Nossos vídeos

quarta-feira, 13 de maio de 2020

Aprenda a criar uma nova realidade para a sua vida


Escritor William Sanches, autor de 16 livros, lança obra pela Luz da Serra Editora com um tema de grande relevância para este momento: descobrir qual o caminho a seguir para alcançar a tão desejada vitória

Quando você escuta a palavra VITÓRIA: que música vem na sua mente de imediato? Com toda a certeza a canção instrumental “Tema da Vitória” que até hoje preenche a lembrança dos brasileiros com as incontáveis conquistas de Ayrton Senna. Sim. Ele era merecedor de tal canção e suou para chegar lá. Mas, o que o escritor e palestrante Willian Sanches quer ensinar no livro Desperte a sua Vitória é que todos, sem exceção, são dignos de terem uma música como essa para embalar suas conquistas e à exemplo do ídolo alcançar o topo.

Desperte a sua Vitória, da Luz da Serra Editora, propõe um caminho suave para o sucesso em todos os aspectos da vida. Na obra, Sanches questiona o leitor como seria ter uma vida muito melhor, o faz visualizar quais são as correntes que o prendem e impedem de avançarem. Trata-se de uma obra que ajuda a reprogramar a mente para o dinheiro, de maneira fácil, prática e leve.

Existem duas maneiras de ver a vida. Uma é como ganhador, que é como você vai passar a enxergar agora. Você escolhe se sentar no banco de aluno, olha para todas as situações e se pergunta: “O que posso aprender com isso?”. Só que tem muita gente que escolhe ver a vida como perdedor. Essas pessoas se sentam no banco da vítima, estão sempre reclamando e se tornam prisioneiras do fluxo da escassez.

Desperte a sua Vitória – pág 37

Sanches é famoso nas redes sociais por promover conteúdo com foco no desenvolvimento positivo e possui 16 livros publicados no Brasil e no exterior. Uma de suas premissas é acreditar na capacidade humana de se reinventar. “Eu não duvido do ser humano. O ser humano tem a capacidade de virar o jogo, cocriar prosperidade. E quando isso acontece, quando você sai da escassez, se abençoa e agradece todas as coisas boas que te aconteceram, você passa a confiar em si mesmo e cria à sua volta o verdadeiro círculo da vitória”, revela Sanches.

O círculo da vitória tão sonhado por todos é ensinado em detalhes na obra. Dividida em 11 capítulos e com 224 páginas, Sanches reúne todo conhecimento e experiência de mais de dez anos como terapeuta e educador na área de psicologia positiva.

Com prefácio assinado por Bruno Gimenes, cofundador do Grupo Luz da Serra, a obra passa por assuntos como lei da atração e do retorno; funcionamento da mente; o poder das palavras; os padrões mentais e as transformações causadas pela mudança de mindset; como reagir ao fluxo de escassez; ensina a desativar as crenças limitantes que impedem de ir além, como construir um mindset vitorioso e o resgate da essência para alcançar a vitória. Depois de seguir todas as recomendações do livro, o escritor garante: “todos podem ir muito mais além do lugar que estão agora!”

Ficha Técnica:
Título: Desperte a sua Vitória
Subtítulo: método poderoso para destravar suas crenças limitantes e criar uma nova realidade
Autor: William Sanches
Editora: Luz da Serra Editora
Páginas: 224
ISBN: 978-85-64463-91-2
Formato: 16x23cm
Preço: R$ 49,90
Links de pré-venda: https://amzn.to/35Q4ZuB ou https://bit.ly/360U81j

Sinopse: Como seria ter uma vida muito melhor do que a que você tem hoje? E se você se livrasse das correntes que te prendem e te impedem de avançar? Imagine acabar com a ansiedade, deixar para trás o fluxo da escassez e viver a verdadeira prosperidade. Este livro vai ajudar você a percorrer um caminho mais suave rumo à sua vitória. Ao longo dos capítulos, William Sanches mostra conceitos e técnicas para que você possa reprogramar a sua mente e mudar completamente a sua vida. E tudo isso de uma maneira fácil, prática e leve. Você pode ir muito além do lugar em que está agora!



Sobre o autor: 

Willian Sanches está dentre os maiores destaques quando se trata de assuntos relacionados ao Desenvolvimento de Potenciais e Espiritualidade. É Terapeuta Transpessoal, especialista em Programação Neurolinguística, Hipnose na Prática Terapêutica e Treinador Mental formado pela Sociedade Brasileira de Coaching. Cursou Letras e Pedagogia e pós-graduou-se em Literaturas, Educação e Psicologia Positiva. Também estudou as Questões Sociais do Novo Milênio na Universidade de Coimbra, em Portugal. Apaixonado pelas questões que envolvem a alma, aprofundou-se nos estudos sobre espiritualidade independente e participou de Retiros pelo Brasil, Índia e Israel. Com uma linguagem dinâmica e atual consegue permitir uma reflexão capaz de construir novos caminhos. Educador por excelência, dedica-se às Palestras, Cursos e Workshops que profere em todo o Mundo, já atingindo um público estimado em dois milhões de pessoas. Possui 16 livros publicados no Brasil, Europa e em toda América Latina.

Site
www.williamsanches.com.br

Redes Sociais
Instagram: @williamsanchesoficial
YouTube: William Sanches Videos

domingo, 3 de maio de 2020

A Astrologia como ponte para o autoconhecimento

A Astrologia é capaz de nos conectar com as profundezas de nossa alma e pode ser compreendida como um caminho importante para o desenvolvimento interior. De forma ampla, ela estuda a influência de astros e estrelas no comportamento humano. Para nos ajudar a desvendar essa conexão, o astrólogo André Mantovanni, colunista do programa Melhor da Tarde (Band TV), lança Os Astros Guiam seu Destino, pela Editora Pensamento.

Este livro é um manual prático que ensina o leitor a interpretar seu Mapa Astral de maneira muito simples, conectando-o ao seu propósito de alma e às suas consciência e reais potencialidades.

Para Mantovanni, “a ciência pode explicar muito sobre como o Universo opera, mas falha ao responder perguntas muito mais antigas, como: ‘Qual é o sentido de nossa vida? Por que estamos aqui? Qual é o nosso propósito? ’. Em relação a todas essas perguntas, a Astrologia pode apontar um horizonte de respostas, e as estrelas podem ser os luzeiros que brilham para indicar muitos desses caminhos”.

“Hoje, cada vez mais temos um interesse cada vez maior de milhares de pessoas sobre a Astrologia. Isso ajudou a tirar a obscuridade dos tempos antigos e a Astrologia ganhou adeptos no mundo todo, com abordagens cada vez mais modernas, sem abrir mão de suas tradições” – André Mantovanni

A obra explica detalhadamente o que é um mapa astral, como utilizá-lo de forma prática, qual seu papel em nossas vidas, os 12 signos do zodíaco, traços de personalidade no campo afetivo, no trabalho, na família, e no convívio com amigos, além de fazer um “Raio X” de cada um deles. Explica também o que são e como desvendar o signo ascendente, o signo lunar, a posição dos planetas além de detalhar em tabelas de interpretação todos os pontos importantes de um mapa astral natal.

Mantovanni mostra, ainda, o significado da Roda da Fortuna e o papel de figuras mitológicas como Lilith e Quíron no mapa astral, como pontos de vital importância para uma maior compreensão de nós mesmos. Os Astros Guiam seu Destino conta com um projeto gráfico moderno, totalmente colorido e com capa dura.

É um convite para que o leitor faça um trajeto pelas suas sendas interiores e possa desenvolver seus potenciais mais saudáveis e felizes em todas as áreas de sua jornada pessoal, além de encontrar mais sentido para seu projeto de vida, o que podemos chamar de destino.



“Quando passamos a conhecer todas as nossas potencialidades (positivas e negativas) e compreender que carregamos um projeto de vida a ser cumprido passamos a ter mais consciência do que chamamos de destino. Ficar atento àquilo que ‘eu sou’, vislumbrar onde minha alma pretende chegar e, ao mesmo tempo, o que posso ou não fazer para que isso se realize é algo extremamente importante” e é nessa esfera que a Astrologia consegue cumprir o seu papel” – André Mantovanni

sábado, 2 de maio de 2020

A história da França contada por meio da Gastronomia


Livro revela as origens por trás dos mais famosos pratos e bebidas da culinária francesa


É incrível como a culinária pode dizer tanto sobre uma nação, explicar seus hábitos e contextos históricos. Por isso, temperos, aromas e sabores são muito mais que simples termos do vocabulário de um chef estrelado. “A Deliciosa História da França”, lançamento da editora Seoman, mostra, justamente, como se deu esse percurso no país reconhecido pelas suas centenas de queijos e vinhos. Ao investigar as origens de diversos alimentos típicos franceses, os autores fazem um passeio diferente e agradável pelo panorama histórico da França.

Escrito pelo casal Stéphane Rénault, um especialista em queijos franceses, e Jeni Mitchell, uma intelectual norte-americana, Ph.D, o livro nasceu da vontade de ambos em reunir narrativas em torno da alimentação quando Stéphane passou a apresentar as variedades de queijos para Jeni e a descobrir mais novidades sobre essas iguarias.

Para desenvolver esta obra, o casal visitou restaurantes, se debruçaram sobre livros de referência e em diversas pesquisas. Em “A Deliciosa História da França”, o leitor descobrirá, por exemplo, que antigamente os cidadãos franceses preferiam a cerveja ao vinho, que os gauleses foram os responsáveis para trazer para o país o barril de madeira – sem o qual não poderíamos apreciar muitas bebidas alcóolicas do modo como fazemos hoje –, que, desde o reinado de Carlos Magno, a apicultura era um grande investimento e que cozinhar com manteiga era considerado hábito dos bárbaros e incivilizados.

Ao longo do texto, carregado de muito humor, os autores apresentam os ancestrais gauleses, a dominação romana, os ataques dos vikings, entre outras importantes passagens históricas da França, para detalhar a origem de diversos insumos gastronômicos.

Mostram, nessa trajetória, diversas curiosidades, entre as quais: como o cassoulet ajudou os franceses a vencerem uma guerra, como o crepe (sim, o crepe) derrotou Napoleão, além das origens de queijos famosos como o Roquefort, o Camembert e o Chabichou, sem esquecerem também da história por trás do surgimento de vários tipos de vinhos, do croissant e do absinto, é claro.

Uma obra que nos dá vontade de viajar e desvendar não só os sabores das grandes cidades, mas, também dos pequenos vilarejos. “A Deliciosa História da França” é uma leitura surpreendente até para os mais experientes amantes da culinária e da cultura europeia.


ELOGIOS AO LIVRO:

“Há aqui tanta informação deliciosa sobre a cozinha, a história e a cultura da França, que você se sentirá tentado a avançar com rapidez. Não faça isso! Tal como ocorre com pratos requintados, vinhos soberbos e boa conversa, o maior prazer está em seguir a orientação do autor e saborear este livro aos poucos, degustando linha por linha. ” – Dorie Greenspan, autora best-seller do New York Times e escritora premiada de Around My French Table e Dorie's Cookies

“Os franceses já terão feito alguma coisa que não fosse motivada, de uma maneira ou de outra, por sua busca por boa comida? Parece que não. E para mim é quase impossível imaginar um ângulo mais fascinante ou excitante para visualizar a história da França do que o adotado por este livro maravilhoso. ” – Clotilde Dusoulier, autora de Tasting Paris: 100 Recipes to Eat like a Local

“Quem diria que um garfo teria tanta relação com uma baioneta? Da introdução do vinho na Gália pelos romanos até o suprimento de crepes feito por Napoleão antes de invadir a Rússia, A Deliciosa História da França oferece um meio fascinante de explorar as origens das tradições culinárias francesas. Divertido e historicamente bem pesquisado, este livro saboroso o fará querer assaltar a geladeira após a leitura, ou mesmo visitar o bistrô mais próximo da sua casa em busca de uma satisfação ainda maior que esta divertida leitura. ” – Jean Lopez, fundador e editor-chefe de Guerres & Histoire

Sobre os autores:

STÉPHANE HÉNAUT foi criado em Frankfurt (Alemanha) e Nantes (França), antes de se mudar para Londres (Inglaterra) e iniciar uma abrangente carreira culinária. Trabalhou, inclusive, na fromagerie da Harrods e preparou pratos para os banquetes do prefeito de Londres. Depois, voltou com a família para Nantes, onde vendia legumes exóticos em uma fruiterie francesa, antes de entrar para uma das mais requintadas fromageries de Berlim.

JENI MITCHELL passou boa parte de sua vida adulta em Washington, DC, nos Estados Unidos, trabalhando como pesquisadora e editora de assuntos estrangeiros, antes de se mudar para Londres e iniciar seu curso universitário. Conheceu Stéphane no primeiro dia em Londres; quatro anos depois, casaram-se. Tem PhD em Estudos Militares pelo King's College London, onde é professora-assistente em Guerra Civil, Insurreição e Rebelião.

Sobre o Grupo Editorial Pensamento:
Mais que livros, inspiração!

Desde 1907, o Grupo Editorial Pensamento publica livros para um mundo em constante transformação e aposta em obras reflexivas e pioneiras. Na busca desse objetivo, construímos uma das maiores e mais tradicionais empresas editoriais do Brasil. Hoje, o Grupo é formado por quatro selos: Pensamento, Cultrix, Seoman e Jangada e possui em catálogo aproximadamente 2 mil títulos, publicando cerca de 80 lançamentos ao ano. Ao longo de sua trajetória, o Grupo Editorial Pensamento aposta em mensagens que procuram expandir o corpo, a mente e o espírito. Mensagens que emanam energia positiva e bem-estar. Mensagens que equilibram o ser. Mensagens que transformam o mundo.

Serviço:

Livro: A Deliciosa História da França
Autores: Stéphane Hénaut e Jeni Mitchell
Editora: Seoman
Páginas: 416

segunda-feira, 27 de abril de 2020

Dia da Literatura Brasileira: sete produções nacionais de boa teologia que todos deveriam ler


Em 1º de maio, comemora-se o Dia da Literatura Brasileira e, para homenagear essa data tão importante para a cultura nacional, a Editora Mundo Cristão separou uma lista de livros escritos por brasileiros. Em meio ao vasto catálogo do grupo editorial, as sete obras abaixo, além de apresentar uma boa teologia, proporcionam aos leitores momentos de reflexão, esperança e comunhão, confira:
Brasil Polifônico: Escrita pelo pesquisador do Instituto Pensando, Davi Lago, a obra resgata os marcos civilizatórios da sociedade moderna e os princípios da teologia política, aplicando-os à complexa realidade brasileira. Nesse contexto, não é possível que a voz dos evangélicos deixe de ser considerada nas principais discussões da nação. Da mesma forma, esse grupo precisa saber ouvir vozes dissonantes, mas igualmente relevantes no contexto de uma sociedade plural.

Terceirização da Fé: Em sua nova obra, Terceirização da Fé: Assuma a responsabilidade do seu relacionamento com Deus, o autor Tomás Camba apresenta ao leitor maneiras de sincronizar o coração ao do Pai de forma esclarecedora. A obra traz uma visão alternativa e esclarecedora sobre o nosso acesso direto com Deus, mostrando os caminhos para se tornar o protagonista da sua própria fé.

O Enigma da Bíblia de Gutenberg: Escrito pelo jornalista Maurício Zágari, a obra traz as aventuras de Daniel, um jovem cristão determinado a encontrar respostas para um crime cometido dentro de sua própria igreja. Para isso, ele terá de enfrentar altos riscos, ao mesmo tempo em que aprenderá lições valiosas sobre si mesmo e sua fé.

A sala de espera de Deus: O que fazer quando a espera vem em forma de más notícias, enfermidades, dores e lutas? De que maneira devemos nos portar quando as circunstâncias não nos dão outra opção a não ser esperar e ser resilientes? Como enfrentar esses momentos com coragem, calma e confiança, sem perder a fé? Lisânias Moura, escritor, pastor e teólogo, traz respostas a tais questões em seu novo livro A Sala de espera de Deus a obra aponta um caminho de esperança para quem está aflito. Nela, Lisânias compartilha casos reais de pessoas que passaram por situações difíceis e traz belas lições extraídas do livro bíblico do profeta Habacuque, revelando que é possível superar as crises da vida.

Formigas: "O sábio aprende observando as formigas", diz o texto sagrado, e foi oque os autores William Douglas e Davi Lago, fizeram neste livro, seguiram exemplos de notáveis como Esopo, Mark Twain, H.G. Wells, Olavo Bilac e Lygia Fagundes Telles. Com reflexões sobre apenas quatro versículos do livro de Provérbios, os autores conseguiram elaborar princípios capazes de levar pessoas comuns a reflexões úteis para o dia a dia.

Livre!: Escrito por Saulo Ribeiro, a obra traz informação e compaixão para dependentes de drogas lícitas e ilícitas, seus amigos e parentes, e quem deseja conhecer mais a respeito do grande drama global que envolve a dependência química. Com formação acadêmica qualificada, somada à longa experiência prática, Saulo lança mão de dados científicos e estatísticos que não só conferem rigor técnico ao texto, mas profundo viés humanitário, traduzido em casos reais que dão esperança para quem não vê mais saída.

O Deus da Esperança: Com o objetivo de disseminar a semente da esperança e mostrar que ela, juntamente com o Senhor, pode trazer alegria no coração de cada pessoa mesmo nas horas adversas, foi que Flavio Valvassoura escreveu a obra O Deus da esperança: Motivação e alegria em meio às dificuldades da vida. Neste livro, o pastor, escritor e conferencista internacional compartilha verdades contundentes sobre o grandioso poder de Deus. Por meio da apresentação dos princípios bíblicos e fatos memoráveis das Escrituras, o livro proporciona momentos de inspiração para o cotidiano.

segunda-feira, 20 de abril de 2020

Tiradentes, Brasília e Tancredo - O que eles têm em comum?

O feriado do dia 21 de abril é dedicado a homenagear Tiradentes, mártir da Inconfidência Mineira. Mas o que nem todos se lembram é que a data também marca a inauguração de Brasília como a nova capital federal, há exatos 60 anos. Foi, ainda, em 21 de abril, que era anunciada a morte do então presidente Tancredo Neves, em 1985.

Fatos políticos marcantes como estes são lembrados pelo escritor Fernando Machado em "Gastura - rastreando as profundezas da mente". A obra recém-lançada mistura acontecimentos que fizeram história no Brasil e no mundo com a biografia no autor. Os relatos incluem sete décadas, começando pela de 1950, na capital paulista, e incluem não só a política, mas o esporte e a cultura.

Verdadeira memória viva das transformações aqui e no mundo, Fernando está disponível para entrevistas sobre seu livro e as emocionantes vivências e percepções sobre os fatos que acompanhou ao longo de tantos anos.

Sete décadas na vida de um homem comum

Na autobiografia "Gastura - rastreando as profundezas da mente", Fernando Machado intercala vivências pessoais a fatos históricos no Brasil e no mundo


O Parque Ibirapuera ainda não existia. No Cine Leblon, as sessões aos domingos de manhã exibiam Tom e Jerry. O bonde era um veículo de locomoção usual na Avenida Conselheiro Rodrigues Alves. Os circos estavam na moda. A televisão virou uma novidade entre os vizinhos, que se reuniam na casa de quem tinha o privilégio de comprar o aparelho.

A São Paulo dos anos 1950 é o ponto de partida do escritor Fernando Machado em Gastura - rastreando as profundezas da mente. De memórias cotidianas a fatos históricos marcantes, a obra parte da ótica de quem viveu seus primeiros anos na Vila Mariana e acompanhou, no calor dos acontecimentos, os principais episódios sociais, políticos, culturais e esportivos daquela e das seis décadas seguintes.

No dia da partida final, meu pai nos preparou uma surpresa: colocou no jardim, perto do chorão social, um equipamento inusitado: móvel baixo e comprido, com três repartições, rádio, toca discos 78 rpm e alto-falante. Era chamado de hi-fi, aparelho de rádio e vitrola valvulado com som em alta fidelidade; nessa época, ainda não havia televisores. A família toda, tios, primos e vários amigos ficavam sentados na grama do jardim de casa, para ouvir o jogo, bebendo cerveja e caipirinha. Meu pai era tolerante com um pouco de bebida alcoólica para os garotos; a cada gol, havia gritaria e fogos. E foram cinco! (P. 32, Gastura - rastreando as profundezas da mente)

Assim como a final da Copa de 1958, o livro mescla passagens da vida do autor a acontecimentos no Brasil e no mundo. Da morte de Getúlio Vargas ao assassinato de John Kennedy; do golpe militar à Guerra do Vietnã; da condecoração de Che Guevara à viagem do primeiro homem pelo espaço sideral, com Yuri Gagarin. O ineditismo e fascínio da obra residem justamente aí: o autor usa sua própria biografia como “linha do tempo” para relatar fatos notoriamente conhecidos.

Hoje, no alto dos seus 75 anos, Fernando Machado apresenta mais que uma autobiografia. O escritor e engenheiro civil aposentado compartilha com o leitor cenários e visões que só quem viveu aqueles tempos poderia tão bem descrever. E, principalmente, revela sentimentos genuínos e as experiências que fazem de um menino, um homem. Neste processo de amadurecimento, o alcoolismo e a recuperação em Alcoólicos Anônimos foram partes significativas.

A minha vida particular social-alcoólica estava provocando dissabores, cada vez maiores, pois estava bebendo muito e metendo-me em uma série interminável de acidentes de carro. Numa época sem bafômetro, nem radar, a velocidade máxima permitida era sistematicamente desprezada. Além disso, vez ou outra ocorriam episódios deploráveis, no fim das noites; alguns inconfessáveis, outros perdidos na amnésia alcoólica, blecaute que causa incapacidade de lembrança de fragmentos ou de eventos inteiros do período de embriaguez da noite anterior. Apagão! (P. 153, Gastura - rastreando as profundezas da mente)

Lançada pela Editora Viseu, Gastura - rastreando as profundezas da mente trata de alegrias, perdas, encantamentos, dificuldades. Da simplicidade da vida e o que dá sentido a ela. A gastura que intitula a obra como forma de expressão de tudo o que incomoda e machuca não apagou as lindas memórias de uma época em que o tempo passava em outra velocidade, bem distante da pressa exacerbada trazida pelo aparato tecnológico.



Ficha Técnica:
Título: GASTURA – rastreando as profundezas da mente
Autor: Fernando Machado
ISBN: 978 85 300 1367-7
Páginas: 262 páginas
Formato: 23x16 cm
Preço: R$ 53,90 e R$ 9,90 (eBook Kindle)
Link para compra: https://bit.ly/2UUYBP8

Sinopse do livro: Em uma viagem a Lisboa, encontrei, em uma das paredes azulejadas da estação “Saldanha” do metrô, alguns dizeres de anônimos, dentre os quais constava: “Ser autor é trazer-nos inédito o que ainda pertence ao conhecimento geral”. Minha obra traz, de incomum, um breve resumo de relevantes acontecimentos sociais, políticos, culturais, esportivos e até criminais, empregando como “linha do tempo” a minha autobiografia. Comecei abordando a infância feliz em São Paulo, há setenta anos, em uma Vila Mariana sem prédios, com poucos automóveis e muitas chácaras, situadas onde hoje se encontra o Parque do Ibirapuera. Termino minha narrativa, já nos dias atuais, com a aposentadoria em uma casa à beira-mar, na freguesia do Ribeirão da Ilha, em Florianópolis. 

Fernando Machado
Autor de "Gastura"

Sobre o autor: Engenheiro civil, formado pela Universidade Mackenzie, em 1968, especializei-me na execução de obras de engenharia sanitária, inicialmente como contratado e depois com minha própria empresa. No início do novo milênio, encerrei minhas atividades de raiz e criei um espaço multicultural, que permaneceu ativo por alguns anos, até minha aposentadoria factual e a mudança para Florianópolis onde, por fim, passei a dedicar-me à arte da escrita.

sexta-feira, 27 de março de 2020

QUARENTENA: Marcus Nakagawa libera acesso gratuito de seu livro "101 dias com ações mais sustentáveis"

Marcus Nakagawa libera acesso gratuito de seu livro "101 dias com ações mais sustentáveis" para os dias de quarentena

Com foco em sustentabilidade a obra do especialista em sustentabilidade está disponível na plataforma da Amazon por tempo limitado


Na busca por um lugar melhor para se viver o professor e coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS) e vencedor do Prêmio Jabuti 2019, o palestrante e especialista em sustentabilidade e empreendedorismo de impacto, Marcus Nakagawa, escreveu o livro “101 dias com ações mais sustentáveis para mudar o mundo”. A obra acaba de chegar à plataforma de vendas da Amazon e já pode ser consumida de forma gratuita pelo leitor digital, Kindle.

Com o propósito de incentivar a leitura e mudar os velhos hábitos nessa época de isolamento social, evitando assim a propagação do novo Coronavírus (Covid-19), a liberação do o livro é mais uma ação para que as pessoas fiquem em casa, cumpram esse período de quarentena e ainda utilizem o tempo para aprender mais sobre sustentabilidade, conscientiza Nakagawa.

Para quem deseja obter a obra física, o livro encontra nas livrarias e na da Editora labrador: http://www.editoralabrador.com.br/produto/101-dias-com-acoes-mais-sustentaveis-para-mudar-o-mundo/

Link para o ebook na Amazon: encurtador.com.br/mpGV3

Serviço:

Livro: 101 Dias com Ações mais Sustentáveis
Autor: Marcus Nakagawa
Editora: Labrador
Ano: 2018
Número de Páginas: 240

Sobre o autor

Marcus Nakagawa é professor da ESPM; coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS); idealizador e conselheiro da Abraps (Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade); e palestrante sobre sustentabilidade, empreendedorismo e estilo de vida. Vencedor do Prêmio Jabuti 2019/Economia Criativa com o livro 101 Dias com Ações Mais Sustentáveis para Mudar o Mundo e co-autor dos livros: Marketing para Ambientes Disruptivos e Nosso mundo: não temos plano B. www.marcusnakagawa.com.



Sobre o livro

Como colocar a sustentabilidade no meu dia a dia? Quais ações posso colocar em prática para melhorar o mundo? Depois de anos ouvindo essas perguntas praticamente todos os dias, Marcus Nakagawa reuniu o conhecimento que acumulou ao longo de sua rica experiência na área da sustentabilidade e criou 101 ações palpáveis para mudar o mundo. As ações, baseadas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, englobam atividades que crianças, jovens e adultos podem implementar em sua rotina, inclusive em família! Com um pouco de interesse e dedicação, juntos, podemos fazer a diferença! E aí, preparados para começar?

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Uma aventura que transcende o tempo, o espaço e as convenções sociais



O livro "As Cinco Esposas de Nathan" é a história surpreendente de um homem comum que para de envelhecer, conhece os maiores segredos da Terra e casa com cinco grandes mulheres

Sabe aqueles livros que você lê sem parar e no final quer mais? Assim é a obra As Cinco Esposas de Nathan – As Guardiãs da História, escrita pelo paulistano Clovis Nicacio e lançada pela Editora Casa do Escritor. Para todos os gostos, a narrativa contém fantasia, ficção científica, ação, alienígenas, viagens no tempo, romance, quebra de tabus e, é claro, mulheres muito empoderadas.

O livro conta a história de Nathan, homem comum e sem grandes pretensões que teve uma das pernas amputada quando criança. Uma lesão no local da prótese o leva a um pronto-socorro em São Paulo e ele é atendido por uma estranha médica militar com técnicas futuristas. Mais do que aliviar sua dor, a doutora Sigma Um, lhe dá saúde eterna, insinua que será sua esposa e marca um novo encontro para daqui a… 78 anos.

As Cinco Esposas de Nathan – As Guardiãs da História é uma narrativa de personagens fortes. E a resistência de Nathan choca a todos. Ele consegue entrar em uma organização que protege o segredo da existência de extraterrestres para não causar pânico aos terráqueos. O personagem entra para a ONU, como Sigma havia dito que aconteceria, e a encontra no ano marcado de 2093. Descobre o nome da médica: Anne. É quando conhece Yvetha, uma extraterrestre azul com quatro braços, extremamente doce e sensível. Sue e Shae surgem em 2150. Por último, Bia, uma jovem sueca loiríssima. Todas as esposas de Nathan são militares e mulheres especiais. Cada uma exerce sua força para ajudá-lo a se manter vivo por quase três séculos. Juntos, os seis vivem um casamento poligâmico, onde não há competições nem preferências.

Clovis Nicacio é um escritor experimentado e lançou seu primeiro livro em 2013, sobre Alana, a vampira curada que mudou o mundo. Desde então, a Terra ficou pequena para o autor, e suas histórias transcenderam o planeta. Vieram clones, extraterrestres, entidades providas de inteligência artificial e viagens no tempo. Em todas as obras, há sempre mulheres fortes e empoderadas. Dedicando-se durante quase metade de sua vida à tecnologia da informação, Clovis acredita ter aprendido que só o que não se torna obsoleto é a necessidade de pensar, materializada na literatura.

O livro As Cinco Esposas de Nathan – As Guardiãs da História vai fazer o leitor viajar por reinos feudais no espaço sideral, paradoxos temporais, naves invisíveis, canhões desintegradores e uma deusa manipuladora que se alimenta de amor desde a pré-história. Uma leitura de tirar o fôlego.

Ficha técnica:
Título: As Cinco Esposas de Nathan
Autor: Clovis Nicacio
ISBN: 9788592229375
Editora: Casa do Escritor
Altura: 22,9 cm
Largura: 15,2 cm
Preço: 54,00


Sinopse do livro: Quer conhecer mulheres empoderadas? Tem cinco militares ativas que mandam e desmandam, e ainda conseguem tempo para amar, chorar e sorrir. Quer fantasia? Tem um reino feudal, onde o Rei envia a Princesa herdeira para uma colônia no espaço distante. Quer ficção científica? Temos naves invisíveis voando no hiperespaço mais rápidas que a luz, armadas com canhões desintegradores, pistolas sônicas, interferótipos e envelopadas por neutrinos. Quer mais ciência? Entenda paradoxos temporais criados apenas porque sabemos deles. Quer tabus? Saiba como é um casamento poligâmico entre seis pessoas onde não existe preferências nem competição. Ou como a fé faz milagres quando tudo está perdido. Quer ação? Tem fuzileiros se caçando e se matando em florestas, terroristas combatidos em terra, no ar e no espaço, perseguição e bloqueios por esquadras espaciais, acrescentado de traições e disputas sanguinárias. Quer alienígenas? Está cheio de lagartanos, reptilianos, kerns, transmorfos, tarântulos, espectros e outras espécies, amigos e inimigos. De todas as cores, tamanhos, docilidade e ferocidade. Quer romance? Descubra como a deusa manipula todos para se alimentar de amor, desde a pré-história. E isso é só o primeiro volume. Ainda vem muito mais por aí.


Sobre o autor: Clovis Nicacio lançou o primeiro livro em 2013, apenas para provar que vampiros não é um tema morto. Alana, a vampira curada mudou o mundo. Várias personagens se destacaram naquele mundo novo e ganharam aventuras próprias. A Terra ficou pequena. Então surgiu um Recruta espacial sem nome, vítima de preconceito, para quem tudo termina bem, seja pela capacidade dele ou por forças provenientes do cosmo. Vieram os clones, as entidades providas de Inteligência Artificial, as viagens no tempo e as cortinas de neutrinos. Isso até agora, pois o futuro continua mandando mensagens.

Desenvolver tudo isso só foi possível graças a mais de meia vida aprendendo a pensar, estudar, ler e escrever relatórios, trabalhando com TI para uma Multinacional. Aprendeu que Tecnologia passa e se torna obsoleta, mas a necessidade de pensar e aprender são eternas. É hora de usar a experiência adquirida em algo útil e perene: Literatura. O futuro já foi ficção, no presente é possibilidade e amanhã será passado.

Site do autor: www.clovisnicacio.com