Assista nosso Programa

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Livro infantil mostra maneira diferente de lidar com o medo

Obra “Diogo e o monstro” revela a mente de um menino reprimido pelo mundo perigoso das grandes cidades

Dormir cedo, não falar com estranhos, não abrir a porta sem perguntar quem é. O livro “Diogo e o monstro”, da escritora Cristina Von, dialoga sobre a vida de uma criança na cidade grande.

A obra é protagonizada por Diogo, que ao acompanhar notícias diárias de tragédias estampando as páginas dos jornais, crimes sendo exibidos todos os dias na televisão, começa a ficar assustado.

Grades nas janelas e portas sempre trancadas são a solução que os pais encontram para conseguir proteção. Mas nada disso diminui o medo do menino, que acaba encontrando um jeito diferente de lidar com seus temores.

Com uma linguagem simples e ilustrações divertidas de Eliza Freire, o livro traz uma abordagem diferente para um assunto sério, tornando –se recomendável para crianças a partir dos cinco anos de idade.


Serviço:
Livro Diogo e o monstro
Callis Editora
Autora: Cristina Von
Ilustração: Eliza Freire
21 cm x 28 cm
24 páginas
Preço sugerido: R$ 19,90
*
*
*
Publicidade:
BRINDES ESCOLARES PARA FESTAS INFANTIS
Imas de geladeira, calendários, diplominhas
Acesse: www.kidbrinde.webnode.com.pt

Editora Prumo lança Poemas de contagem e enigmas populares

Editora Prumo lança, pelo selo Pruminho, segundo livro da coleção Baú Folclórico:

Poemas de contagem e enigmas populares, da autora Lúcia Pimentel Góes

A Editora Prumo lança, este mês, o segundo livro da coleção Baú Folclórico: Poemas de contagem e enigmas populares, da consagrada autora Lúcia Pimentel Góes. Na obra, do Pruminho, os pequenos leitores encontrarão poemas alegres que brincam com os números e levam os leitores a decifrar divertidos enigmas sobre as coisas do cotidiano.

Os textos, que trazem um pouco do folclore dos povos de língua portuguesa, foram adaptados pela autora – uma das mais renomadas escritoras de livros infantis do país –, o que facilita a compreensão e o vocabulário das crianças e colabora para o intercâmbio cultural entre os países representantes do idioma. As ilustrações de Maria Eugênia dão um tom lúdico a cada um dos textos, sempre na medida certa.

A brincadeira perpassa por jogos de palavras e rimas engraçadas, além de adivinhações que prometem encantar até os mais grandinhos. O que é? O que é? Tenho uma íntima amiga, com quem eu muito me dou; Ela sem mim não é nada, eu sem ela nada sou. Adivinhou?

Para os que gostam de contar não irão faltar poemas: Um, dois. Feijão com Arroz. Três,quatro. Feijão no prato! Já para os mais curiosos, vale a leitura do poema O tanglomanglo, que segundo a lenda, é uma doença imaginária causada por feitiço de bruxa. Em meio a tantos poemas, difícil mesmo será escolher o mais legal. Na dúvida, vale um bis para a leitura.

Integram a coleção Baú Folclórico os livros Lendas portuguesas e Cantigas e contações, próximo lançamento da Editora.

Sobre a autora:
Lúcia Pimentel Góes nasceu em Amparo, no interior do Estado de São Paulo. É graduada em Música e Direito, pós-doutorada em Comunicação e Semiótica na PUC-SP, professora livre-docente e titular da Faculdade de Letras da USP. Já publicou dezenas de livros. Seu talento já foi inúmeras vezes reconhecido por meio de prêmios oferecidos pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e pela Câmara Brasileira do Livro (Prêmio Jabuti).

Sobre a ilustradora:
Maria Eugênia nasceu em São Paulo. Começou como ilustradora, na Folha de S.Paulo em 1991, onde continua ilustrando toda semana a coluna da Nina Horta; e na literatura infantojuvenil em 1995. Já ilustrou mais de cinquenta livros para crianças e adultos. Ganhou prêmios como o Bologna Raggazi Award, na Itália; o American Illustracion 27 e o Society of ilustrators de Nova York, nos Estados Unidos; e o White Ravens, na Alemanha.

FICHA TÉCNICA:
Título: Poemas de contagem e enigmas populares
Autora: Lúcia Pimentel Góes
Ilustradora: Maria Eugênia
Formato: 21 x 24 cm
Nº. de Páginas: 32
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-85-7927-006-2
Preço: R$ 28,90
*
*
*
PUBLICIDADE:
MINI PROJETOR - Preço e estoque por tempo limitado

Juventude rural e a agricultura familiar é um dos temas de livro do Ipea

Juventude rural e agricultura familiar é um dos temas de livro do Ipea
O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), por meio de sua Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc), lançou o livro Juventude e Políticas Sociais no Brasil, que aborda a inserção da temática juventude no âmbito das políticas sociais brasileiras.

O livro Juventude e Políticas Sociais no Brasil parte de uma série de análises já conduzidas pelo Ipea e que foram atualizadas e aprofundadas para esta publicação. Sua introdução apresenta uma abordagem ampla sobre a questão, recuperando os conceitos de juventude que têm servido como balizas operacionais para a atuação de governo e propondo a identificação das principais questões que afetam a juventude brasileira na atualidade.

O primeiro capítulo apresenta uma análise dos avanços e das dificuldades da recente Política Nacional de Juventude, implementada no Brasil a partir de 2004. O segundo capítulo analisa algumas características demográficas dos jovens brasileiros. Os dez capítulos seguintes apresentam análises sobre as ações voltadas para a juventude que o governo federal executa nas várias áreas de corte social (como educação, trabalho, saúde, assistência social, cultura, segurança pública etc.), colocando em perspectiva a adequação entre os temas que interessam à juventude e a forma como as políticas sociais têm lidado com o público jovem em suas estratégias de atuação.

*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:

Fazer diferença em meio a multidão

O que a vida me ensinou - Se você não existisse, que falta faria?


O mês de janeiro também é conhecido por ser o mês das promessas, em que as pessoas realizam o balanço de sua vida e comprometem-se a modificar inúmeras atitudes tomadas nos anos anteriores. São dietas, academias, revolução no trabalho e comportamentos que incomodam não apenas aos outros, mas principalmente quem as pratica, sempre na intenção de tornarem-se pessoas melhores.

Fazer diferença em meio à multidão não é uma tarefa fácil, são poucos os que garantem a característica de único ou de inconfundível. Talvez quando traçar as metas neste início de ano, inclua essa nova alternativa, fazer diferença em tempos modernos. Porém é simples dizer quem são os mais importantes palestrantes, publicitários, médicos, professores, artistas ou empresários brasileiros – mas poucas pessoas sabem dos obstáculos, dilemas e medos que essas pessoas enfrentaram para se tornarem o que são hoje.

Há quem diga que o determinante na vida de uma pessoa não é necessariamente o que acontece com ela, mas sim como essa pessoa reage e age diante do que acontece.
Essa é umas das lições que o livro “O que a vida me ensinou - Se você não existisse, que falta faria?” ensina a quem pretende fazer a diferença entre os demais. Cortella "filosofa" sobre os episódios mais marcantes de sua vida com o pai, a mãe, os avós, com adversidade, desafios, solidão, perdas, frustração, vitórias, amor, medo, arte, recomeço, constrangimento. Além disso, reflete sobre a razão de estar vivo: amor e paixão; saudade e nostalgia; exposição e anonimato; felicidade e tristeza, temas fundamentais a toda pessoa que busca o seu lugar no mundo.

O autor, um dos melhores palestrantes do Brasil, trará às pessoas e suas relações, o que faz uma pessoa ser o que é, por que algumas pessoas dão certo e outras não e outros pontos de reflexão do ser humano.

A coleção “O que a vida me ensinou”, lançada pela Editora Saraiva, trará nomes conhecidos e experiências por eles vividas, no qual serão reveladas as principais experiências, episódios e desafios que nortearam as pessoas que hoje se tornaram ícones no mercado.

Sobre o autor:
Mario Sergio Cortella é mestre e doutor em Educação pela (PUC-SP); docente consultor e autor de diversos livros na área de Filosofia, Ciências da Religião, Ética e Responsabilidade Social, Educação e Gestão de Conhecimento.

O QUE A VIDA ME ENSINOU – Mario Sergio Cortella
Se você não existisse, que falta faria?
Mario Sergio Cortella
Editoras Saraiva e Versar, 1.ª edição, 2009, brochura, 112 páginas, R$ 24,90
ISBN: 978-85-02-09019-4
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:

"A mulher do Rio", de autoria da best-seller Jonis Agee

Amor, traição e perigo fundamentam a trama da Editora Prumo, que traz a historia de diferentes gerações de uma família que guarda um misterioso segredo

Editora Prumo lança, este mês, A mulher do rio, best-seller da autora norte-americana Jonis Agee. A obra é infalível em prender a atenção do leitor ao contar a história de diferentes gerações de uma família que guarda um misterioso segredo.

Tudo começa quando Hedie Rails, com 17 anos, espera um filho de Clement Ducharme. Expulsa de seu lar pela família, a jovem se casa e se muda para a propriedade do marido à margem do Rio Missouri, onde busca assimilar as súbitas mudanças em sua vida.

Curiosa, Hedie descobre os diários de Annie Lark Ducharme, suposta bisavó de Clement. Ela descobre que os livros, aparentemente esquecidos pelo tempo, guardam muito mais do que relatos de uma jovem – eles narram com detalhes o obscuro legado da família Ducharme.

A figura de Jacques Ducharme, bisavô de Clement, é quase uma descrição fiel de seu marido: romântico, apaixonado e misterioso. Mas, à medida que mergulha na vida de Annie Lark, Hedie vê que Jacques se transforma: ele passa vários dias fora de casa, além de se tornar um bêbado violento. Ao mesmo tempo, Clement torna-se cada vez mais ameaçador e mulherengo. Quando os acontecimentos narrados no diário passam a se assemelhar assustadoramente com sua vida, Hedie teme partilhar o mesmo destino de Annie Lark.

Transitando entre o final do século XIX, quando “assombração pelo passado” ia além da metáfora, e a grande depressão, em 1930, a obra de Jonis Agee resgata o melhor da temática sobrenatural com uma narrativa recheada de amor, traição e perigo, indispensável para admiradores de thrillers sobrenaturais.

Sobre a autora:
Jonis Agee nasceu em Omaha, no estado de Nebraska, e cresceu em Nebraska e Missouri, onde muitos de seus romances são ambientados. É autora de treze livros e já recebeu prêmios como a “Escolha do editor”, da ForeWord Magazine, e a “Medalha de Ouro em ficção”. Três de seus livros foram nomeados “Livros Notáveis do Ano” pelo New York Times.

FICHA TÉCNICA:

Título: A mulher do rio
Autora: Jonis Agee
Formato: 14x21
Nº. de Páginas: 584
Acabamento: Brochura
ISBN:978-85-7927-050-5
Preço: R$ 64,90
*
*
*
Publicidade:
Preços por tempo limitado:

Tesouros da Barsa resgata artigos de grandes intelectuais brasileiros no portal BarsaSaber.com

Na segunda semana de 2010, “Abstracionismo”, por Ferreira Gullar e Flavio de Aquino, “Theodor Adorno” e “Mario de Andrade”, por Otto Maria Carpeaux, e “Oscar Niemeyer”, por José Carlos Süssekind, são os artigos resgatados pelo projeto Tesouros da Barsa

Site Barsa Saber.com disponibiliza textos escritos por grandes intelectuais do país publicados originalmente na Enciclopédia Mirador e no Livro do Ano. Projeto reforça compromisso da editora em unir confiança e rigor no conteúdo – marcas da Barsa – com as novas tecnologias digitais

Quem conserva em casa a primeira edição da Enciclopédia Barsa, de 1964, pode ler textos como “Civilização do café”, por Sérgio Milliet, ou “Civilização do cacau”, por Jorge Amado. Textos de grande valor reflexivo que ficaram todos estes anos restritos àquela edição. Pensando nisso, a Editora Barsa Planeta dá continuidade ao projeto Tesouros da Barsa. São centenas de artigos de grandes intelectuais brasileiros, escritos ao longo das últimas quatro décadas com exclusividade para as enciclopédias Barsa e Mirador, e para o Livro do Ano, resgatados e tornados acessíveis no site da editora.

No portal Barsasaber.com é possível ler artigos escritos por Antônio Houaiss, Sérgio Milliet e Otto Maria Carpeaux, entre outros. Os textos são interligados por links formando uma ampla rede de conhecimento disponível para estudantes e leitores interessados. Além disso, a editora publica no site artigos que refletem sobre temas contemporâneos, escritos por grandes nomes para edições mais recentes de suas obras.

Extraído do Livro do Ano 2008, que está disponível nas livrarias do país, o artigo de José Carlos Süssekind rende homenagem e aborda a importância do arquiteto Oscar Niemeyer.

O perfil do filósofo e musicólogo alemão Theodor Adorno elaborado por Otto Maria Carpeaux, um dos ensaístas mais respeitados de seu tempo, foi publicado originalmente no volume 2 da Enciclopédia Mirador, produzida pela equipe da Barsa na década de 1970 e publicada ininterruptamente até 1995. O texto, escrito em parceria com o jornalista carioca Guilherme Gontijo Mendes, reflete sobre a vida, a obra e a projeção internacional do fundador da Escola de Frankfurt e que influenciou as revoltas que culminaram no Maio de 1968.

O ensaísta de origem austríaca e co-editor da Enciclopédia Mirador também assina o artigo sobre Mario de Andrade, em que lança luz sobre a obra e a personalidade do poeta e escritor modernista.. Os artigos podem ser lidos no site com as modificações do Acordo Ortográfico da língua portuguesa.

E, como destaque da semana, o portal BarsaSaber.com reproduz o artigo “Abstracionismo”, elaborado a quatro mãos por Ferreira Gullar e pelo crítico de arte e arquiteto brasileiro Flavio de Aquino e publicado originalmente no volume 2 da Enciclopédia Mirador.

São mais de 500 artigos, de temas variados, que entrarão semanalmente no site da Barsa. Tesouros da Barsa renova o compromisso da editora com a difusão de conhecimento conciliando a confiança no conteúdo Barsa com as novas tecnologias digitais, o que remete à reformulação pela qual o Livro do Ano passou nos últimos dois anos.


A REFORMULAÇÃO DO LIVRO DO ANO

À frente das mudanças editoriais realizadas no Livro do Ano, o diretor editorial Paulo Verano aposta na modernidade trazida aos títulos impressos e na importância de fortalecer o acesso à informação confiável, também na internet. O Livro do Ano, que antes conferia atualidade aos fatos e acompanhava a Enciclopédia Barsa Universal, desde 2008 foi redirecionado a um conteúdo ensaístico e mais moderno. Além disso, o Livro do Ano vem acompanhado de CD-Rom com vídeos jornalísticos, trechos de filmes, músicas e imagens dos principais eventos do ano. A obra passou também a ser o primeiro produto Barsa a ser adquirido pelos consumidores nas estantes das livrarias.

O resultado, que pode ser conferido nas livrarias de todo o país, é um livro atual que faz uma retrospectiva dos fatos marcantes do ano anterior e traz artigos de autoria dos mais destacados intelectuais, jornalistas e artistas brasileiros, como Nélida Piñon, Silviano Santiago, Nei Lopes, Demétrio Magnoli, Marco Antonio Villa e outros, além do resgate de documentos históricos. Segundo Paulo Verano,

“A lista é infinita. Se no passado escreveram para a Barsa nomes como Jorge Amado, Gilberto Freyre, Antônio Houaiss e Otto Maria Carpeaux, hoje colaboram conosco Nei Lopes, Mayana Zatz, Ruy Castro, Laurentino Gomes. O resultado é uma análise crescente e constantemente atualizada a
respeito do Brasil e do mundo. Acreditamos que este é o papel da
enciclopédia hoje: informação confiável, com nome e sobrenome.”

Tesouros da Barsa
Acesse http://www.barsasaber.com/
*
*
*
Publicidade:

GUARDE UMA RECORDAÇÃO DO SEU PET
IMA DE GELADEIRA E CALENDÁRIOS
KID BRINDE
www.kidbrinde.webnode.pt

Livro infantil "Música" traz curiosidades sobre instrumentos e canções

Livro infantil “Música” traz curiosidades sobre instrumentos e canções

Obra da escritora Caroline Grimshaw desvenda por meio de perguntas e respostas os mistérios do mundo das músicas

Qual é o instrumento mais antigo? Como a eletricidade modificou os instrumentos e o som da música? O que é uma orquestra? Como escrevemos músicas? Essas e outras curiosidades são reveladas no livro “Música”, da escritora Caroline Grimshaw, publicado pela Callis Editora.

O livro pode ser uma boa dica para celebrar 15 de janeiro: Dia do Compositor. Isso porque na obra a autora desvenda, por meio de perguntas e respostas, alguns mitos do mundo da música. Dessa forma, o leitor fica sabendo tanto a parte histórica da produção de melodias, quanto a parte mais técnica, de forma lúdica e divertida.

A obra “Música” faz parte da Coleção Conexões, da Callis Editora, que tem como objetivo compartilhar dados e curiosidades sobre três esferas de conhecimento: música, arte e construções.


Serviço:
Livro Música
Callis Editora
Autor: Caroline Grimshaw
22 cm x 27 cm
32 páginas
Preço sugerido: R$ 18,90
*
*
*
Publicidade:

BRINDES TEMÁTICOS, ESCOLARES, LEMBRANCINHAS DE ANIVERSÁRIO, DIPLOMINHAS, CALENDÁRIOS,E MUITO MAIS...
TAMBÉM MONTAMOS VÍDEOS DE RECORDAÇÃO COM FOTOS E MÚSICA DE FUNDO
FAZEMOS TRATAMENTO DE IMAGENS E RESTAURAÇÃO DE FOTOS ANTIGAS.


ENTRE NO SITE E CONFIRA: www.kidbrinde.webnode.com.pt

Livros ajudam pais a agir diante de situações cotidianas

Livros ajudam pais a agir diante de situações cotidianas como “hora do banho”, “saber perder” e “medo de provas”

A Coleção Assim é a vida, da Callis Editora, retrata os irmãos Lili e Max, em uma série de histórias em quadrinhos

Imagine uma coleção que ajudasse a entender os conflitos diários dos filhos. Lili é uma menina malcriada, que se acha feia e tem medo de provas. Seu irmão Max é louco por videogame, não gosta de perder e não quer tomar banho. Esses são os temas da Coleção Assim é a Vida, de Dominique de Saint Mars, publicado pela Callis Editora.

A série, que reúne seis livros, é indicada para crianças a partir dos sete anos de idade. As obras trazem de forma lúdica as curiosas histórias desses dois irmãos, no formato quadrinhos, que os deixam divertidos e de fácil leitura. “È uma boa dica para os pais, pois os livros revelam dicas de como resolver algumas dificuldades”, afirma Miriam Gabbai, diretora da Callis Editora. Os desenhos são de Serge Bloch.

Serviço:
Coleção Assim é a vida
Callis Editora
Autora: Dominique de Saint Mars
Ilustração: Serge Bloch
12 cm x 16 cm
46 páginas
Preço sugerido: R$ 17,90
*
*
*
Publicidade
Preços e estoque por tempo limitado:

Livro ensina às crianças a cuidar do meio ambiente

Cuide do Planeta!

Novo livro da Publifolha incentiva a consciência ambiental desde a infância


O livro Cuide do Planeta!, lançado pela Publifolha, apresenta às crianças soluções inteligentes para cuidarem bem do meio ambiente, incentivando a consciência ambiental desde cedo.

O livro ensina aos pequenos como reciclar o lixo, cuidar do jardim, fechar a torneira enquanto escovam os dentes, imprimir nos dois lados do papel, apagar a luz para economizar energia, reutilizar brinquedos e respeitar os animais.

Ricamente ilustrado, Cuide do Planeta! ainda dá dicas de como as crianças podem identificar produtos recicláveis, montar brinquedos e cartões com objetos reaproveitáveis e usar menos sacolas e embalagens descartáveis.

Feito com papel e impressão que respeitam o meio ambiente, o livro com texto atraente e divertido ensina a garotada a preservar a Terra e a ter uma atitude ecológica para toda a vida.


Cuide do Planeta!
Autor: Dorling Kindersley
Editora: Publifolha
32 páginas
R$ 29,90

O livro pode ser adquirido nas principais livrarias, pelo televendas 0800-140090 ou pelo site www.publifolha.com.br

Sobre a Publifolha

Criada em 1995, a Publifolha é hoje uma das principais editoras do Brasil. Tem forte atuação nas áreas de guias turísticos, informação e entretenimento. Com um catálogo diversificado, as publicações auxiliam o leitor a conquistar objetivos de estudo, trabalho, bem-estar e lazer. Seus títulos estão distribuídos em 20 áreas, como turismo, desenvolvimento profissional, referência, literatura (brasileira e estrangeira), artes, saúde, puericultura, comportamento, infantil e culinária.
*
*
*
Publicidade:
Preços por tempo limitado:

O tema adoção é tratado de forma lúdica e cuidadosa em obra para crianças

No livro “Bebê do coração”, à diferença entre “pais biológicos” e “pais do coração”, mistura-se a alegres ilustrações de André Neves

Falar sobre adoção é sempre um desafio, principalmente para crianças e adolescentes. Um deslize na hora de expor o assunto pode gerar uma impressão errada, ou mesmo formar um julgamento equivocado. Por isso, a escritora Thelma Kracochansky Laufer, em seu livro “Bebê de coração”, trata a questão de forma lúdica e cautelosa.

O enredo mostra a história de um casal que decide adotar uma criança. Ao longo da história, as diversas sutilezas que o processo envolve são mencionadas de uma forma a fazer o leitor assimilá-las e convidando-o a refletir sobre esses emblemas.

Questões delicadas, como a distinção entre “pais biológicos” e “pais do coração”, misturam-se a alegres ilustrações de André Neves, profissional que também ilustrou livros de Mário Quintana. Como resultando, um livro que pode ser lido por uma criança com apenas 3 anos. A obra também pode assumir um caráter didático, sendo uma ferramenta para pais e professores.

Serviço:
Livro Bebê do coração
Callis Editora
Autores: Thelma Kracochansky Laufer
Ilustração: André Neves
21 cm x 21 cm
24 páginas
Preço sugerido: R$ 18,90
*
*
*
Publicidade:

BRINDES TEMÁTICOS, ESCOLARES, LEMBRANCINHAS DE ANIVERSÁRIO, DIPLOMINHAS, CALENDÁRIOS,E MUITO MAIS...
TAMBÉM MONTAMOS VÍDEOS DE RECORDAÇÃO COM FOTOS E MÚSICA DE FUNDO
FAZEMOS TRATAMENTO DE IMAGENS E RESTAURAÇÃO DE FOTOS ANTIGAS.


ENTRE NO SITE E CONFIRA: www.kidbrinde.webnode.com.pt

CULTURA DAS TRANSGRESSÕES

Visões do Presente

No Brasil vivemos uma espécie de paradoxo: ao mesmo tempo que as condições materiais de vida melhoram, temos a sensação de experienciar uma espécie de “crise moral”, que se manifesta desde as relações entre as pessoas até as relações entre quem governa e quem é governado.

Haveria de fato uma “crise moral” com a qual devêssemos nos preocupar? Ou trata-se apenas de uma percepção distorcida, produto da nossa dificuldade em identificar e compreender a formação de novos valores, em substituição aos valores de uma sociedade tradicional?

É em torno dessas questões que giram os ensaios reunidos neste livro, o segundo da série Cultura das Transgressões no Brasil, que o IEEEE e o ETCO realizam em parceria.

A apresentação foi feita por André Franco Montoro Filho e Fernando Henrique Cardoso.
Sobre os autores:
Marcílio Marques Moreira é presidente do Conselho Consultivo. Bacharel em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e mestre em Ciências Políticas pela Universidade de Georgetown. É membro honorário do conselho Universitário da PUC e efetivo do Conselho de Administração da Universidade Católica de Petrópolis e do FGV entre outras instituições de caráter acadêmico e cultural no Brasil e nos EUA.
Fábio Wanderley Reis é doutor em Ciência Política pela Universidade Harvard, é professor emérito da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG, membro do Conselho Deliberativo do CNPq, ex-presidente da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs) e Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico.
Caio Túlio Costa é jornalista, professor de Ética Jornalística na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo, doutor em Ciências da Comunicação pela USP e consultor em novas mídias.
Yves de La Taille é professor titular do Instituto de Psicologia - USP. Cadeira de Psicologia do Desenvolvimento e Psicologia Genética – Instituto de Psicologia – USP.
Içami Tiba é psiquiatra pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) há 41 anos; psicodramatista e consultor de família. Conselheiro do Instituto Nacional de Capacitação e Educação para o Trabalho “Via de Acesso”.

CULTURA DAS TRANSGRESSÕES
Visões do Presente
Marcílio Marques Moreira, Fábio Wanderley Reis, Caio Túlio Costa, Yves de La Taille e Içami Tiba
Editora Saraiva, 1.ª edição, 2009, brochura, 168 páginas, R$ 39,00
ISBN: 978-85-02-09024-8

EDITORA SARAIVA
Televendas: (11) 3335-2957 - Vendas pela Internet: http://www.saraiva.com.br
Assessoria de Imprensa: (11) 3613.3357
Melissa Stranieri - mstranieri@editorasaraiva.com.br