Assista nosso Programa

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Raquel Moreno lança seu primeiro livro: Loucuras de Cristina

O calor da Cidade Maravilhosa aquece as aventuras de uma jovem irreverente e divertidíssima que circula pelos lugares mais balados - e fictícios - do Rio de Janeiro. Cristina é o retrato da mulher atual: livre, desimpedida, baladeira, independente, vaidosa, trabalhadora, dona de si... mas também romântica e sonhadora. A protagonista de Loucuras de Cristina marca a estréia da jornalista Raquel Moreno na literatura nacional e suas aventuras são capazes de causar delírio na classe feminina e o desespero masculino. Afinal, será que os homens estão preparados para se depararem com as opiniões sinceras das mulheres?!

Cristina é fruto da liberdade, que garante a uma jovem questionar a compulsão por cirurgias plásticas e tratamentos estéticos; a busca pelo homem ideal (nem que seja por uma noite apenas); a conquista da individualidade e da liberdade convivendo harmonicamente com tradições familiares; a batalha profissional, etc. Em Loucuras de Cristina é permitido ainda ser politicamente incorreta, debochada e fútil. Em seu primeiro livro, Raquel Moreno coloca as mulheres em primeiro plano, sem ter a pretensão de defender discursos feministas. Nas 30 crônicas publicadas, os leitores encontram aquela discussão filosófica de amigas reunidas num bar ou aquela rápida confidência revelada no banheiro feminino.

Bastidores de Cristina

A trajetória de Cristina começou com a transição da adolescência para a juventude de sua criadora, que, seguindo os conselhos de sua terapeuta, passou a escrever crônicas. De Petrópolis para lugares mais distantes, os textos se espalhavam entre amigos e familiares via e-mail. Com a evolução dos meios digitais, veio um blog e a multiplicação de fãs. No início deste ano, Raquel finalmente pode realizar o sonho de imortalizar sua criação nas páginas de um livro por meio do site agBook da AlphaGraphics, que possibilita a revelação de novos talentos com a democratização da literatura nacional.

Disponível para leitores de todo o país, Loucuras de Cristina está à venda no http://www.agbook.com.br/book/18192--Loucuras_de_Cristina, por R$ 42,14. Nas cidades com unidades AlphaGraphics (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, São José dos Campos, Ribeirão Preto, Teresina, Vitória e, em breve, Fortaleza, São Bernardo do Campo e Campinas), os compradores podem optar pela retirada dos exemplares nas lojas da rede, sem custo de frete e prazo mais rápido. Futuramente, o livro Loucuras de Cristina também poderá ser impresso em lojas internacionais AlphaGraphics, presentes em países como Estados Unidos, China, Inglaterra e México.

Um pouco das Loucuras de Cristina

Festa de família, a melhor ocasião para comer bem, beber bem, falar mal da filha da prima da sua mãe e chegar à conclusão de que em toda família o cinismo se faz necessário quando rolam altos barracos. (Trecho da crônica "Alegria, Alegria, Mais Uma")

Nós, seres humanos, somos como um produto. Possuímos valores agregados, agradamos ou não, e temos o nosso preço! Esse negócio de bancarmos os sentimentalistas, dizendo que o sentido da vida é o amor, que o canto dos passarinhos é como uma sinfonia, e que nos apaixonamos pelo interior da pessoa, são frases feitas. Estamos no mercado, precisamos nos preocupar com a concorrência, entrar na briga para sermos um "share of mind". Temos que atingir metas, lidamos com prazos, números a alcançar! Precisamos trabalhar arduamente para que o nosso produto não entre em declínio! Assim é a busca pelo sexo oposto. Essa história de trabalhar com marketing está afetando meus neurônios. (Trecho da crônica "Reposicionamento de Marca")

Marquei com a Consuelo, Denise e Suelen de irmos a um bar. Otaviano vai junto e não tem coisa pior pra namorado do que sair com as melhores amigas da namorada sendo o único macho na mesa. Mas o meu espírito competitivo falou mais alto e ele foi intimado a ir junto. Da última vez, saí com ele e os amigos dele. Além de ter sido obrigada a ouvir todas as baixarias possíveis e assuntos sobre futebol e mulher gostosa, ainda levei cantada de um amigo mala e bêbado. E Tavinho ainda disse: "Tá vendo amor como os meus amigos são divertidos? A gente conversa sobre tudo". Mas eu vou provar para ele que as minhas amigas são mais divertidas, conversam sobre tudo e têm conteúdo. (Trecho da crônica "A Aposta")

Criadora ou criatura?!

Raquel Moreno nasceu no dia 6 de dezembro de 1982, na cidade de Petrópolis, no Estado do Rio de Janeiro. Caçula de quatro irmãos, ela passou parte da sua infância e adolescência em Juiz de Fora, Minas Gerais. De volta à sua cidade natal, concluiu seus estudos e cursou Comunicação Social - época em que iniciou a produção das crônicas sobre as aventuras e as loucuras de Cristina. Formada em jornalismo, mudou-se para a capital mineira, onde vive até hoje. Em Belo Horizonte, continuou com a criação de crônicas, enquanto dava os primeiros passos em sua carreira de jornalista.