos: Pensamento, Cultrix, Seoman e Jangada e possui em catálogo aproximadamente 2 mil títulos, publicando cerca de 80 lançamentos ao ano. Ao longo de sua trajetória, o Grupo Editorial Pensamento aposta em mensagens que procuram expandir o corpo, a mente e o espírito. Mensagens que emanam energia positiva e bem-estar. Mensagens que equilibram o ser. Mensagens que transformam o mundo.

 

Serviço:

Livro:  Janis Joplin: Sua Vida, Sua Música

Autora: Holly George-Warren

Editora: Seoman

Preço: 69,90

Páginas: 432

***



terça-feira, 15 de setembro de 2020

Um cílio de Ana Caetano, da dupla Anavitória, vira personagem de livro e música


Uma troca de mensagens de WhatsApp sobre um cílio encravado acabou se transformando em um conto ilustrado e em música

A cantora e compositora Ana Clara Caetano, uma das metades das ANAVITÓRIA, volta e meia é surpreendida por um cílio que insiste em nascer dentro do olho dela. Em uma dessas ocasiões, ela se queixou via mensagem de WhatsApp com seu produtor e amigo confidente, Felipe Simas. Sentia uma sensação de incômodo como se tivesse um grão de areia no olho.

No intuito de animar aquela cabisbaixa Ana, Aninha, Clara ou Clarinha (sim, seu nome composto possibilita diversas maneiras de chamá-la), Felipe temperou sua resposta com uma dose de ludicidade. A ideia era criar empatia com o motivo do tal incômodo. Resolveu, então, dar vida, personalidade, sonho e nome ao cílio. E, de quebra, ainda trouxe luz para a questão da singularidade, do reconhecimento da força da individualidade de cada um, tão importante para a autoestima de todos: crianças, adolescentes e adultos.

E, assim, surgiu “O Cílio do Olho da Clara”, um microconto escrito por Felipe e ilustrado com pinturas em nanquim e aquarela de Luciana Grether, professora de artes e design da PUC-Rio. Lançado pela Zit Editora e coeditado pela Universal Music, o livro está à venda nas principais livrarias e lojas digitais. A publicação terá também uma versão em audiobook, ainda dando acesso para cegos e deficientes visuais. Essa é a primeira incursão da Universal Music Brasil no universo literário.

O extrovertido cílio acabou ganhando também uma trilha sonora. A convite de Felipe, o músico Wem, do grupo musical infantil Tiquequê, compôs e gravou uma canção inspirada na história. Ela pode ser ouvida em todas as plataformas digitais (Spotify, Youtube, etc).

“'O Cílio do Olho da Clara' é fruto de uma conversa de WhatsApp com a minha amiga e sócia, Ana Clara. Em uma manhã do verão de 2019, Clara se queixava, via mensagem de texto, de um incômodo cílio que teimava em nascer dentro do olho dela. Querendo animá-la, respondi de bate-pronto com a imediatidade que esses aplicativos de mensagens instantâneas requerem. Acabei transformando aquela mensagem nesse livro lindamente ilustrado com pinturas de nanquim e aquarela da Luciana Grether”, conta Felipe Simas.

Sempre em busca de múltiplas formas de expressão artística, essa não é a primeira vez que as ANAVITÓRIA estão envolvidas em um projeto lúdico, direcionado ao público infantil. Em outubro de 2017, elas lançaram nas plataformas digitais o EP “Anavitória Canta para Pessoas Pequenas, Pessoas Grandes e Não Pessoas Também” (Universal Music).


“O Cílio do Olho da Clara” (Zit Editora / Universal Music)
Autor: Felipe Simas
Ilustradora: Luciana Grether
Preço de capa: R$39,90
Gênero: Infantil
Já à venda nas principais livrarias.


***

segunda-feira, 14 de setembro de 2020

LIVRO "E A VERDADE VOS LIBERTARÁ" REFLETE POLÍTICA, RELIGIÃO E BOLSONARISMO






Mundo Cristão lança livro que propõe reflexões sobre política e religião na contemporaneidade

Em "E a verdade os libertará", Ricardo Alexandre propõe um novo olhar à discussão pública acerca da dinâmica entre igreja, bolsonarismo e sociedade


Uma reflexão sobre a igreja evangélica brasileira e o fenômeno chamado bolsonarismo. Essa é a proposta do livro E a verdade os libertará, lançamento da Editora Mundo Cristão, escrito pelo jornalista e vencedor do Prêmio Jabuti, Ricardo Alexandre. Ao longo de 16 capítulos, o escritor lança mão de uma extensa e qualificada pesquisa jornalística para oferecer aos leitores uma experiência instigante da primeira à última página.

Desde antes do período de ascensão de Jair Bolsonaro em 2017, passando pelas campanhas e eleições presidenciais de 2018, até os 500 primeiros dias de governo, Ricardo analisa as conexões entre o fenômeno político do bolsonarismo e o movimento evangélico — uma de suas principais bases eleitorais —, e elucida os eventos que culminaram na eleição presidencial. Contudo, conforme aponta Ricardo, o personagem principal do livro não é Bolsonaro, mas, sim, a igreja evangélica brasileira e seu papel nos desdobramentos históricos em questão.

Para não desqualificar os oponentes ideológicos como se fossem “inimigos da pátria” ou de Deus, e para deixar claro que se busca discutir ideias e não pessoas, em E a verdade os libertará o jornalista faz referências a personalidades com diferentes opiniões políticas, umas mais à direita, outras mais à esquerda. Por abordar questões que abrangem o ambiente religioso e temas concernentes à fé, ele recorre a teólogos de diferentes vertentes. O resultado é uma argumentação responsável, contundente e respeitosa, oferecendo ao leitor as bases para a reflexão, o debate e à troca de opiniões.

“É a igreja evangélica brasileira e seu papel nesse fenômeno chamado bolsonarismo — o que inclui não apenas o uso ostensivo do nome de Deus durante sua campanha eleitoral e seu primeiro ano e meio de governo, mas também a aura religiosa conferida à figura do presidente pelos próprios evangélicos. É claro que o governo de Jair Bolsonaro vai muito além do recorte proposto por este livro, assim como o papel da igreja evangélica brasileira vai além de sua atuação político-partidária. Este livro se ocupa apenas da interseção entre esses dois universos e seus efeitos práticos na sociedade brasileira.” (P.11)

Novidade da Mundo Cristão, E a verdade os libertará vem de encontro à proposta da editora de disponibilizar obras que contextualizam a realidade do Brasil e do mundo, que ajudam os leitores a estabelecer diálogos entre diferentes grupos, tanto dentro quanto fora da igreja, a fim de que, a exemplo de Ricardo Alexandre, voltemos todos a sonhar com uma igreja e uma sociedade unidas em prol do bem comum.

FICHA TÉCNICA

Título: E a verdade os libertará
Subtítulo: Reflexões sobre política, religião e bolsonarismo
Autor: Ricardo Alexandre
Editora: Mundo Cristão
ISBN: 9786586027358
Páginas: 256
Formato: 14 x 21
Categoria: Cristianismo e Sociedade
Preço: R$ 44,90 (físico) R$ 33,90 (e-Book)
Link de Pré-Venda: Amazon e E-commerce Editora Mundo Cristão



Ricardo Alexandre - Escritor
Sobre o autor: Ricardo Alexandre, jornalista com mais de 25 anos de experiência, atuou em alguns dos principais grupos de comunicação do país. Foi repórter e colunista de O Estado de S. Paulo e diretor de redação de revistas das editoras Abril e Globo. É também consultor e curador de eventos culturais, além de autor de cinco livros, dentre os quais Nem vem que não tem, biografia do cantor Wilson Simonal que lhe rendeu em 2010 o prêmio Jabuti.

Site 
http://ricardoalexandre.jor.br/

Facebook 
https://web.facebook.com/rialexandre


Sinopse: Desde junho de 2013, com as famosas manifestações de rua, passando pelos escândalos de corrupção revelados pela Operação Lava Jato, o impeachment da presidente Dilma Rousseff e a eleição do presidente Jair Bolsonaro, o grau de polarização na igreja e na sociedade só fez aumentar. Amizades antes duradouras e relações familiares outrora consistentes abalaram-se e parecem longe de voltar à normalidade. A eleição do presidente Jair Bolsonaro, em parte, pode ser atribuída ao apoio de parcela considerável do eleitor evangélico. Que razões motivaram essa tão acentuada inclinação política? Ricardo Alexandre, jornalista consagrado, investigou as raízes desse movimento e a evolução da figura pública de Jair Bolsonaro, desde as primeiras aparições como capitão de artilharia do Exército até sua atuação à frente do governo federal. Cristão, Ricardo valeu-se também das Escrituras como referência para avaliar a ação política do presidente da República e propor novos caminhos à igreja e à sociedade brasileira.  


***


Os espiões norte-americanos por trás da Lava Jato - Autor: Fernando Augusto Fernandes


Em "Geopolítica da Intervenção", o advogado e cientista político Fernando Augusto Fernandes identifica as interferências dos Estados Unidos na maior operação de combate à corrupção do Brasil


Os interesses ocultos dos Estados Unidos na Lava Jato são revelados de forma objetiva e documentada em Geopolítica da Intervenção – a verdadeira história da Lava Jato, publicado pela Geração Editorial. Na obra, o advogado e cientista político Fernando Augusto Fernandes desvenda as ações de espionagem e vigilância global do “Grande Irmão”, que incluem a cooperação do juiz Sérgio Moro.

Sob a ótica privilegiada de quem viveu alguns dos episódios decisivos, como advogado, o autor mergulha em documentos, vídeos, matérias jornalísticas e processos – compartilhados com o leitor para mostrar, de forma contundente, os objetivos da operação para além do combate à corrupção.

Fernando Fernandes parte da estruturação da “Doutrina de Segurança Nacional”, que possibilitou o Regime de 1964; passa pela influência dos EUA na polícia brasileira, em nome da guerra às drogas; e chega às estratégias para cooptar e influir juízes e membros do Ministério Público brasileiro.

Essas abordagens permitem, nos capítulos seguintes, compreender a Lava Jato e os interesses escusos de seus idealizadores. Cruzamentos de relações familiares, religiosas e de amizade entre procuradores, delegados, juízes, provas de compadrios e relações suspeitas entre investigadores e julgadores, nas cortes inferiores, no STF, nas igrejas, no Congresso e até na OAB são submetidos ao crivo do leitor.

A Lava Jato criou um mecanismo de deturpação e destruição do direito
brasileiro. Os fins não justificam os meios. Não se podem permitir ações
ilegais do Estado para os fins de combater a corrupção. A OAB agiu em
casos isolados se posicionou contra absurdos gritantes nas dez medidas
e propôs a ação que acabou por garantir a presunção de inocência. Mas
apoiou a Lava Jato que, para se estruturar, precisava romper com os
direitos fundamentais e com as prerrogativas profissionais.
(Geopolítica da Intervenção, p. 411)

Mais que trazer informações fundamentais para compreender a Lava Jato, Geopolítica da Intervenção disseca os eventos que desencadearam a instabilidade que afasta o Brasil da plena democracia. Uma obra para o leitor refletir sobre os destinos do país, no momento em que a operação perdeu força política.



Ficha técnica:
Livro: Geopolítica da Intervenção: A verdadeira história da Lava Jato
Autor: Fernando Augusto Fernandes
Editora: Geração Editorial
Gênero: Ciência Política
Acabamento: Brochura
Páginas: 448
Formato: 15x23
ISBN:9786556470078
Preço: R$66,00 e R$44,00 (E-book)
Link de venda: https://amzn.to/2YXCGIt

Sinopse: Neste Geopolítica da Intervenção, livro polêmico e surpreendente, o advogado e cientista político Fernando Augusto Fernandes desmonta a história de que a Operação Lava Jato foi e ainda é uma investigação insuspeita, para combater os crimes de políticos corruptos e grandes empresários corruptores. Mas seu maior propósito foi desestabilizar o governo petista, golpear o sistema democrático, destruir a engenharia nacional, enfraquecer o programa de petróleo e gás, facilitar a pilhagem das riquezas nacionais e criar as condições para um governo liberal de direita, o que acabou resultando na eleição de um azarão e na maior crise política, econômica, social e sanitária já vivida pelo país.

Fernando Augusto Fernandes
Sobre o autor: Fernando Augusto Fernandes é advogado e cientista político. Nos anos 90 desvendou os arquivos sonoros dos julgamentos de presos políticos da década de 70. Vinte anos depois, por meio de dois julgamentos, o Supremo Tribunal Federal reabriu os arquivos e os tornou públicos. Com os arquivos, lançou sua tese de mestrado: “Voz Humana — A Defesa Perante os Tribunais da República” e de doutorado: “Poder e Saber — Campo Jurídico e Ideologia”. Como advogado, atuou em causas de grande repercussão nos tribunais superiores, criando jurisprudência, súmulas e precedentes extraordinários. Foi defensor — vitorioso — do presidente do Instituto Lula e redator e signatário do habeas corpus pelo qual obteve a decisão de soltar Lula em 2018, no TRF-RS, assim como da reclamação no STF que permitiu a toda a imprensa entrevistá-lo.




***


segunda-feira, 7 de setembro de 2020

A quarta onda que devemos pular


Provavelmente este será um Setembro Amarelo que ficará marcado na história por muitos anos, mas que seja pelos motivos certos



Existem na história artistas que criaram grandes obras durante o isolamento, no entanto, esse não parece ter sido o caso para boa parte da humanidade. Casos de depressão, solidão, ansiedade e estresse aumentaram consideravelmente desde o início da pandemia. Tedros Adhanom, diretor geral da OMS declarou que os impactos para a saúde mental das pessoas já poderiam ser considerados como a quarta onda de efeitos devastadores da pandemia.

Para Andreza Carício, especialista em comportamento humano e autora best-seller, esta é uma onda que definitivamente devemos pular. Com sua obra Todo Santo Dia, recomendada por gigantes da autoajuda como Augusto Cury, Andreza têm ajudado milhares de pessoas desde o lançamento em meio a todo esse caos.

Em seu livro, Andreza que é formada em cursos de autoconfiança com pessoas como Brendon Burchard, T. Harv Eker e Tony Robbins e ativismo quântico com o cientista indiano Dr. Amit Goswami, astro do filme “Quem somos nós”, aborda o autoconhecimento, mudanças das sinapses neurais, uso de técnicas como condicionamento Pavloviano e técnicas para os leitores encontrarem a melhor versão de si mesmos. E por meio deste conteúdo, ela tem ajudado pessoas que estão vivenciando problemas emocionais como depressão, ansiedade, separações ou perdas, entre outras muitas situações ruins.

Diariamente, Dede, como é carinhosamente chamada por seus leitores recebe centenas de mensagens com agradecimentos de pessoas do Brasil inteiro, que também se ajudam entre eles em mais de 135 grupos de whatsapp que criaram para discutirem os temas e compartilharem mensagens.

A especialista ressalta alguns pontos importantes para passar essa fase da melhor fase possível.
O principal é elevar o nível da Egrégora de Luz em que todo nós vivemos. Mas o que isso significa? A Egrégora é uma entidade autônoma que se forma pela persistência e intensidade de correntes emocionais e mentais. Se a corrente é forte, elas são poderosas e tem longa duração, agora se os pensamentos e sentimentos são fracos, elas ficam mal definidas e tem pouca vida. Portanto, é MUITO importante que mantenha sempre seus pensamentos em positividade e coisas boas.

Liberte-se de memórias negativas. Por trás de toda situação negativa que ocorre na vida, uma memória é guardada. Para não deixar que elas prejudiquem sua vida pratique o Ho'oponopono. Prática que se tornou conhecida quando o professor Ihaleakala Hew Len conseguiu curar um pavilhão inteiro de criminosos que sofriam de doenças mentais no Havaí, sem sequer conversar ou interagir com nenhum deles. O método é composto de quatro fases que procuram guiar a pessoa por etapas sentimentais: arrependimento, perdão, amor e gratidão. Então, você fecha os olhos, faz uma respiração profunda, se conecta com seu eu interior, e diz em voz alta ou silenciosamente: “eu sinto muito, me perdoe, eu te amo, eu sou grato”.

Transforme a raiva e a frustração em emoções produtivas. Ambos os sentimentos fazem parte da natureza humana, e em um momento como este fica praticamente impossível fugir deles, portanto transforme-os em produtividade! Quando a raiva chegar, coloque seu corpo em movimento. Assim, a adrenalina será dissipada de uma forma correta. Ainda, será liberada a endorfina, responsável pelo bom humor. Já a frustração pense nela como uma força motriz, é ela que vai te dizer onde você não deve permanecer e que caminhos não deve seguir e, assim, te impulsionando para o lado certo.

Resolva o agora e defina prioridades. O economista italiano Vilfredo Pareto criou a famosa lei de Pareto em que explica que 80% das consequências advêm de 20% das causas. Tome atitudes intencionadas, escolha o que vai ouvir e ver. Este é um momento de sentir o que está a nossa volta.

Agradeça!!!O sentimento de gratidão é poderoso! Bem intencione suas energias. Os bem-intencionados lidam melhor com os fracassos do dia-a-dia, criam ao redor de si uma aura natural propiciadora de acontecimentos positivos tanto no campo material quanto no pessoal.

Sobre: Andreza Carício, autora de Todo Santo Dia (Literare book), palestrante, tabeliã e CEO da marca Todo Santo Dia. Ela se especializou em autoconhecimento com diversos cursos consistentes como Tony Robbins - Business MASTERY (Las Vegas e Amsterdã); Brendon Burchard – Curso de autoconfiança; ativismo quântico com o cientista indiano Dr. Amit Goswami, astro do filme “Quem somos nós”; PNL e MASTER PNL no Instituto INEXH; e Napoleon Hill – Master Mind. Ainda, tem formações importantes para quem quer estender os conhecimentos nessa área como formação Internacional-Constelação Sistêmica Familiar e Pensamento Sistêmico com Cornelia Bonenkamp; formação de treinadora de alto impacto com Massaru Ogata; e formação internacional em coaching na SLAC professional e self coaching/ business e executive coaching.

Ficha Técnica: Título: Todo Santo Dia
Autora: Andreza Carício
Preço: 34,90
Selo: Literare Books International
ISBN: 978-85-9455-172-6
Formato: 16 x 23cm | Páginas: 294
Link de venda: https://amzn.to/3i2QPMh


***


sábado, 5 de setembro de 2020

"O Coração do Rei": romance histórico revela fatos da vida e nuances inéditas de dom Pedro I




Iza Salles apresenta um dos períodos mais ricos e significativos da história do Brasil sob a ótica de seu principal protagonista


Muito já se escreveu sobre o primeiro imperador do Brasil, mas nada que se compare aos comentários apresentados em O Coração do Rei - A vida de dom Pedro I: o grande herói luso-brasileiro. Publicada pela Edições de Janeiro, a obra externa facetas pouco conhecidas do jovem impetuoso em seus 36 anos.

Com curiosidade jornalística, apurada pesquisa em documentos e periódicos de época e um prazeroso estilo literário, a jornalista e escritora Iza Salles vai além. Retrata um estadista astuto, negociador, gestor, respeitoso filho, pai apaixonado e um defensor das liberdades democráticas, ainda que nascido em berço autoritário.

O absolutismo que moldara na infância sua índole indomável nele se alternava com a admiração incontida pelos princípios do constitucionalismo, por cuja beleza fora arrebatado muito jovem. Resistia a se deixar comprimir nos moldes constitucionais, mas, ao mesmo tempo, submetia-se a eles. (O Coração do Rei, p.253)

O fio condutor da emocionante narrativa é frei Antônio de Arrábida, religioso que acompanhou dom Pedro em praticamente toda a sua vida. A escolha de um narrador para contar a história nasceu das muitas referências feitas por Otávio Tarquínio de Sousa ao frei nos três volumes de sua obra, “A vida de Pedro I”. A importância do religioso na trajetória do rei tinha sido, até então, ignorada.

Em O Coração do Rei, outros três religiosos ajudam a narrar os acontecimentos nos dois lados do Atlântico, e que fazem emergir o perfil de dom Pedro de forma precisa. Ao fim da obra, o leitor pode constatar – com ajuda da autora - que, na verdade, trata-se dos três maiores historiadores brasileiros do século XX, hoje quase esquecidos, a quem Iza Salles presta homenagem.

Mais uma bela surpresa trazida pela escritora, jornalista formada em 1965 pela então Universidade do Brasil, presa política pela ditadura em 1970, e repórter em jornais de resistência como Opinião e Pasquim. Às vésperas de completar o bicentenário da nossa independência – em 2022 –, o livro prenuncia os eventos comemorativos que terão como marco a reinauguração do Museu do Ipiranga, marco da emancipação brasileira.



Ficha técnica
Título: O Coração do Rei
Subtítulo: A vida de dom Pedro I: o grande herói luso-brasileiro
Autor: Iza Salles
Editora: Edições de Janeiro
ISBN: 978-85-9473-035-0
Páginas: 360
Formato: 16x23 cm
Preço: R$ 69,00
Link de venda: Amazon

Sobre a autora:
Formada em jornalismo em 1965 pela então Universidade do Brasil, Iza Salles começou como repórter no Jornal do Brasil e no Diário de Notícias. Em seguida, foi bolsista do governo francês pela Fondation des Sciences Politiques, entre 1966 e 1967. Após retornar ao país, foi presa pela ditadura em 1970, respondendo a processos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Trabalhou nos jornais de resistência Opinião e Pasquim com o nome de Iza Freaza e voltou à Europa em 1977 com nova bolsa de estudos dada pelo Journalistes en Europe. Morou dois anos entre Madri e Paris, e mais de cinco em Roma. Retornou ao Brasil em 1984 como correspondente do jornal Expresso, de Portugal (1981-2003). O Coração do Rei é o seu segundo livro. O primeiro, Um cadáver ao sol, foi publicado em 2005.

Redes sociais
Instagram: @edicoesdejaneiro
Facebook: Iza Salles | Edições de Janeiro


***


terça-feira, 18 de agosto de 2020

Novo livro de Janguiê Diniz traz lições de grandes empreendedores nacionais


Nomes como Wesley Safadão, João Appolinário, Candido Pinheiro, Murilo Gun, Chaim Zaher, Ricardo Almeida, entre outros, revelam detalhes das suas trajetórias

O empreendedor Janguiê Diniz, fundador do grupo Ser Educacional e presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo, acaba de lançar seu novo livro. Intitulada “Vem Ser S/A: Lições de empreendedores de sucesso”, a obra, dividida em dois volumes, traz entrevistas com 38 empreendedores de renome nacional – incluindo o próprio autor – que contam suas vidas, desafios enfrentados em suas carreiras e as lições que aprenderam na trajetória. Com o lançamento, o autor chega ao marco de 24 obras lançadas que se diversificam entre as áreas do Direito, da Educação e do Empreendedorismo.

As entrevistas contidas nos livros foram extraídas das três primeiras temporadas do programa de mesmo nome, “Vem Ser S/A”, exibido no canal de Janguiê Diniz no YouTube e apresentado por ele próprio. “O programa trouxe diversos grandes nomes do empreendedorismo nacional que contaram, em conversas informais e muito proveitosas, grandes lições para quem também quer empreender e se desenvolver pessoal ou profissionalmente. É um conteúdo tão rico que decidi transformar em livro”, conta o empreendedor.

O primeiro volume do livro “Vem Ser S/A” tem entrevistas com nomes como o cantor e empreendedor Wesley Safadão (que escreve o prefácio do tomo); o presidente do Grupo 3corações, Pedro Lima; o empreendedor serial Ricardo Bellino; o estilista Ricardo Almeida; o CEO da Sambatech, Gustavo Caetano; o fundador da JR Diesel, Geraldo Rufino; além do próprio Janguiê Diniz. Já o segundo volume traz como convidados o fundador da Hapvida, Candido Pinheiro; o CEO da Forbes Brasil, Antonio Camarotti; o fundador e presidente da Polishop, João Appolinário; o presidente do Google Brasil, Fábio Coelho; a CEO da Atom, Carol Paiffer; o especialista em criatividade Murilo Gun; Chaim Zaher, CEO do grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro), entre outros.

Ao fim de cada entrevista, o autor elenca as lições que o convidado deixou, condensando os principais pontos da conversa. “Ao transformar as entrevistas realizadas em livro, Janguiê Diniz procura oferecer, principalmente aos jovens que buscam a realização de seus sonhos, exemplos de empreendedorismo bem-sucedidos cujas trajetórias constituem um roteiro para o sucesso. Cada entrevista está focada em um tema específica por meio do qual o empreendedor descreve os desafios encontrados na transformação de seus sonhos em realidade”, relata Candido Pinheiro, prefaciador do volume 2 do livro e um dos entrevistados.

Os dois volumes de “Vem Ser S/A” estão disponíveis no site da Amazon ( www.amazon.com.br). O projeto ainda terá novas temporadas no YouTube e novos livros com mais entrevistas e ensinamentos sobre empreendedorismo.

***




domingo, 16 de agosto de 2020

As deusas dos livros


Conheça a 3DEA, editora paulistana fundada por três amigas, responsável pelo lançamento da nova obra do renomado professor e filósofo Mario Sergio Cortella


O perfil das deusas da mitologia grega, com suas histórias carregadas de simbologias e narrativas sobre a maneira de lidar com as emoções, serviram de inspiração para a escolha do nome. Dea significa deusa em italiano. Assim surgiu a 3DEA, editora paulistana fundada em 2016. Apesar do pouco tempo de estrada a caminhada dessa pequena notável editora foi árdua, mas de muitas batalhas vencidas.

Além de todos as dificuldades já existentes no mercado editorial, o fato de Kelly Patrícia e Daniela Soares serem mulheres e negras tornou o caminho ainda mais desafiador. Porém, elas não se deixaram abalar por preconceitos e olhares enviesados. O propósito de ajudar falou mais alto. Apaixonadas por livros, decidiram entrar nesse mercado para auxiliar escritores independentes que não conseguiam publicar os impressos.

A ideia era ser uma pequena boutique de livros, mas esse modesto projeto tomou outras proporções. E como tomou! Uma das muitas lutas vencidas pelas deusas dos livros aconteceu em junho desse ano: Patrícia e Daniela são as publishers responsáveis pelo lançamento da nova obra do renomado professor e filósofo Mario Sergio Cortella: A Diversidade: Aprendendo a Ser Humano. O lançamento de Cortella foi publicado pelo Littera Books, selo de não-ficção da 3DEA, que carrega o propósito de ajudar as pessoas a se entenderem e viverem melhor.

“No princípio, assim como acontece com todos que embarcam nessa jornada, tivemos que enfrentar a desconfiança de escritores, de distribuidoras e livrarias. Afinal, não sabiam que a 3DEA daria tão certo. O mercado é fechado, as filiações não bastam para você fazer parte de um todo, talvez seja um dos maiores desafios que há”, relembra Patrícia.

Hoje, a 3DEA é uma editora em crescimento que quer abrigar cada vez mais escritores, apoiando especialmente a produção nacional. “Quanto maiores formos, mais autores poderemos trazer à nossa casa, mais sonhos serão realizados e mais leitores se deleitarão com o nosso conteúdo. Amamos livros e, apesar dos desafios, estamos onde queremos estar e trabalhando para seguirmos avante!”, destaca Daniela.

Com tamanha determinação, quem duvida que as deusas do livro vão ainda mais longe?


*****





terça-feira, 21 de julho de 2020

Espelho, espelho meu: existe uma menina mais vaidosa que eu?



"A roupa nova de Doralice", de Monica Stahel, é uma narrativa espirituosa e divertida que conversa com o público infantil sobre vaidade e autoestima




A roupa nova de Doralice é uma alegre e moderna releitura do famoso conto “A roupa nova do rei”. Escrita pela autora e tradutora paulista Monica Stahel, a obra conta a história de Doralice, uma jovem vaidosa e autoconfiante que não perde a chance de lançar moda no vilarejo em que vive.

Tudo muda em Vilas das Luas quando uma estilista estrangeira promete costurar, exclusivamente para Doralice, um vestido com um tecido encantado: somente as pessoas de alma limpa e bons sentimentos seriam capazes de enxergá-lo. Ao acreditar que seria uma excelente oportunidade de testar as pessoas, a jovem aceita a proposta mas acaba surpreendida, já que nem ela mesma consegue ver o vestido. Ao desfilar pela rua para exibir o seu novo modelito, todos se espantam e o motivo é um só: Doralice estava nua, foi surpreendida pela própria vaidade e pela própria soberba!

“No dia seguinte, não deu outra. As garotas foram chegando, todas sem roupa, umas mais à vontade, outras meio envergonhadas. Logo veio Doralice, toda empertigada, exibindo de novo a roupa prodigiosa. Mas, quando viu as outras moças, ficou roxa como o vestido. Pela primeira vez, deixou o orgulho de lado e soltou a voz, gritou para quem tivesse ouvidos: – Dona Rosá me traiu, vendeu o tecido encantado para todo esse bando de gente.” (A roupa nova de Doralice, pág. 32)

Com ilustrações de Luciana Romão e publicada pela Saíra Editorial, a obra abre um diálogo despretensioso com as crianças sobre vaidade, autoestima e autoimagem... tudo isso sem perder a diversão e a leveza. Outro ponto forte da história é a naturalidade com que Monica traz a nudez, também apresentada com descontração: Vilas das Luas, enfim, torna-se Vila das Nuas, já que todas as mulheres adotaram a nova tendência e saem pelas ruas como vieram ao mundo.

Doralice aprende sua lição e, de quebra, consegue ainda transmitir aos leitores ensinamentos valiosos ao transformar o que seria sua desgraça em aprendizado.

Ficha Técnica:
Título: A roupa nova de Doralice
Autor: Monica Stahel
ISBN: 978-65-81295-00-4
Editora: Saíra Editorial
Páginas: 21
Formato: 23x20 cm
Preço: R$ 37,00
Link de venda: https://amzn.to/3b48Q8O

Sinopse: Doralice era antipática e pretensiosa, linda e vistosa. Todos os rapazes a cobiçavam, todas as moças a invejavam e a imitavam em tudo. Um dia Doralice mandou fazer uma roupa nova, encantada, e então as coisas mudaram… mas muito pouco.


Monica Stahel

Sobre a autora: Monica Stahel é de Santo André, São Paulo. Formou-se em Ciências Sociais e logo passou a trabalhar na área de edição de livros. Além de tradutora, busca inspiração nas duas filhas, nos quatro netos e nas pessoas que marcam sua vida para escrever alguns livros para crianças. Foi incluída, por indicação da FNLIJ, na lista de honra do ano 2000 da International Board on Books for Young People. Para o público infantojuvenil, já publicou Um saci no meu quintal, pela Martins Fontes, Tem uma história nas cartas da Marisa, pela Formato, e O leão que rugia flores, também pela Martins Fontes.

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Aprenda a criar uma nova realidade para a sua vida


Escritor William Sanches, autor de 16 livros, lança obra pela Luz da Serra Editora com um tema de grande relevância para este momento: descobrir qual o caminho a seguir para alcançar a tão desejada vitória

Quando você escuta a palavra VITÓRIA: que música vem na sua mente de imediato? Com toda a certeza a canção instrumental “Tema da Vitória” que até hoje preenche a lembrança dos brasileiros com as incontáveis conquistas de Ayrton Senna. Sim. Ele era merecedor de tal canção e suou para chegar lá. Mas, o que o escritor e palestrante Willian Sanches quer ensinar no livro Desperte a sua Vitória é que todos, sem exceção, são dignos de terem uma música como essa para embalar suas conquistas e à exemplo do ídolo alcançar o topo.

Desperte a sua Vitória, da Luz da Serra Editora, propõe um caminho suave para o sucesso em todos os aspectos da vida. Na obra, Sanches questiona o leitor como seria ter uma vida muito melhor, o faz visualizar quais são as correntes que o prendem e impedem de avançarem. Trata-se de uma obra que ajuda a reprogramar a mente para o dinheiro, de maneira fácil, prática e leve.

Existem duas maneiras de ver a vida. Uma é como ganhador, que é como você vai passar a enxergar agora. Você escolhe se sentar no banco de aluno, olha para todas as situações e se pergunta: “O que posso aprender com isso?”. Só que tem muita gente que escolhe ver a vida como perdedor. Essas pessoas se sentam no banco da vítima, estão sempre reclamando e se tornam prisioneiras do fluxo da escassez.

Desperte a sua Vitória – pág 37

Sanches é famoso nas redes sociais por promover conteúdo com foco no desenvolvimento positivo e possui 16 livros publicados no Brasil e no exterior. Uma de suas premissas é acreditar na capacidade humana de se reinventar. “Eu não duvido do ser humano. O ser humano tem a capacidade de virar o jogo, cocriar prosperidade. E quando isso acontece, quando você sai da escassez, se abençoa e agradece todas as coisas boas que te aconteceram, você passa a confiar em si mesmo e cria à sua volta o verdadeiro círculo da vitória”, revela Sanches.

O círculo da vitória tão sonhado por todos é ensinado em detalhes na obra. Dividida em 11 capítulos e com 224 páginas, Sanches reúne todo conhecimento e experiência de mais de dez anos como terapeuta e educador na área de psicologia positiva.

Com prefácio assinado por Bruno Gimenes, cofundador do Grupo Luz da Serra, a obra passa por assuntos como lei da atração e do retorno; funcionamento da mente; o poder das palavras; os padrões mentais e as transformações causadas pela mudança de mindset; como reagir ao fluxo de escassez; ensina a desativar as crenças limitantes que impedem de ir além, como construir um mindset vitorioso e o resgate da essência para alcançar a vitória. Depois de seguir todas as recomendações do livro, o escritor garante: “todos podem ir muito mais além do lugar que estão agora!”

Ficha Técnica:
Título: Desperte a sua Vitória
Subtítulo: método poderoso para destravar suas crenças limitantes e criar uma nova realidade
Autor: William Sanches
Editora: Luz da Serra Editora
Páginas: 224
ISBN: 978-85-64463-91-2
Formato: 16x23cm
Preço: R$ 49,90
Links de pré-venda: https://amzn.to/35Q4ZuB ou https://bit.ly/360U81j

Sinopse: Como seria ter uma vida muito melhor do que a que você tem hoje? E se você se livrasse das correntes que te prendem e te impedem de avançar? Imagine acabar com a ansiedade, deixar para trás o fluxo da escassez e viver a verdadeira prosperidade. Este livro vai ajudar você a percorrer um caminho mais suave rumo à sua vitória. Ao longo dos capítulos, William Sanches mostra conceitos e técnicas para que você possa reprogramar a sua mente e mudar completamente a sua vida. E tudo isso de uma maneira fácil, prática e leve. Você pode ir muito além do lugar em que está agora!



Sobre o autor: 

Willian Sanches está dentre os maiores destaques quando se trata de assuntos relacionados ao Desenvolvimento de Potenciais e Espiritualidade. É Terapeuta Transpessoal, especialista em Programação Neurolinguística, Hipnose na Prática Terapêutica e Treinador Mental formado pela Sociedade Brasileira de Coaching. Cursou Letras e Pedagogia e pós-graduou-se em Literaturas, Educação e Psicologia Positiva. Também estudou as Questões Sociais do Novo Milênio na Universidade de Coimbra, em Portugal. Apaixonado pelas questões que envolvem a alma, aprofundou-se nos estudos sobre espiritualidade independente e participou de Retiros pelo Brasil, Índia e Israel. Com uma linguagem dinâmica e atual consegue permitir uma reflexão capaz de construir novos caminhos. Educador por excelência, dedica-se às Palestras, Cursos e Workshops que profere em todo o Mundo, já atingindo um público estimado em dois milhões de pessoas. Possui 16 livros publicados no Brasil, Europa e em toda América Latina.

Site
www.williamsanches.com.br

Redes Sociais
Instagram: @williamsanchesoficial
YouTube: William Sanches Videos

domingo, 3 de maio de 2020

A Astrologia como ponte para o autoconhecimento

A Astrologia é capaz de nos conectar com as profundezas de nossa alma e pode ser compreendida como um caminho importante para o desenvolvimento interior. De forma ampla, ela estuda a influência de astros e estrelas no comportamento humano. Para nos ajudar a desvendar essa conexão, o astrólogo André Mantovanni, colunista do programa Melhor da Tarde (Band TV), lança Os Astros Guiam seu Destino, pela Editora Pensamento.

Este livro é um manual prático que ensina o leitor a interpretar seu Mapa Astral de maneira muito simples, conectando-o ao seu propósito de alma e às suas consciência e reais potencialidades.

Para Mantovanni, “a ciência pode explicar muito sobre como o Universo opera, mas falha ao responder perguntas muito mais antigas, como: ‘Qual é o sentido de nossa vida? Por que estamos aqui? Qual é o nosso propósito? ’. Em relação a todas essas perguntas, a Astrologia pode apontar um horizonte de respostas, e as estrelas podem ser os luzeiros que brilham para indicar muitos desses caminhos”.

“Hoje, cada vez mais temos um interesse cada vez maior de milhares de pessoas sobre a Astrologia. Isso ajudou a tirar a obscuridade dos tempos antigos e a Astrologia ganhou adeptos no mundo todo, com abordagens cada vez mais modernas, sem abrir mão de suas tradições” – André Mantovanni

A obra explica detalhadamente o que é um mapa astral, como utilizá-lo de forma prática, qual seu papel em nossas vidas, os 12 signos do zodíaco, traços de personalidade no campo afetivo, no trabalho, na família, e no convívio com amigos, além de fazer um “Raio X” de cada um deles. Explica também o que são e como desvendar o signo ascendente, o signo lunar, a posição dos planetas além de detalhar em tabelas de interpretação todos os pontos importantes de um mapa astral natal.

Mantovanni mostra, ainda, o significado da Roda da Fortuna e o papel de figuras mitológicas como Lilith e Quíron no mapa astral, como pontos de vital importância para uma maior compreensão de nós mesmos. Os Astros Guiam seu Destino conta com um projeto gráfico moderno, totalmente colorido e com capa dura.

É um convite para que o leitor faça um trajeto pelas suas sendas interiores e possa desenvolver seus potenciais mais saudáveis e felizes em todas as áreas de sua jornada pessoal, além de encontrar mais sentido para seu projeto de vida, o que podemos chamar de destino.



“Quando passamos a conhecer todas as nossas potencialidades (positivas e negativas) e compreender que carregamos um projeto de vida a ser cumprido passamos a ter mais consciência do que chamamos de destino. Ficar atento àquilo que ‘eu sou’, vislumbrar onde minha alma pretende chegar e, ao mesmo tempo, o que posso ou não fazer para que isso se realize é algo extremamente importante” e é nessa esfera que a Astrologia consegue cumprir o seu papel” – André Mantovanni

sábado, 2 de maio de 2020

A história da França contada por meio da Gastronomia


Livro revela as origens por trás dos mais famosos pratos e bebidas da culinária francesa


É incrível como a culinária pode dizer tanto sobre uma nação, explicar seus hábitos e contextos históricos. Por isso, temperos, aromas e sabores são muito mais que simples termos do vocabulário de um chef estrelado. “A Deliciosa História da França”, lançamento da editora Seoman, mostra, justamente, como se deu esse percurso no país reconhecido pelas suas centenas de queijos e vinhos. Ao investigar as origens de diversos alimentos típicos franceses, os autores fazem um passeio diferente e agradável pelo panorama histórico da França.

Escrito pelo casal Stéphane Rénault, um especialista em queijos franceses, e Jeni Mitchell, uma intelectual norte-americana, Ph.D, o livro nasceu da vontade de ambos em reunir narrativas em torno da alimentação quando Stéphane passou a apresentar as variedades de queijos para Jeni e a descobrir mais novidades sobre essas iguarias.

Para desenvolver esta obra, o casal visitou restaurantes, se debruçaram sobre livros de referência e em diversas pesquisas. Em “A Deliciosa História da França”, o leitor descobrirá, por exemplo, que antigamente os cidadãos franceses preferiam a cerveja ao vinho, que os gauleses foram os responsáveis para trazer para o país o barril de madeira – sem o qual não poderíamos apreciar muitas bebidas alcóolicas do modo como fazemos hoje –, que, desde o reinado de Carlos Magno, a apicultura era um grande investimento e que cozinhar com manteiga era considerado hábito dos bárbaros e incivilizados.

Ao longo do texto, carregado de muito humor, os autores apresentam os ancestrais gauleses, a dominação romana, os ataques dos vikings, entre outras importantes passagens históricas da França, para detalhar a origem de diversos insumos gastronômicos.

Mostram, nessa trajetória, diversas curiosidades, entre as quais: como o cassoulet ajudou os franceses a vencerem uma guerra, como o crepe (sim, o crepe) derrotou Napoleão, além das origens de queijos famosos como o Roquefort, o Camembert e o Chabichou, sem esquecerem também da história por trás do surgimento de vários tipos de vinhos, do croissant e do absinto, é claro.

Uma obra que nos dá vontade de viajar e desvendar não só os sabores das grandes cidades, mas, também dos pequenos vilarejos. “A Deliciosa História da França” é uma leitura surpreendente até para os mais experientes amantes da culinária e da cultura europeia.


ELOGIOS AO LIVRO:

“Há aqui tanta informação deliciosa sobre a cozinha, a história e a cultura da França, que você se sentirá tentado a avançar com rapidez. Não faça isso! Tal como ocorre com pratos requintados, vinhos soberbos e boa conversa, o maior prazer está em seguir a orientação do autor e saborear este livro aos poucos, degustando linha por linha. ” – Dorie Greenspan, autora best-seller do New York Times e escritora premiada de Around My French Table e Dorie's Cookies

“Os franceses já terão feito alguma coisa que não fosse motivada, de uma maneira ou de outra, por sua busca por boa comida? Parece que não. E para mim é quase impossível imaginar um ângulo mais fascinante ou excitante para visualizar a história da França do que o adotado por este livro maravilhoso. ” – Clotilde Dusoulier, autora de Tasting Paris: 100 Recipes to Eat like a Local

“Quem diria que um garfo teria tanta relação com uma baioneta? Da introdução do vinho na Gália pelos romanos até o suprimento de crepes feito por Napoleão antes de invadir a Rússia, A Deliciosa História da França oferece um meio fascinante de explorar as origens das tradições culinárias francesas. Divertido e historicamente bem pesquisado, este livro saboroso o fará querer assaltar a geladeira após a leitura, ou mesmo visitar o bistrô mais próximo da sua casa em busca de uma satisfação ainda maior que esta divertida leitura. ” – Jean Lopez, fundador e editor-chefe de Guerres & Histoire

Sobre os autores:

STÉPHANE HÉNAUT foi criado em Frankfurt (Alemanha) e Nantes (França), antes de se mudar para Londres (Inglaterra) e iniciar uma abrangente carreira culinária. Trabalhou, inclusive, na fromagerie da Harrods e preparou pratos para os banquetes do prefeito de Londres. Depois, voltou com a família para Nantes, onde vendia legumes exóticos em uma fruiterie francesa, antes de entrar para uma das mais requintadas fromageries de Berlim.

JENI MITCHELL passou boa parte de sua vida adulta em Washington, DC, nos Estados Unidos, trabalhando como pesquisadora e editora de assuntos estrangeiros, antes de se mudar para Londres e iniciar seu curso universitário. Conheceu Stéphane no primeiro dia em Londres; quatro anos depois, casaram-se. Tem PhD em Estudos Militares pelo King's College London, onde é professora-assistente em Guerra Civil, Insurreição e Rebelião.

Sobre o Grupo Editorial Pensamento:
Mais que livros, inspiração!

Desde 1907, o Grupo Editorial Pensamento publica livros para um mundo em constante transformação e aposta em obras reflexivas e pioneiras. Na busca desse objetivo, construímos uma das maiores e mais tradicionais empresas editoriais do Brasil. Hoje, o Grupo é formado por quatro selos: Pensamento, Cultrix, Seoman e Jangada e possui em catálogo aproximadamente 2 mil títulos, publicando cerca de 80 lançamentos ao ano. Ao longo de sua trajetória, o Grupo Editorial Pensamento aposta em mensagens que procuram expandir o corpo, a mente e o espírito. Mensagens que emanam energia positiva e bem-estar. Mensagens que equilibram o ser. Mensagens que transformam o mundo.

Serviço:

Livro: A Deliciosa História da França
Autores: Stéphane Hénaut e Jeni Mitchell
Editora: Seoman
Páginas: 416

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Dia da Literatura Brasileira: sete produções nacionais de boa teologia que todos deveriam ler


Em 1º de maio, comemora-se o Dia da Literatura Brasileira e, para homenagear essa data tão importante para a cultura nacional, a Editora Mundo Cristão separou uma lista de livros escritos por brasileiros. Em meio ao vasto catálogo do grupo editorial, as sete obras abaixo, além de apresentar uma boa teologia, proporcionam aos leitores momentos de reflexão, esperança e comunhão, confira:
Brasil Polifônico: Escrita pelo pesquisador do Instituto Pensando, Davi Lago, a obra resgata os marcos civilizatórios da sociedade moderna e os princípios da teologia política, aplicando-os à complexa realidade brasileira. Nesse contexto, não é possível que a voz dos evangélicos deixe de ser considerada nas principais discussões da nação. Da mesma forma, esse grupo precisa saber ouvir vozes dissonantes, mas igualmente relevantes no contexto de uma sociedade plural.

Terceirização da Fé: Em sua nova obra, Terceirização da Fé: Assuma a responsabilidade do seu relacionamento com Deus, o autor Tomás Camba apresenta ao leitor maneiras de sincronizar o coração ao do Pai de forma esclarecedora. A obra traz uma visão alternativa e esclarecedora sobre o nosso acesso direto com Deus, mostrando os caminhos para se tornar o protagonista da sua própria fé.

O Enigma da Bíblia de Gutenberg: Escrito pelo jornalista Maurício Zágari, a obra traz as aventuras de Daniel, um jovem cristão determinado a encontrar respostas para um crime cometido dentro de sua própria igreja. Para isso, ele terá de enfrentar altos riscos, ao mesmo tempo em que aprenderá lições valiosas sobre si mesmo e sua fé.

A sala de espera de Deus: O que fazer quando a espera vem em forma de más notícias, enfermidades, dores e lutas? De que maneira devemos nos portar quando as circunstâncias não nos dão outra opção a não ser esperar e ser resilientes? Como enfrentar esses momentos com coragem, calma e confiança, sem perder a fé? Lisânias Moura, escritor, pastor e teólogo, traz respostas a tais questões em seu novo livro A Sala de espera de Deus a obra aponta um caminho de esperança para quem está aflito. Nela, Lisânias compartilha casos reais de pessoas que passaram por situações difíceis e traz belas lições extraídas do livro bíblico do profeta Habacuque, revelando que é possível superar as crises da vida.

Formigas: "O sábio aprende observando as formigas", diz o texto sagrado, e foi oque os autores William Douglas e Davi Lago, fizeram neste livro, seguiram exemplos de notáveis como Esopo, Mark Twain, H.G. Wells, Olavo Bilac e Lygia Fagundes Telles. Com reflexões sobre apenas quatro versículos do livro de Provérbios, os autores conseguiram elaborar princípios capazes de levar pessoas comuns a reflexões úteis para o dia a dia.

Livre!: Escrito por Saulo Ribeiro, a obra traz informação e compaixão para dependentes de drogas lícitas e ilícitas, seus amigos e parentes, e quem deseja conhecer mais a respeito do grande drama global que envolve a dependência química. Com formação acadêmica qualificada, somada à longa experiência prática, Saulo lança mão de dados científicos e estatísticos que não só conferem rigor técnico ao texto, mas profundo viés humanitário, traduzido em casos reais que dão esperança para quem não vê mais saída.

O Deus da Esperança: Com o objetivo de disseminar a semente da esperança e mostrar que ela, juntamente com o Senhor, pode trazer alegria no coração de cada pessoa mesmo nas horas adversas, foi que Flavio Valvassoura escreveu a obra O Deus da esperança: Motivação e alegria em meio às dificuldades da vida. Neste livro, o pastor, escritor e conferencista internacional compartilha verdades contundentes sobre o grandioso poder de Deus. Por meio da apresentação dos princípios bíblicos e fatos memoráveis das Escrituras, o livro proporciona momentos de inspiração para o cotidiano.

segunda-feira, 20 de abril de 2020

Tiradentes, Brasília e Tancredo - O que eles têm em comum?

O feriado do dia 21 de abril é dedicado a homenagear Tiradentes, mártir da Inconfidência Mineira. Mas o que nem todos se lembram é que a data também marca a inauguração de Brasília como a nova capital federal, há exatos 60 anos. Foi, ainda, em 21 de abril, que era anunciada a morte do então presidente Tancredo Neves, em 1985.

Fatos políticos marcantes como estes são lembrados pelo escritor Fernando Machado em "Gastura - rastreando as profundezas da mente". A obra recém-lançada mistura acontecimentos que fizeram história no Brasil e no mundo com a biografia no autor. Os relatos incluem sete décadas, começando pela de 1950, na capital paulista, e incluem não só a política, mas o esporte e a cultura.

Verdadeira memória viva das transformações aqui e no mundo, Fernando está disponível para entrevistas sobre seu livro e as emocionantes vivências e percepções sobre os fatos que acompanhou ao longo de tantos anos.

Sete décadas na vida de um homem comum

Na autobiografia "Gastura - rastreando as profundezas da mente", Fernando Machado intercala vivências pessoais a fatos históricos no Brasil e no mundo


O Parque Ibirapuera ainda não existia. No Cine Leblon, as sessões aos domingos de manhã exibiam Tom e Jerry. O bonde era um veículo de locomoção usual na Avenida Conselheiro Rodrigues Alves. Os circos estavam na moda. A televisão virou uma novidade entre os vizinhos, que se reuniam na casa de quem tinha o privilégio de comprar o aparelho.

A São Paulo dos anos 1950 é o ponto de partida do escritor Fernando Machado em Gastura - rastreando as profundezas da mente. De memórias cotidianas a fatos históricos marcantes, a obra parte da ótica de quem viveu seus primeiros anos na Vila Mariana e acompanhou, no calor dos acontecimentos, os principais episódios sociais, políticos, culturais e esportivos daquela e das seis décadas seguintes.

No dia da partida final, meu pai nos preparou uma surpresa: colocou no jardim, perto do chorão social, um equipamento inusitado: móvel baixo e comprido, com três repartições, rádio, toca discos 78 rpm e alto-falante. Era chamado de hi-fi, aparelho de rádio e vitrola valvulado com som em alta fidelidade; nessa época, ainda não havia televisores. A família toda, tios, primos e vários amigos ficavam sentados na grama do jardim de casa, para ouvir o jogo, bebendo cerveja e caipirinha. Meu pai era tolerante com um pouco de bebida alcoólica para os garotos; a cada gol, havia gritaria e fogos. E foram cinco! (P. 32, Gastura - rastreando as profundezas da mente)

Assim como a final da Copa de 1958, o livro mescla passagens da vida do autor a acontecimentos no Brasil e no mundo. Da morte de Getúlio Vargas ao assassinato de John Kennedy; do golpe militar à Guerra do Vietnã; da condecoração de Che Guevara à viagem do primeiro homem pelo espaço sideral, com Yuri Gagarin. O ineditismo e fascínio da obra residem justamente aí: o autor usa sua própria biografia como “linha do tempo” para relatar fatos notoriamente conhecidos.

Hoje, no alto dos seus 75 anos, Fernando Machado apresenta mais que uma autobiografia. O escritor e engenheiro civil aposentado compartilha com o leitor cenários e visões que só quem viveu aqueles tempos poderia tão bem descrever. E, principalmente, revela sentimentos genuínos e as experiências que fazem de um menino, um homem. Neste processo de amadurecimento, o alcoolismo e a recuperação em Alcoólicos Anônimos foram partes significativas.

A minha vida particular social-alcoólica estava provocando dissabores, cada vez maiores, pois estava bebendo muito e metendo-me em uma série interminável de acidentes de carro. Numa época sem bafômetro, nem radar, a velocidade máxima permitida era sistematicamente desprezada. Além disso, vez ou outra ocorriam episódios deploráveis, no fim das noites; alguns inconfessáveis, outros perdidos na amnésia alcoólica, blecaute que causa incapacidade de lembrança de fragmentos ou de eventos inteiros do período de embriaguez da noite anterior. Apagão! (P. 153, Gastura - rastreando as profundezas da mente)

Lançada pela Editora Viseu, Gastura - rastreando as profundezas da mente trata de alegrias, perdas, encantamentos, dificuldades. Da simplicidade da vida e o que dá sentido a ela. A gastura que intitula a obra como forma de expressão de tudo o que incomoda e machuca não apagou as lindas memórias de uma época em que o tempo passava em outra velocidade, bem distante da pressa exacerbada trazida pelo aparato tecnológico.



Ficha Técnica:
Título: GASTURA – rastreando as profundezas da mente
Autor: Fernando Machado
ISBN: 978 85 300 1367-7
Páginas: 262 páginas
Formato: 23x16 cm
Preço: R$ 53,90 e R$ 9,90 (eBook Kindle)
Link para compra: https://bit.ly/2UUYBP8

Sinopse do livro: Em uma viagem a Lisboa, encontrei, em uma das paredes azulejadas da estação “Saldanha” do metrô, alguns dizeres de anônimos, dentre os quais constava: “Ser autor é trazer-nos inédito o que ainda pertence ao conhecimento geral”. Minha obra traz, de incomum, um breve resumo de relevantes acontecimentos sociais, políticos, culturais, esportivos e até criminais, empregando como “linha do tempo” a minha autobiografia. Comecei abordando a infância feliz em São Paulo, há setenta anos, em uma Vila Mariana sem prédios, com poucos automóveis e muitas chácaras, situadas onde hoje se encontra o Parque do Ibirapuera. Termino minha narrativa, já nos dias atuais, com a aposentadoria em uma casa à beira-mar, na freguesia do Ribeirão da Ilha, em Florianópolis. 

Fernando Machado
Autor de "Gastura"

Sobre o autor: Engenheiro civil, formado pela Universidade Mackenzie, em 1968, especializei-me na execução de obras de engenharia sanitária, inicialmente como contratado e depois com minha própria empresa. No início do novo milênio, encerrei minhas atividades de raiz e criei um espaço multicultural, que permaneceu ativo por alguns anos, até minha aposentadoria factual e a mudança para Florianópolis onde, por fim, passei a dedicar-me à arte da escrita.

sexta-feira, 27 de março de 2020

QUARENTENA: Marcus Nakagawa libera acesso gratuito de seu livro "101 dias com ações mais sustentáveis"

Marcus Nakagawa libera acesso gratuito de seu livro "101 dias com ações mais sustentáveis" para os dias de quarentena

Com foco em sustentabilidade a obra do especialista em sustentabilidade está disponível na plataforma da Amazon por tempo limitado


Na busca por um lugar melhor para se viver o professor e coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS) e vencedor do Prêmio Jabuti 2019, o palestrante e especialista em sustentabilidade e empreendedorismo de impacto, Marcus Nakagawa, escreveu o livro “101 dias com ações mais sustentáveis para mudar o mundo”. A obra acaba de chegar à plataforma de vendas da Amazon e já pode ser consumida de forma gratuita pelo leitor digital, Kindle.

Com o propósito de incentivar a leitura e mudar os velhos hábitos nessa época de isolamento social, evitando assim a propagação do novo Coronavírus (Covid-19), a liberação do o livro é mais uma ação para que as pessoas fiquem em casa, cumpram esse período de quarentena e ainda utilizem o tempo para aprender mais sobre sustentabilidade, conscientiza Nakagawa.

Para quem deseja obter a obra física, o livro encontra nas livrarias e na da Editora labrador: http://www.editoralabrador.com.br/produto/101-dias-com-acoes-mais-sustentaveis-para-mudar-o-mundo/

Link para o ebook na Amazon: encurtador.com.br/mpGV3

Serviço:

Livro: 101 Dias com Ações mais Sustentáveis
Autor: Marcus Nakagawa
Editora: Labrador
Ano: 2018
Número de Páginas: 240

Sobre o autor

Marcus Nakagawa é professor da ESPM; coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS); idealizador e conselheiro da Abraps (Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade); e palestrante sobre sustentabilidade, empreendedorismo e estilo de vida. Vencedor do Prêmio Jabuti 2019/Economia Criativa com o livro 101 Dias com Ações Mais Sustentáveis para Mudar o Mundo e co-autor dos livros: Marketing para Ambientes Disruptivos e Nosso mundo: não temos plano B. www.marcusnakagawa.com.



Sobre o livro

Como colocar a sustentabilidade no meu dia a dia? Quais ações posso colocar em prática para melhorar o mundo? Depois de anos ouvindo essas perguntas praticamente todos os dias, Marcus Nakagawa reuniu o conhecimento que acumulou ao longo de sua rica experiência na área da sustentabilidade e criou 101 ações palpáveis para mudar o mundo. As ações, baseadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, englobam atividades que crianças, jovens e adultos podem implementar em sua rotina, inclusive em família! Com um pouco de interesse e dedicação, juntos, podemos fazer a diferença! E aí, preparados para começar?