Assista nosso Programa

sábado, 26 de fevereiro de 2011

O MERCADÃO DA FÉ

O pesquisador Carlos A. Caccia lançará na próxima segunda-feira, 28 de fevereiro, a partir das 19 horas, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista 2073 - esquina R. Augusta - São Paulo/SP), o livro "O Mercadão da Fé".

Na obra, Carlos A. Caccia coloca em pauta a discussão mais antiga da Humanidade: as religiões, a fé e seus mercadores. A partir de citações da Bíblia, o autor questiona dogmas e mecanismos utilizados pelos "mercadores da fé" para atrair fiéis e manter seus "rebanhos".

Há mais de 2000 anos religiosos e ateus esperam por uma resposta.

Sobre o Autor:

Carlos A. Caccia
Pesquisador e Escritor
 Carlos A. Caccia é pesquisador e pensador. Estuda a Bíblia e as religiões há mais de 30 anos e agora coloca suas dúvidas e questionamentos nos livros da série Credo Quia Absurdum.

O livro O Mercadão da Fé é o primeiro da série que suscita o debate sobre as religiões e seus métodos.





Serviço:
Lançamento: livro O Mercadão da Fé
Data: Segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011
Horário: a partir das 19 horas
Local: Livraria Cultura do Conjunto Nacional
Endereço: Av. Paulista 2073 (esquina com R. Augusta) Ficha técnica:
Livro: O Mercadão da Fé
Autor: Carlos A. Caccia
Editora: Exterior Editora
Número de páginas: 232 páginas
ISBN: 978-85-63452-04-7
Preço: R$ 39,90
Venda no site http://www.exterioreditora.com.br/


domingo, 6 de fevereiro de 2011

O discurso do rei

Editora José Olympio lança livro que deu origem ao filme favorito ao Oscar

Em 1936, um plebeu australiano seria o responsável por salvar a Monarquia Britânica. Surpreendido pela abdicação do Rei Eduardo VIII, o inseguro e gago Duque de York viu-se como primeiro na linha de sucessão. Desacreditado pela Família Real, que o considerava inadequado para assumir a Coroa, ele viu no terapeuta e autodidata australiano Lionel Logue a solução para mudar sua reputação e assumir o trono. Com métodos poucos convencionais, Logue transformou o vacilante duque no Rei George VI, um dos monarcas mais reverenciados do Reino Unido por ter conduzido a Grã-Bretanha com força e determinação durante a Segunda Guerra Mundial. Com base nos arquivos e diários do australiano, O DISCURSO DO REI – COMO UM HOMEM SALVOU A MONARQUIA BRITÂNICA, de Mark Logue e Peter Conradi, remonta a relação de amizade e confiança que surgiu do encontro desses dois homens tão díspares. O livro acaba de ser adaptado para o cinema, tendo ganhado um lobo de Ouro (melhor ator)e 12 indicações ao Oscar.

O discurso do Rei

(The King's Speech)

Mark Logue e Peter Conradi

ISBN: 978-85-03-01104-4

Formato: 16 x 23cm

Páginas: 192

Preço: 29,90



No ano de 1936, a conservadora Família Real Britânica encontrava-se em uma situação nada confortável. O jovem monarca Eduardo VIII havia abdicado do trono por amor à americana divorciada Wallis Simpson. Em seu lugar, deveria assumir seu irmão, o inseguro e com problemas de fala Duque de York.

Transformar o rapaz considerado inadequado para o trono no novo líder da nação parecia uma tarefa impossível. A solução veio de forma nada convencional. Ao invés da ajuda de um primeiro-ministro ou o arcebispo de Canteburry, seria o desconhecido e autodidata terapeuta vocal australiano Lionel Logue o responsável pela transformação do duque em George VI, um dos reis mais populares da Grã-Bretanha.

Através de métodos considerados pouco ortodoxos, Logue ajudou o rei a adquirir a confiança necessária para liderar a Grã-Bretanha na Segunda Guerra Mundial. Para tanto, contou com a ajuda da esposa de George VI, a falecida rainha-mãe Elizabeth I, que não poupou esforços para reverter a reputação de seu marido.

A história dessa inusitada aliança, que resultou em uma emocionante amizade, é contada agora em O DISCURSO DO REI – COMO UM HOMEM SALVOU A MONARQUIA BRITÂNICA. Com base nos diários e arquivos de Lionel Logue, os autores Peter Conradi e Mark Logue, neto do terapeuta, reconstroem a relação de surpreendente intimidade entre dois homens absolutamente díspares. O livro traz ainda um encarte de fotos que ilustram os pontos altos da vida dos dois personagens.

Sucesso na Grã-Bretanha, o livro foi recentemente adaptado para o cinema, tendo ganhado um Globo de Ouro (melhor ator) e 12 indicações ao Oscar. Sua estreia no Brasil está agendada para 11 de fevereiro.

* Juliana Braga