Assista nosso Programa

sábado, 29 de maio de 2010

Que tal aprender sobre o meio ambiente brincando?

Site traz animações gratuitas

Títulos de Fernando Vilela e Rogério Andrade Barbosa fazem parte do acervo do LivroClip, que já conta com dezenas de vídeos
O Dia do Meio Ambiente, 5 de junho, está chegando e os eventos para comemorar a data já estão saindo do forno. O site LivroClip (www.livroclip.com.br) traz animações lúdicas e educativas que abordam temas como natureza e meio ambiente.
Quatro vídeos são indicados especialmente para a data: “Pigmeus, os defensores da floresta”, de Rogério Andrade Barbosa; “Vamos abraçar o mundinho”, de Ingrid Biesemeyer Bellinghausen; “Princesinha sem nome”, de Alessandra de Paula; e “Comilança”, de Fernando Vilela.
Os trailers trazem trechos do livro e imagens, acompanhados por trilhas sonoras escolhidas a dedo. Com princesas e pigmeus, os LivroClips possibilitam diferentes abordagens, que podem ser utilizadas em sala de aula.

Confira os LivroClips

Pigmeus, os defensores da floresta – Rogério Andrade Barbosa

http://www.livroclip.com.br/index.php?acao=hotsite&cod=194

Vamos abraçar o mundinho – Ingrid Biesemeyer Bellinghausen
http://www.livroclip.com.br/index.php?acao=hotsite&cod=177
Comilança – Fernando Vilela

http://www.livroclip.com.br/index.php?acao=hotsite&cod=184

A princesinha sem nome – Alessandra de Paula

http://www.livroclip.com.br/index.php?acao=hotsite&cod=197

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Audiolivro ensina mulheres a como deixar os homens aos seus pés

Há mais de 40 semanas nas listas de Best-sellers do Brasil, o guia "Por que os homens amam as mulheres poderosas?" é lançado agora em formato de audiolivro.
Por que os homens amam as mulheres poderosas?, best-seller de Sherry Argov, é o mais novo lançamento da
"Por que os homens amam as mulheres poderosas?", best-seller de Sherry Argov, é o mais novo lançamento da Audiolivro Editora. A obra, que está em primeiro lugar na lista de livros de não-ficção mais vendidos, agora pode ser escutada a qualquer hora e em qualquer lugar pela voz da narradora Rachel Marinho. Se a ouvinte é daquelas mulheres boazinhas que faz de tudo para agradar seu parceiro, mas tem a sensação de que não recebe a mesma dedicação em troca, esse é o audiolivro certo. Bem humorada, Sherry Argov, que afirma que não há nada mais entediante para um homem do que uma mulher que tenta agradá-lo a todo momento, escreveu um guia a ser seguido por você que quer mudar de postura e se tornar irresistível. Este manual da sedução fica ainda mais interessante na narração de Rachel Marinho. Portanto, comec e agora a ser uma mulher de poder: pare um pouco de pensar nele e dedique um tempo para você, ouvindo o audiolivro "Por que os homens amam as mulheres poderosas?", que pode está disponível em CD por apenas 24,90 mas até o dia dos namorados estará com 50% de desconto pelo site da editora, no endereço HTTP://www.audiolivro.net.br. O audiolivro tem 7 horas de duração e também pode ser encontrado nas melhores livraria de todo país.

DESCASOS

Uma advogada às voltas com o direito dos excluídos


Um livro, quando ele é simplesmente um bom livro, é feito de boa escrita e bom conteúdo.
Um livro, quando ele é especialmente um excelente livro, é feito de excelente escrita e excelente conteúdo -- e, sobretudo, do excelente caráter de seu autor.
Em todos os sentidos, as mãos fazem o texto escrevendo ou digitando letras e palavras, mas é o autor e a originalidade e integridade de seu caráter que compõem a obra. Somente assim, na literatura ou na vida, pensamento, sentimento e ação atuam dinamicamente juntos. Este é o caso de “desCasos – Uma advogada às voltas com o direito dos excluídos”, que será lançado pela Editora Saraiva às 19 da segunda-feira, 31 de maio, em São Paulo (Iate Clube de Santos/Unidade São Paulo, à avenida Higienópolis, 18).
O livro reúne casos reais em que Alexandra Zsafir, uma das melhores advogadas do Brasil, atuou em defesa de pessoas pobres e sem proteção social, em defesa dos excluídos, estivessem eles em liberdade ou em instituições prisionais. Mais: muitas vezes sócios do escritório de Alexandra procuravam às pressas por ela para determinadas audiências, e nada de encontrá-la. Alexandra, ou apenas Ale como é carinhosamente chamada, estava por conta e vontade próprias em alguma favela de São Paulo impedindo que se cumprissem ordens de despejo e famílias ficassem ao relento perdendo o mínimo que possuíam – ou seja, seus barracos. Alexandra pisava cadeias e favelas e mocós com o mesmo sentir-se à vontade e naturalidade com que pisava shopping e hotel cinco estrelas em todos os países. E possível ter-se estilo até ao se abrir uma lata de sardinhas.
Assim é Alexandra Szafir: uma mulher de estilo único. Pois bem, esse estilo está agora impresso no livro a ser lançado, mas ela, a autora, consegue incrivelmente se colocar como pano de fundo. As veias que saltam de paixão e desespero, as vozes que gritam, as mãos que se estendem são de desvalidos e injustiçados. Ela, Alexandra, que esteve presente em cada caso, raramente deixa de ser humilde em sua obra – afinal, estilo é estilo. Mas quando fica brava e se revolta, aí sim, sai de baixo. Ela sempre peitou e peita autoridades que desrespeitavam e desrespeitam o Estado Democrático de Direito. Se autoridade empina o nariz para humilhar indefeso, pobre da cartilagem nasal do empinador.
No início desse release, falou-se de mãos no ato de escrever e falou-se de caráter. E agora falou-se também de nariz. Tudo a ver. Foi com ele, nariz, através de um programa especial de computador, que ela escreveu “desCasos – Uma advogada às voltas com o direito dos excluídos” . Acometida pela grave enfermidade degenerativa chamada Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), que a impossibilita de quaisquer movimentos, restou-lhe o nariz para escrever, nariz de mulher de coragem - e gana e garra -- que sempre o meteu para defender quem dela precisasse. Quando também o nariz já se tornava mais lento, olhos piscavam e depois se arregalavam diante de uma tabela de letras que lhe era exibida – apontada a letra, se os olhos se movessem, era então a letra que ela queria usar. Escrever mal, dessa forma, já é muito. Alexandra dá uma aula de excelente escrita e excelente estilo. Como já se disse, o livro é excelente. No quesito caráter, a Editora Saraiva e o Iate Clube de Santos/Unidade São Paulo atuaram de forma voluntária e com equipes de voluntários para a edição e lançamento da obra. E todos os direitos autorais serão revertidos à Associação Brasileira de Esclerose Lateral Amiotrófica (Abrela). Em se tratando da Ale, dúvida zero que também seus dois cachorros (Laurinha e Edgar) e seus três gatos (Mingau, Romer e Betina) aplaudem idéia.

Produtividade e Desempenho das empresas depende do clima organizacional

É o clima organizacional que mede a satisfação e o desempenho dos participantes de uma organização com relação aos mais variados aspectos: políticas de recursos humanos, modelo de gestão, valorização profissional e identificação do funcionário com a empresa. E dele podem depender a ansiedade, insatisfação e o mal estar dos funcionários que ali trabalham.
O clima organizacional "é o sentimento da organização. Como as pessoas pensam, sentem o trabalho que realizam, o serviço que prestam, e como elas se relacionam nas organizações", explica a professora e psicóloga Sandra Ayyad, sócia da RUDIGER & AYYAD Treinamento e Desenvolvimento, e autora do livro "O que é Clima Organizacional", da Editora Brasiliense, que será lançado ainda este ano. E, saber como anda o clima de uma empresa, é uma ferramenta indispensável que qualquer gestor precisa ter ao seu lado para acompanhar e avaliar o desempenho de seus funcionários. E mais: incentivar as pessoas a manterem o rendimento num nível satisfatório.
Para a autora, "o futuro das organizações exige cada vez mais um diferencial para analisar e conhecer o investimento aplicado ao capital humano - o investimento para incluir pessoas qualificadas de forma correta, talentos que multipliquem a sinergia na obtenção de melhores e lucrativos resultados para as empresas." Essa aprendizagem resultará para a organização no desenvolvimento mais saudável nas carreiras, flexibilidade para o entendimento de mudanças e programas de comunicação que resultam em maior fluidez.
Hoje mais do que nunca, cabe as organizações reconhecerem "Quem são seus talentos?", "Qual é a atmosfera de parceria e compromisso que temos com os colaboradores?", "Há Planejamento Estratégico?", "Qual é o foco da organização e a sua conduta para com a gestão de pessoas?", "Qual é o nosso negócio?, "Porque realizamos estas atividades?", "Quem somos?"; "O que fazemos e porque fazemos?".
Sem isso, analisa a autora, as organizações do século XXI tendem a se comprometer seriamente. "É com essa finalidade, e tendo em vista o caráter preventivo e proativo, que a ferramenta da pesquisa de Clima Organizacional vem satisfazer as organizações, trazendo melhores resultados para as pessoas, lucros para as organizações e garantias de serviços internos mais qualificados.

Sobre a autora
Especialista em Administração de Recursos Humanos, Sandra Ayyad é professora de graduação e pós-graduação das disciplinas de Liderança e Motivação; Teoria de Modelos Gerenciais; Gestão de Pessoas; Remuneração Estratégica; Gestão por Competências; Cultura e Clima Organizacional em uma das maiores universidades de São Paulo.
Tem 27 anos de vivência profissional e sólida carreira desenvolvida em Gestão de Recursos Humanos (Recrutamento e Seleção/ Benefícios/ Cargos e Salários/ Treinamento & Desenvolvimento/ Administração de Pessoal/ Segurança Patrimonial) em empresas de médio e grande porte. Atuação e conhecimentos em todos os subsistemas pertinentes à área com destaque em Desenvolvimento do Potencial Humano, compreendendo ações desde o Recrutamento até a motivação e Integração do funcionário a organização.
Possui dois livros publicados no Brasil: "Mente Alquímica - Um processo de integração dinâmico" - Ed. STS - 1997 e "A Cabala e as Empresas" - Ed. Madras - 2001.
Atualmente está preparando dois novos livros na área de Recursos Humanos.
Sandra Ayyad também é sócia da RUDIGER & AYYAD TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO LTDA. Empresa que ministra Treinamentos IN COMPANY sobre: Motivação, Liderança, Relacionamentos, Qualidade de Vida, Desenvolvimento de Pessoas e de Organizações. Implantamos ações e desenvolvemos modelos Comportamentais.
"Somos especialistas nas práticas de implantação de seleção, desenvolvimento de competências, considerando a necessidade e a realidade do ambiente e do indivíduo", explica a professora. "Implantamos sistemas de Clima Organizacional e Pesquisa de Clima e acompanhamos o Projeto até a implantação do Plano de Ações.
Para isso utilizamos Metodologia estratégica direcionada como:
1. Apresentações conceituais expositivas;
2. Jogos lúdicos;
3. Exercícios de fixação conceitual;
4. Metodologia da Melhoria Contínua;
5. Ferramentas da Criatividade;
6. Integração e formação de grupos;
7. Multimídia;
8. Instrumentos de auto-avaliação;
9. Plano de ação individual e grupal;
10. Exercícios de relaxamento e concentração."

Sobre o livro
O livro O que é Clima Organizacional faz parte da Coleção Primeiros Passos, da Editora Brasiliense, com previsão de lançamento para 2010.
O livro é indicado a Administradores de Empresas, Gestores de Recursos Humanos, estudantes de Administração e/ou Recursos Humanos, Psicólogos, Gestores e pequenas ou grandes empresas.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Indicadores de Desempenho de Processos de Planejamento (Qualitymark Editora)

Em uma organização, a elaboração e a execução de planos são partes do planejamento empresarial. Do sucesso dessas ações, provêm os níveis de produção, vendas, receitas e demais resultados operacionais e financeiros das empresas. Por isso, indicadores e métricas de desempenho são necessários em todas as etapas do projeto, para medir os objetivos alcançados, métodos utilizados e fazer correções necessárias.

Com o passar do tempo, os planos se tornaram mais sofisticados e mensurar os resultados do planejamento passou a ser uma tarefa muito mais complexa, uma vez que as próprias atividades das empresas evoluíram. Em Indicadores de Desempenho de Processos de Planejamento, Iony Patriota propõe uma metodologia de avaliação e um conjunto de indicadores destinados a mensurar o desempenho de processos de planejamento de forma simples, mas eficaz.

São cinco estudos de caso (oriundos de uma importante empresa do setor elétrico brasileiro) que ilustram a aplicação da metodologia de avaliação do autor. O conceito é formado por um conjunto de indicadores destinados a mensurar o desempenho de processos de planejamento com o objetivo de quantificar a eficiência, eficácia, efetividade, produtividade e qualidade das ações. Das definições genéricas destes termos, derivadas da Teoria de Sistemas, Iony Patriota nos apresenta um trabalho definido por métodos e fórmulas que possibilitam uma análise precisa e útil em sistemas de projetos de qualquer área corporativa. Seu grande mérito é promover ações contínuas na busca do bem-estar e do desenvolvimento do ser humano dentro nas organizações.

Público-Alvo: Uma obra cujo grande mérito é promover ações contínuas na busca do bem-estar e do desenvolvimento do ser humano dentro nas organizações.

Autor: Iony Patriota de Siqueira é mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Pernambuco (FPE), onde defendeu tese sobre a Manutenção Centrada na Confiabilidade. Com mais de 30 anos de experiência em manutenção, é consultor, pesquisador e professor da UNIBRAT EC e UPFE/GPSID (Grupo de Pesquisa em Sistemas de Informação e Decisão do CNPq), onde ministra as cadeiras de Integração de Dados e Processos, Modelagem de Negócios e Engenharia de Requisitos, entre outras. No ano de 2003, recebeu o prêmio máximo (hors concurs) do Seminário Internacional de Mantenimiento Y Servicios Asociados En Sistemas Eléctricos (SIMSE), e o primeiro lugar (menção honrosa) do Grupo de Operações do Seminário Nacional de Geração e Transmissão de Energia, promovido pelo International Council On Electric Power Systems – CIGRÉ.


Dados Técnicos:

Preço: R$ 50,00

ISBN: 978- 85-7303-854-5

Número de Páginas: 192

Formato: 16 X 23 cm

Novo Testamento Chinês-Português

Sociedades Bíblicas do Brasil e de Hong Kong lançam Novo Testamento Chinês-Português
Única edição bilíngue nestes idiomas, o lançamento atenderá à comunidade cristã chinesa do Brasil. Brasileiros que estudam mandarim ou vivem na China também estão no foco da publicação.

Uma obra inédita, desenvolvida pela Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), está sendo aguardada com muita expectativa. Trata-se do Novo Testamento, Salmos e Provérbios Chinês-Português, que reúne, numa edição primorosa, dois dos idiomas mais falados em todo o mundo. Editada em conjunto com a Sociedade Bíblica de Hong Kong, esta publicação utiliza as duas traduções mais apreciadas pelas populações da China e do Brasil: Revised Chinese Union Version (RCUV) – em mandarim com escrita simplificada – e Almeida Revista e Atualizada (RA), respectivamente. Cada uma das traduções, apresentadas lado a lado, foi feita a partir dos textos originais e reflete fielmente a mensagem bíblica.
O lançamento do NT Chinês-Português acontecerá no dia 23 de maio, às 15h, na Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo, na capital paulista. O culto poderá ser acompanhado ao vivo, via internet, pelo link www.catedralonline.com.br (clicar no ícone “culto ao vivo”).


A obra pode ser considerada um símbolo da união desses dois países, além de apontar para a importância dos dois idiomas no cenário internacional: o português, dominante entre cerca de 250 milhões de pessoas, ocupa a 6ª posição no ranking dos idiomas mais falados no mundo; e o mandarim, que é utilizado por mais de 1,3 bilhão de pessoas, e configura-se no idioma mais falado do planeta.
“Unir dois idiomas tão diferentes e lançar o Novo Testamento bilíngue Chinês-Português foi a meta que as Sociedades Bíblicas do Brasil e de Hong Kong assumiram e hoje comemoram a realização de mais esse projeto”, afirma o secretário de Tradução e Publicações da SBB, Paulo Teixeira. A edição conservou as características editoriais das traduções em mandarim e em português. Com isso, o leitor poderá encontrar pequenas diferenças na divisão das seções, o que, no entanto, não prejudica a compreensão da mensagem bíblica no seu todo.
Para Teixeira, o lançamento – desenvolvido a pedido das igrejas cristãs chinesas do Brasil – representa, sobretudo, um importante avanço na consolidação da fé de uma comunidade em constante crescimento. “É missão da Sociedade Bíblica do Brasil levar a Palavra de Deus a todas as pessoas. Ao preencher mais esta lacuna em nossa sociedade, sentimo-nos recompensados e estimulados a continuar nossa tarefa”, resume.
Com 1,3 bilhão de habitantes, a China apresenta números grandiosos relacionados à sua população: um em cada cinco habitantes do planeta vive na China, representando um quinto da população mundial, estimada em 6,5 bilhões de habitantes. Sozinha, a China tem uma população duas vezes maior do que a da Europa inteira. Mais de 30% das pessoas com idade acima de 16 anos se denominam religiosos, quatro vezes mais do que há uma década.
Conforto e evangelização – A importância desta edição bilíngue é destacada por líderes religiosos chineses residentes no Brasil. "É o instrumento eficaz da própria Palavra de Deus para evangelização, especialmente para o chinês que vem da China, para ler nas horas vagas. Quando eles chegam aqui sofrem de muita solidão, não falam e não entendem o português", diz Wu Tu Hsing, médico da Universidade de São Paulo (USP) e pastor da Igreja Presbiteriana de Formosa no Brasil Tai-an (Grande Paz). Assim como os cristãos chineses que vêm para o Brasil, os brasileiros que fazem o caminho inverso também são alvo desta nova publicação.

Outro grupo que poderá se beneficiar com a novidade são os brasileiros que estudam mandarim, como endossa Chang Lien Chuan, pastor da Igreja Cristã Pão da Vida: "Essa edição é muito importante para a geração nova que fala mandarim e também para os brasileiros que estão em contato com a língua. Foi feita na hora certa para abençoar a população. E se vier a Bíblia completa, melhor ainda", arremata.

Culto Bilíngue de Ação de Graças pelo lançamento do NT, Salmos e Provérbios Português-Chinês
Data: 23 de maio de 2010 (Domingo)
Local: Primeira Igreja Presbiteriana Independente de São Paulo – Rua Nestor Pestana, 136
Horário: Das 15h às 17h00
Mensagem e apresentação: Paulo Teixeira, secretário de Tradução e Publicações da SBB.
Louvor: Coral da Igreja Presbiteriana de Formosa no Brasil Tai-An (Grande Paz) - Hinos em chinês e português, alternados.
Obs.: Para acompanhar o culto ao vivo, pela internet, acesse www.catedralonline.com.br (clicar no ícone “culto ao vivo”)
Novo Testamento, Salmos e Provérbios Chinês-Português
Recursos
§ Textos bíblicos: RCUV e RA
§ RCUV (grafia simplificada) na coluna esquerda da página
§ RA na coluna direita da página
§ Mapas em chinês
Descrição do Produto
Título: Novo Testamento, Salmos e Provérbios
Códigos e acabamentos:
RA-RCUV360DI – capa brochura
RA-RCUV367DI – couro bonded preto, vinho e azul escuro
Papel: Bíblia
Formato: 13,5 x 21,0 cm
Páginas: 736
Impressão: 1 cor
Preço de Venda
Capa brochura – R$ 14,30
Capa couro bonded – R$ 25,00



Informações à imprensa:
11 3289.2139
Luciana Garbelini :: 11 9292.2131
Denise Lima :: 11 9611.7381

LUA DE PAPEL - "PARA LER LITERATURA COMO UM PROFESSOR", UM GUIA QUE ENSINA A LER NAS ENTRELINHAS

DE MANEIRA ÁGIL E DIDÁTICA, LIVRO MOSTRA COMO INTERPRETAR OS DIFERENTES PONTOS DE VISTA QUE PERMEIAM AS HISTÓRIAS LITERÁRIAS

Ao ler um livro, “basicamente, todos lemos a mesma história, mas não usamos o mesmo aparato analítico”. É dessa premissa que parte Thomas C. Foster, autor de “Para ler literatura como um professor”, publicado pela editora Lua de Papel. Quem já assistiu a uma aula de literatura sabe o que o autor está falando: não raro o professor expõe significados e críticas interpretativasde um texto que os alunos sequer suspeitaram.

Com o a intenção de melhorar a percepção do leitor para a riqueza que reside nas entrelinhas, Foster afirma que deve-se treinar a “linguagem de leitura”, para que o leitor aprecie e aproveite ao máximo os códigos e padrões presentes nos textos. Na abertura de cada capítulo, Foster comenta quais os autores a serem interpretados e os contextualiza, o que facilita a compreensão de cada ponto abordado.

Tipos de personagens, ritmos de enredo e composição de capítulos fazem parte da estrutura que o autor cuidadosamente ensina a observar com uma nova visão. A partir das dicas literárias encontradas no livro, podemos compreender de forma muito mais ampla e clara as simbologias de cada personagem, de cada objeto e de cada atitude. E para facilitar a compreensão, usa da melhor forma o material que tem a sua disposição: as próprias obras literárias.

Da fantástica história de “Fausto”, do escritor alemão Goethe, passando por “Édipo Rei”, de Sófocles, até algumas linhas simples criadas pelo próprio autor para exemplificar as narrativas, Foster vai, ponto a ponto, dissecando e indicando as ações que constroem as entrelinhas de cada história.

Aproveitando todo o vampirismo que tem dominado a cabeça dos jovens do mundo inteiro, o autor usa o enredo das principais obras sobre o tema para demonstrar que o vampirismo não trata somente de vampiros, mas de coisas como egoísmo, luxúria e tabus da sociedade. Uma frase do autor resume sua perpectiva: “fantasmas e vampiros nunca são apenas fantasmas e vampiros”.

Foster afirma que os estudiosos profissionais de literatura aprendem a absorver os detalhes de primeiro plano, enquanto enxergam os padrões que os detalhes revelam. Ensinar a enxergar os detalhes dos livros é o que Foster propõe como exercício. Por isso recomenda muita leitura, de suas dicas. Com elas, , o segredo das entrelinhas se abrirá para o leitor interessado em descobrir as muitas possibilidades e nuances presentes nos textos.


Ficha Técnica
Título: Para ler literatura como professor
Autor: Tom C. Foster
Tradução: Frederico Dantello
Formato: 15, X22,8 cm
Capa dura
Nº de páginas: 272
Preço: R$ 34,90

O autor
Tom C. Foster é professor de Inglês da Universidade de Michigan, EUA, onde dá aulas de ficção contemporânea, drama e poesia, bem como de escrita criativa e composição. Da observação e do interesse dos próprios alunos decidiu escrever algo que pudesse atender a leitores em geral, de modo a oferecer informação realmente útil sobre como se transformar num leitor superior. Escreveu diversos livros sobre literatura e poesia britânicas e irlandesas do século XX. Atualmente, vive em East Lansing, Michigan, EUA.

Sobre a Lua de Papel
A editora Lua de Papel é uma das mais importantes do grupo LeYa – formado por 18 editoras em Portugal e que acaba de ser fundada no Brasil. Seguindo o caminho da matriz e com o objetivo de criar uma identidade própria e firmar-se como uma das grandes editoras no país, a editora Lua de Papel tem como Publisher, Pedro Almeida, e conta com uma equipe própria de editorial, marketing e comercial.

Símbolos da bandeira do Brasil e curiosidades sobre o hino nacional são abordados em obra infantil educativa

Livro da Callis Editora revela a história e os significados por trás dos emblemas do País

Você sabe por que a bandeira do Brasil tem 27 estrelas? Quem compôs o hino nacional? E para que serve o selo nacional? Em “Símbolos do Brasil”, da Callis Editora, a autora Cristina Von traz para as crianças, com inteligência e leveza, as respostas para essas perguntas.

No livro, uma estudante com muita vontade de aprender chamada Marília faz uma viagem pelo mundo de história e significados presentes na bandeira, nas imagens e nos hinos do nosso país.

Acompanhando Marília, as crianças descobrem junto com ela a riqueza de detalhes que existe - mas que poucos conhecem – por trás dos símbolos mais importantes do Brasil.



Serviço
Livro Símbolos do Brasil
Callis Editora
Autor: Cristina Von
Ilustrações: Ana Luiza de Paula
17 cm x 24 cm
32 páginas
Preço sugerido: R$ 18,90

"ENCONTRO COM 40 GRANDES AUTORES"

Livro “Encontros com 40 grandes autores” traça perfil de escritores contemporâneos
UMBERTO ECO, JOSÉ SARAMAGO E PAUL AUSTER SÃO ALGUS DOS ENTREVISTADOS PELO JORNALISTA BEN NAPARSTEK

A editora LeYa lança em maio “Encontros com 40 grandes autores”, do jornalista e escritor australiano Ben Naparstek. A obra oferece um perfil de renomados escritores internacionais a partir de entrevistas realizadas pelo autor. Durantes as conversas, foram revelados também detalhes do processo criativo e interessantes passagens da vida de cada um deles.
A lista de entrevistados chama atenção pela diversidade. Nela encontram-se nomes conhecidos do grande público, como Umberto Eco, Noam Chomsky, Toni Morrison e Carlos Fuentes. Há também os de menor visibilidade, mas de talento comprovado, como a austríaca Elfriede Jelinek, vencedora do Prêmio Nobel de literatura em 2004.
As áreas de interesse dos autores também são variadas. O leitor é apresentado ao pensamento do filósofo francês Bernard-Henri Lévy assim como às ideias conservadoras de Robert Kagan, consultor político, especialista em história americana e relações externas. Em outra entrevista, o protagonista é o britânico Adam Philips, que escreve sobre psicanálise.
Ben Naparstek afirma que procurou manter um olhar cético sobre seus entrevistados, para evitar “ser seduzido pela inteligência ou charme” de figuras tão proeminentes. Conhecido na imprensa internacional, Naparstek reúne nesta obra 40 das mais de cem entrevistas por ele realizadas em jornais e revistas desde 2001. Encontros ao vivo, por telefone e mesmo por e-mail que renderam entrevistas reveladoras, com diferentes enfoques.
Enquanto José Saramago, por exemplo, discorre sobre o estilo de sua escrita e o realismo fantástico ao qual tanto é associado, por outro lado, o perfil do escritor americano Tobias Wolff revela um pitoresco episódio de sua vida, em que uma brincadeira que quase lhe custou o emprego - de redator de obituário - transformou-se na base de um conto de sucesso, tempos depois.
Dividido em duas partes, Ficção e Não Ficção, o livro coloca autores no lugar de personagens e vasculha suas trajetórias e particularidades. Oferece ao leitor a chance de saber detalhes sobre a vida e a atuação de autores consagrados e também de conhecer escritores novos ou pouco conhecidos por aqui. Em suas 247 páginas a obra proporciona verdadeiros encontros literários dos autores com leitores – fiéis ou futuros.

Ficha Técnica
Título: Encontros com 40 grandes autores
Autor: Ben Naparstek
Formato: 16x23 cm
Brochura
Nº de páginas: 247
Preço: R$ 39,90
Sobre o autor
Ben Naparstek, nascido em Melbourne, Austrália, em 1986, formou-se em Artes e Direito na Universidade de Melbourne antes de receber uma bolsa para mestrado na Johns Hopkins University, em Baltimore, Estados Unidos. Voltou para Melbourne para se tornar editor da revista The Monthly, em maio de 2009, após oito anos de contribuição para mais de 40 jornais e revistas, escrevendo sobre livros e ideias. Juntamente com Justin Clemens, é coeditor da The Jacqueline Rose Reader, a ser publicada pela Duke University Press. Encontros com 40 grandes autores é seu primeiro livro.


A LeYa
A LeYa nasceu em Portugal, em janeiro de 2008, como empresa holding na qual se integram algumas das mais prestigiadas editoras nacionais e duas das mais bem-sucedidas editoras africanas. Compõem a LeYa as seguintes editoras: ASA, Caderno, Caminho, Casa das Letras, Dom Quixote, Estrela Polar, Gailivro, Livros d'Hoje, Lua de Papel, Ndjira (Moçambique), Nova Gaia, Nzila (Angola), Oceanos, Oficina do Livro, Quinta Essência - Sebenta, Teorema e Texto. A força destas marcas e a qualidade do que produzem, aliada aos objetivos ambiciosos e à dinâmica de grupo, fazem da LeYa uma empresa forte e coesa nos seus objetivos gerais e diversa nos seus programas editoriais.


A Belém Com é fundadora da Rede Brasileira de Gestão
de Imagem, formada por empresas de comunicação
especializadas e que atendem a poucos e selecionados clientes.

LANÇAMENTO DO LIVRO DE FAUTO VIANA - 01/06

ÚLTIMO CAPÍTULO DA 3ª TEMPORADA DE LULUZINHA TEEN

“SHOW DE BOLA” É ÚLTIMO CAPÍTULO 3º TEMPORADA DE LULUZINHA TEEN E SUA TURMA

Muitas surpresas acontecem no 4º e último episódio da 3ª temporada de “Luluzinha Teen e sua turma”, intitulado como "Show de Bola". Lulu acaba decidindo não subir até a casa de Patrick e ao invés de levar a namorada de volta para sua casa, o rapaz a deixa sozinha na rua e lhe dá apenas o dinheiro para o ônibus. A sorte de Luluzinha é que de alguma maneira o Bola sempre aparece para salvá-la quando está em apuros.

Mesmo depois desta mancada, Lulu continua gostando de Patrick e vai até a casa dele para resolver o problema. Lá descobre que quase tudo que viveu com ele era pura armação. Depois disso, Lulu enfim descobre que é a “amada amante” de seu pai e fica bastante surpresa com o que vê.

Aninha vai parar em um hospital por conta da sua greve de fome. Internada encontra com um amigo que lhe revela que o Mestre Shiubaba na verdade é um charlatão. Ele vive de enganar centenas de pessoas vendendo seus produtos naturebas, enquanto mora em uma mansão luxuosa.

Glorinha vai fazer as fotos com o Toni, mas de tão fraca desmaia antes do primeiro click. Toni, por sua vez, é desmascarado, pois não é fotógrafo coisa nenhuma. Glorinha é salva por Leon e Vicente. Agora pode ser que entre na cabecinha dura dela que o Vicente é um cara legal.

Após se chocar com a Lurdinha Fashion, Bola decide ir à mão contrária e mudar seu estilo para sertanejo. Depois de muita confusão de identidade, tudo volta ao normal e cada um retorna ao seu estilo. Mas, agora Lurdinha já não quer mais saber do Bola.

E depois de uma fuga tão fenomenal, Alvinho volta para o Instituto Rousseau. Descobre que por detrás dos “meninos perfeitos” do instituto havia um garoto de coração partido, que perdeu a namorada quando entrou para o internato. Alvinho entende a situação de acaba se candidatando a presidência do grêmio para mudar algumas coisas nessa escola tão sisuda.

Essas e muitas outras aventuras recheiam o final da terceira temporada de Luluzinha Teen e Sua Turma. A quarta temporada começa em junho com novas e eletrizantes aventuras!


SOBRE O PROJETO

A Ediouro, maior editora de livros da América Latina, lançou o mangá Luluzinha Teen e sua Turma em junho passado, sob o selo Pixel. Trata-se de uma versão jovem dos clássicos personagens infantis em quadrinhos de décadas atrás.
Voltada para o público adolescente, meninos e meninas, Luluzinha Teen e sua Turma tem como editor o jornalista Daniel Stycer, criação e roteiro de Renato Fagundes (atualmente coordenador de conteúdo do núcleo de TV e Multiplataforma do Grupo Conspiração), design e direção de arte da Labareda. A revista tem formato 15,8 x 20,5 cm, 96 páginas miolo em preto & branco e 16 em cores), custa R$ 6,40 e tiragem de 100 mil exemplares.


Além disso, Luluzinha Teen e sua Turma traz diversos recursos modernos adicionais, para melhor identificação do público com os personagens. Um deles é a possibilidade de interatividade: em vez do seu famoso diário de infância, Luluzinha agora terá um blog: o www.luluteen.com.br, que irá complementa e enriquece as histórias contadas na revista.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Ediouro lança revista “Picolé Copa” para envolver a criançada no clima do Mundial 2010

Edição especial de "Picolé" traz passatempos infantis ligados ao mundo mágico do futebol

O fascínio exercido pelo futebol fica ainda mais intenso em época de Copa do Mundo. E para alimentar o imaginário infantil e integrar as crianças no espírito do Mundial 2010, a Ediouro, através do selo Coquetel, preparou a “Picolé Copa”, uma edição especial da tradicional “Picolé”.


Vai começar o espetáculo do FUTEBOL!”, anuncia a capa. A revista “Picolé Copa” chega às bancas de todo o país em 13 de maio, ao preço de R$ 1,50. De maneira divertida e em liguagem acessível, traz histórias das Copas do Mundo, das torcidas e das equipes. Como não poderia faltar, destaca os grandes ídolos da Seleção brasileira e as novidades do Mundial 2010 na África do Sul, tudo isso em dezenas de passatempos ligados ao mundo da bola.


“Picolé Copa” é dirigida a crianças de 6 a 10 anos e vem com jogos variados, como palavras cruzadas, labirinto, pinta pontos, jogo dos erros, caça-palavras, enigma, encaixe, memorex, código secreto, achei, cripto e embaralhadas, feitos especialmente para estimular o interesse dos fãs mirins pelo esporte mais popular do país.


Serviço:

Lançamento nacional da Revista “Picolé Copa”
Data: 13 de maio
Preço: R$ 1,50
Público: crianças de 6 a 10 anos
Tiragem: 70 mil exemplares

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Callis Editora apresenta opção diferente para comemorar o aniversário de Brasília

Livros infantis mostram detalhes sobre a história da capital brasileira que completa 50 anos em 2010
Os preparativos para a festa em homenagem ao aniversário de Brasília já começaram: a comissão organizadora anunciou que o evento reunirá cinco atrações musicais, que prometem agitar o público por cinco horas. Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre as curiosidades da capital brasileira, a Callis Editora apresenta títulos que têm tudo a ver com a data.
O primeiro deles é “O sonho chamado Brasília”, do escritor Luiz Bras. A obra conta a história de Oscar, um menino que aprende na escola o plano piloto da capital brasileira. Aproveitando a curiosidade do filho, Lúcio o leva para passear nas ruas da cidade, contando detalhes sobre a criação do Distrito Federal.
O outro livro é um lançamento da Callis Editora, obra do professor João Bosco Bezerra Bonfim. “Lobo guará de hotel” traz como protagonista o bichinho que é símbolo da cidade, por morar no cerrado. A trama conta a busca do guará para encontrar um lugar para viver, já que a toca de sua família for substituída por um edifício, com a forma da letra H. Com as trapalhadas do lobo-guará, leitores de todas as idades poderão dar risadas e conhecer um pouco mais sobre a capital.

Serviço:
Livro O sonho chamado Brasília
Callis Editora
Autor: Luiz Bras
Ilustração: Camila Mesquita
16 cm x 23 cm
32 páginas
Preço sugerido: R$ 21,90

Serviço:
Livro Lobo-guará de hotel
Callis Editora
Autor: João Bosco Bezerra Bonfim
Ilustração: Laura Michell
21 cm x 25 cm
32 páginas
Preço sugerido: R$ 32,90

O que será de mim sem você?

Editora Prumo lança no Brasil obra de Guillaume Musso, um dos maiores escritores franceses, que já vendeu mais de 6 milhões de exemplares de seus livros somente na França

Chega este mês às livrarias brasileiras, a obra “O que será de mim sem você”, de Guillaume Musso, um dos maiores escritores franceses da atualidade. Seus livros já venderam mais de 6 milhões de exemplares somente na França; foram traduzidos em 31 idiomas, e quatro deles se transformaram em filmes. A obra teve tiragem inicial na França de 522 mil exemplares.

Ambientado em cidades que vivem no imaginário dos leitores (Paris, Nova York e São Francisco), o romance é um thriller policial em que perseguições, amor, conflitos humanos, dinheiro e poder se entrelaçam.

Gabrielle conhece seu grande amor na época da faculdade e, juntos, vivem mágicos e intensos encontros. Porém, ele é intercambista e precisa retornar para a Europa. Eles se separam, prometendo juras de eterno amor e um futuro reencontro. Contudo, em tempos em que a resposta a um simples “eu te amo” demorava em média 15 dias para chegar, é difícil manter a chama acesa. As cartas vão ficando cada vez mais raras até que cessam. Ele, então, passa seus dias economizando até seu último centavo para ir a Nova York para reencontrá-la. O que o surpreende é que Gabrielle não aparece. Desapontado, o amor, a humilhação e a solidão o corroem.

Muito tempo depois, surge a oportunidade de ele ir a São Francisco a trabalho. Haverá a exposição do maior diamante do mundo, a Chave do paraíso, e ele é incumbido de prender o maior ladrão de obras de arte e jóias do mundo, Archibald, que provavelmente tentará o roubo mais audacioso de sua carreira.

Gabrielle é a ligação entre esses dois homens, porém ela não faz idéia como. Será necessário que os dois reapareçam e lhe contem a verdade de todos esses anos. O passado precisará ser revirado para que as conexões sejam restabelecidas. E, então, ela terá de tomar a decisão mais difícil de sua vida.

A narrativa de Musso é dinâmica, deixa o leitor com vontade de seguir logo até o final da história que, com certeza, o surpreenderá. Ele mescla momentos mais românticos com muita ação ininterrupta. As descrições de cidades como São Francisco, Nova York e Paris são riquíssimas devido à familiaridade de Guillaume com os locais.

SOBRE O AUTOR:
Guillaume Musso é um grande best-seller na França e um autor em iminente ascensão internacional. Nasceu em 1974 e descobriu a literatura aos dez anos, idade em que decidiu ser escritor. Inspirado pela cidade de Nova Iorque, onde viveu aos dezenove anos, trocou experiências com viajantes do mundo todo. Hoje é um fenômeno literário. Possui obras publicadas em vários países: Portugal, Itália, Alemanha, Espanha etc. O livro em questão acaba de ser lançado na França e já figura no topo de várias listas de mais vendidos, com 5 milhões de cópias vendidas. A obra será traduzida para mais de 30 línguas.

FICHA TÉCNICA:
Título: Que será de mim sem você?
Autor: Guillaume Musso
Formato: 14 X 21 cm
Nº. de Páginas: 304
Acabamento: Brochura
ISBN: 9788579270659
Preço: R$ 38,90

Obra revela informações inéditas sobre EAD no Brasil

“Educação a Distância, o Estado da Arte”, agraciado com o Prêmio Jabuti de literatura – categoria Educação, Psicologia e Psicanálise -, já é tido como referência na área

Idealizado pelo presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância – ABED, professor Fredric Michael Litto, em parceria com o vice-presidente da entidade, professor Marcos Formiga, o livro traz diversos temas de interesse para quem deseja atuar no mercado da EaD ou busca uma atualização em sua área de atividade.

O trabalho de reunir as informações demorou 30 meses, sendo o livro considerado pioneiro no país devido à abrangência de áreas analisadas. Trata-se de uma ferramenta de consultas práticas e teóricas para a produção diária de atividades em EaD.

No total, são 450 páginas divididas em 61 capítulos, onde cada um foi desenvolvido por um especialista no tema. Dentre as interessantes abordagens, podemos destacar: “A legislação que trata da EaD”, escrito por Candido Alberto da Costa Gomes; e “EaD no ensino profissionalizante”, de Regina Maria de Fátima Torres.

O livro, da editora Pearson, possui prefácio do Ministro da Educação, Fernando Haddad, e conquistou a 3ª colocação no Prêmio Jabuti de literatura – categoria Educação, Psicologia e Psicanálise.

Mais disposição com alimentos saudáveis

Novo livro da Publifolha mostra os benefícios dos alimentos corretos para quem pratica atividades físicas

Uma alimentação adequada é primordial para aumentar o desempenho físico dos atletas, uma vez que certos nutrientes proporcionam combustível energético para os exercícios, aumentam a resistência e previnem lesões.

O livro 100 Receitas de Saúde – Alimentos para Quem Pratica Atividades Físicas, lançado pela Publifolha, reúne uma centena de receitas especiais com os alimentos mais eficientes para quem é adepto da ginástica, da musculação, do ciclismo, da natação e de outras atividades físicas.

O livro traz deliciosos pratos e uma seleção de frutas, hortaliças, pescados, laticínios, oleaginosas, grãos, sementes e carnes que ajudam a desenvolver e reparar os músculos, estabilizar a liberação de energia e proteger e fortalecer ossos e articulações.

Alimentos para Quem Pratica Atividades Físicas mostra, por exemplo, que a laranja eleva os níveis de energia e atenua as dores musculares pós-exercício, enquanto a sardinha fortalece os ossos e auxilia na queima de gorduras. Há ainda alimentos que combatem o colesterol e protegem o coração.

O leitor encontra também orientações sobre problemas comuns de saúde, como anemia, pé-de-atleta e cãibras, e descobre quais ingredientes são os mais indicados para cada tratamento.
.
100 Receitas de Saúde – Alimentos Para Quem Pratica Atividades Físicas
Autora: Sarah Owen
Editora: Publifolha
128 páginas
R$ 29,90

O livro pode ser adquirido nas principais livrarias, pelo televendas 0800-140090 ou pelo site www.publifolha.com.br

Sobre a autora

Sarah Owen é jornalista especializada em saúde e bem-estar e escreve para revistas do Reino Unido, como The Sunday Times, Cosmopolitan, Woman&Home e Easy Living. É autora de 100 Receitas de Saúde: Sucos e Vitaminas (Publifolha, 2007).

Sobre a Publifolha

Criada em 1995, a Publifolha é hoje uma das principais editoras do Brasil. Tem forte atuação nas áreas de guias turísticos, informação e entretenimento. Com um catálogo diversificado, as publicações auxiliam o leitor a conquistar objetivos de estudo, trabalho, bem-estar e lazer. Seus títulos estão distribuídos em 20 áreas, como turismo, desenvolvimento profissional, referência, literatura (brasileira e estrangeira), artes, saúde, puericultura, comportamento, infantil e culinária.

Carreira Profissional Vencedora

Carreira Profissional Vencedora é o livro que irá ajudar o leitor a planejar suas metas pessoais e profissionais de forma eficaz. Seu objetivo é fazer com que as atitudes previamente planejadas se transformem em ações diretas e atinjam os resultados esperados.

Magistralmente, o administrador de empresas Benedito Milioni, nos apresenta uma obra que destrincha a arte de planejar ações de crescimento de forma clara e simples. Suas dicas propiciam ao leitor a obstinação necessária para a obtenção dos objetivos ao seu alcance. Mas como nada á fácil, o autor também aponta algumas barreiras a serem superadas com propriedade e critérios que o próprio leitor estabelecerá.

Carreira Profissional Vencedora transpõe para o complexo campo humano fatores importantes como a qualidade pessoal, a elaboração precisa de objetivos e as dimensões nas quais os indivíduos poderão agigantar-se. Por isso é uma obra que deve ser manuseada, rabiscada e principalmente guardada, não só na instante, mas dentro da mente para o resto da vida.

Público-Alvo: Um livro que vai agigantar os leitores que desejam se tornar profissionais reconhecidos.

Autor: Benedito Milioni é um profissional independente na área de Tecnologia de Gestão de Pessoas. Graduado em Sociologia e Administração, possui 37 anos de carreira em RH. Tem em sua autoria 23 livros e 25 manuais técnicos. Gerador de tecnologia em RH, prestou serviços para mais de 240 empresas e dirigiu treinamentos para cerca de 2.890 grupos. É diretor técnico da ABTD Nacional (Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento).

Dados Técnicos:
Preço: R$ 30,00
ISBN: 978-85-7303-677-X
Número de Páginas: 208
Formato: 16 X 23 cm

"De vários jeitos" que convida o público infantil a interagir

A escritora Flávia Reis mostra que um inusitado encontro com o espelho pode se tornar algo curioso e divertido

Imagine um espelho. Agora, imagine que quem se depara com ela é uma criança repleta de criatividade. Essa é a proposta do livro infantil “De vários jeitos”, que acaba de ser lançado pela Callis Editora. Nele, a escritora Flávia Reis traz uma aventura onde o leitor é convidado a interagir e ganha espaço para participar do seu próprio jeito.

A obra mostra de forma lúdica a história de uma charmosa menininha que solta a imaginação frente ao espelho e revela muitas surpresas engraçadas. Com ilustrações de Alexandre Rampazo, o livro também pode ser uma boa opção para trabalhar o tema em sala de aula.

De vários jeitos
Callis Editora
Autor: Flávia Reis
Ilustração: Alexandre Rampazo
21,5cm x 25,5 cm
32 páginas
Preço sugerido: R$ 30,00

Inclusão – conceitos, histórias e talentos das pessoas com deficiência

O mercado de trabalho no Brasil ainda não se adequou totalmente à inclusão de profissionais com deficiência. Apesar da criação da Lei de Cotas (8.213/91), que destina um certo número de vagas a essas pessoas, muitas empresas encontram dificuldades de contratar esses indivíduos. O fator principal é a falta de adaptação das corporações em seu espaço físico e cultura corporativa.

A percepção dessa realidade uniu as consultoras Carolina Ignarra, Tabata Contri e o fotógrafo Raphael Bathe, que montaram o livro Inclusão – conceitos, histórias e talentos das pessoas com deficiência. A ideia é apresentar aos leitores informações, acompanhadas de relatos de práticas e acontecimentos do dia a dia, a fim de preparar os processos desses indivíduos no mercado de trabalho com mais responsabilidade e envolvimento coletivo nas organizações.

Primeiro a obra apresenta conceitos sobre a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, além de abordar aspectos da Lei de Cotas e as transformações culturais nas organizações necessárias para recebê-las. Depois, apresenta tocantes trajetórias profissionais de indivíduos que conseguiram suas oportunidades, ilustradas por meio de fotos e relatos em seu ambiente de trabalho.

De forma objetiva, mas nem por isso menos emocionante, o livro Inclusão – conceitos, histórias e talentos das pessoas com deficiência, apresenta à sociedade a importância de cidadãos que possuem suas limitações. Porém, são detentores de um talento profissional sem igual e uma alegria de viver contagiante, que derruba barreiras e olhares preconceituosos.

Público-Alvo: Uma obra que fortalece a integração social e profissional das pessoas com deficiência no Brasil.

Autor: Carolina Ignarra é educadora física e adquiriu a paraplegia depois de formada. Trabalhou na área de consultoria em qualidade de vida nas empresas por dez anos. Hoje dirige a consultoria Talento Incluir e atua como consultora da inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Tabata Contri é atriz e consultora em inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Paraplégica devido a um acidente de carro no final do ano 2000, sempre se preocupou em mostrar que uma pessoa com deficiência pode ter uma vida comum. Por isso filmou campanhas publicitárias e deu depoimentos na mídia sempre com o intuito de quebrar os tabus impostos pela sociedade.

Raphael Bathe é fotógrafo e assessor de comunicação. Já trabalhou como produtor, editor e apresentador de TV. Dentre os seus trabalhos, faz fotografias em estúdio, cobertura de eventos, festas e shows.

Dados Técnicos:

Preço: R$ 50,00

ISBN: 978-85-7303-901-6

Número de Páginas: 152

Formato: 22 X 22 cm

O cigano e o gigante

Editora Prumo lança obra que retrata um divertido mal-entendido, que deixa toda uma cidade em pânico e acaba por selar a amizade entre dois garotos

A Editora Prumo lança este mês, pelo selo Pruminho, a obra O cigano e o gigante, de autoria da dramaturga Cláudia Vasconcellos, com ilustrações de Roger Marmo e Adriana Vegas. Trata-se da releitura de um antigo conto russo que ganha, na versão brasileira, contornos sutis e um sugestivo formato de peça de teatro.

O livro faz uma homenagem a um dos mais antigos recursos teatrais, fartamente usado na comédia: o quiproquó. Convite certo para muita confusão e riso, o quiproquó consiste em um grande mal-entendido. “É um recurso muito antigo do gênero dramático que nasceu com o próprio teatro. Para escrever um bom quiproquó, acredito que é preciso conhecer o repertório dramático que por séculos cria situações com duplo sentido”, diz a autora.

Na obra, o gigante não é gigante de verdade, mas um menino grande e forte, que, devido a boatos descuidados, torna-se monstro. O cigano é cigano mesmo, mas sua esperteza serve, sobretudo, para desvendar o mal-entendido e selar uma linda amizade.

Com essa abordagem, o resultado não poderia ser outro: uma obra divertida e cativante que merece ser lida, relida e até mesmo decorada, ensaiada e interpretada. Para tanto, Cláudia Vasconcellos fornece todos os elementos necessários, desde os cenários até o gestual dos personagens. “Quem deseja montar uma peça de teatro terá, com este texto, as indicações precisas para isso. Quem gosta de ler uma boa história, não deixará de fruí-la por ser teatro. Poderá, como acontece quando se lê um conto, inventar a sua montagem imaginária”, explica a autora.

Segundo ela, esta é uma história sobre a amizade e conciliação. “Dei-me muitas liberdades em relação ao texto original, em que havia mesmo um gigante com uma mãe maldosa. Mantive a esperteza do cigano, mas humanizei aquele personagem que é confundido com um gigante”, explica a autora sobre o processo de criação.

Um bom quiproquó precisa de ilustrações que sustentem o duplo sentido das situações e as ilustrações de Roger Marmo e Adriana Vegas se mesclam às palavras e ações de modo que é possível ver os personagens ganharem vida e encenarem com maestria, tendo como palco o papel.

Já brincou de telefone-sem-fio? Pois prepare-se para ver um mal-entendido ganhar proporções catastróficas.

Sobre a autora:
Cláudia Vasconcellos é dramaturga, atuando nos teatros adulto, infantil e juvenil desde 1994. É doutora em Teoria Literária e mestre em Filosofia pela Universidade de São Paulo. Autora dos livros As histórias de Marina (Global); A mulher no escuro (Ateliê); As roupas do rei e Inventa-Desinventa (SM); e Uma história da China (Nova Alexandria). Entre os prêmios teatrais recebidos destacam-se: Prêmio Coca-Cola Femsa de melhor autora por O tesouro de Balacobaco (2007); Prêmio Tatiana Belinky por Uma história da China (2003)

Sobre os ilustradores:
Roger Marmo e Adriana Vegas possuem um estúdio especializado em design gráfico, ilustração e animação que se chama Motoca, em homenagem ao brinquedo dos anos 1980. Possuem um blog http://motocailustra.wordpress.com/ com as várias ilustrações que fizeram para o mercado editorial.

FICHA TÉCNICA:
Título: O cigano e o gigante
Autora: Cláudia Vasconcellos
Ilustradores: Roger Marmo e Adriana Vegas
Formato: 14x21
Nº. de Páginas: 72
Acabamento: Brochura
ISBN: 978-85-7927-054-3
Preço: R$ 21,90

Kassab lança livro sobre os avanços da saúde no setor da Atenção Básica


Em 06 de abril o prefeito Gilberto Kassab participou do lançamento do livro "Compartilhando Lições Aprendidas", iniciativa da Secretaria Municipal da Saúde que reúne as principais experiências desenvolvidas em Atenção Básica no Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade de São Paulo. O livro tem como finalidade contribuir para o aprimoramento do SUS na capital e estabelecer parâmetros que sirvam de modelo para outros municípios do País.

"O livro representa um retrato da experiência vivida na área da saúde pública na cidade de São Paulo. É com muito orgulho que mostramos os avanços obtidos na capital e esperamos que a nossa experiência contribua para a implantação de ações de saúde em outros municípios", afirmou Kassab. Um exemplo desse esforço é a criação da Assistência Médica Ambulatorial (AMA), em março de 2005. Hoje a rede de AMAs conta com 115 unidades e outras 15 AMAs Especialidades.

Planejada para prestar atendimento sem necessidade de marcação de consulta, a AMA atende os casos de baixa complexidade, como febre, diarréia, pequenas contusões, problemas respiratórios, gripes, resfriados, cólicas etc. Somente em 2009, por exemplo, foram realizadas 9,6 milhões de consultas. Além disso, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) reservam 25% de suas agendas para atender às demandas vindas das AMAs, integrando-as à rede de Atenção Básica.

Após entregar um exemplar do livro ao prefeito Gilberto Kassab e demais autoridades, o secretário municipal da Saúde, Januario Montone, afirmou que a cidade de São Paulo é reconhecida pioneiramente na solução para antigos problemas e citou a criação de outros programas como o "Mãe Paulistana", a "Saúde do Adulto" e o "Aprendendo com Saúde", que sozinho envolve 700 mil alunos da rede pública.

Arte de Andy Warhol é tema de livro infanto-juvenil da Callis Editora

Obra traz curiosidades sobre a vida do artista que inovou a arte de pintar com uma linguagem simples e divertida

A Pinacoteca de São Paulo promove desde 20/3 até 23/05, a maior mostra individual de Andy Warhol, no País. O sucesso de público já mostra o interesse dos brasileiros em conhecer um pouco mais sobre as obras do artista, que também são retratadas em livro infanto-juvenil da Callis Editora.

“No tempo de Warhol” aborda o Expressionismo Abstrato, a Pop Art e outros movimentos inovadores da segunda metade do século XX. Os trabalhos do menino que era excluído na escola e se tornou conhecido ao dar outro olhar a fotos de Marilyn Monroe, Liz Taylor, Elvis Presley e Che Guevara ilustram as páginas da obra.

O livro faz parte da Coleção “Arte ao redor do mundo”, que apresenta ao leitor os principais períodos da arte e os artistas que contribuíram para seu desenvolvimento. Entre os títulos estão representados Michelangelo, Picasso e Renoir.

Serviço
Livro No tempo de Warhol
Callis Editora
Autor: Antony Mason
21,5 cm x 28,5 cm
48 páginas
Preço sugerido: R$ 29,90

Alice no país das maravilhas por Monteiro Lobato

Alice no país das maravilhas - Editora Nacional tem quatro adaptações do Clássico de Lewis Carroll


Alice no país do espelho
Tradução de Monteiro Lobato
Traduzido com licença poética por Monteiro Lobato, este livro narra a história de Alice, que se vê em um jogo de xadrez com suas peças. Entre essas, destacam-se a Rainha Branca e a Rainha Negra, com as quais, através do espelho, é levada a um mundo de sonhos e acontecimentos que são o avesso da realidade cotidiana.

Autores: Lewis Carroll
Coleção: Clássicos Nacional
Formato: 16 x 22
Páginas: 160
Catálogo: Literatura Juvenil
Preço: R$23,90
Tema transversal: Pluralidade cultural
Obra indicada a partir de 11 anos

Alice no país do espelho - infantil
Adaptação de Edy Lima da tradução original de Monteiro Lobato
Alice e seu gatinho viajam pelo fantástico país do espelho. Lá, conhecem um mundo todo ao contrário, onde, como em um jogo de xadrez, ela deverá alcançar a oitava fileira para se tornar rainha. Nesse trajeto, encontrará os tipos mais engraçados e estranhos: rainhas, cavaleiros, um unicórnio... Enfim, um universo mágico, em que sonho e realidade, encantadoramente, se misturam...

Autores: Lewis Carroll
Coleção: Primeiros Clássicos
Formato: 18 x 25
Páginas: 48
Catálogo: Literatura Juvenil
Preço: R$23,90

Alice no país das maravilhas - Literatura Infantil
Indicado para crianças a partir dos 7 anos
Adaptação de Cristina Porto da tradução original de Monteiro Lobato
Quando decidiu seguir um coelho que estava muito atrasado, Alice caiu em um enorme buraco. Só mais tarde descobriu que aquele era o caminho para o País das Maravilhas, um lugar imprevisível e encantador. Lá, conheceu o Gato Careteiro, o Chapeleiro Maluco, a Lebre Telhuda, o Grifo, o Rei e a Rainha de Copas, a Tartaruga Nostálgica e muitas outras intrigantes criaturas.
Autores: Lewis Carroll
Coleção: Primeiros Clássicos
Formato: 18 x 25
Páginas: 48
Catálogo: Literatura Infantil
Preço: R$25,90
Tema transversal: Ética, Pluralidade cultural
Obra indicada a partir de 7 anos


Alice nos país das maravilhas - Juvenil

Indicado a partir dos 11 anos
Clássico da literatura, relata a movimentada viagem de Alice pelo País das Maravilhas, onde encontra uma série de personagens inusitados e em situações insólitas, terminando em um julgamento sem sentido. O sabor da leitura reside no ludismo verbal e no humor nonsense, que recheiam a obra.
Autores: Lewis Carroll
Coleção: Clássicos Nacional
Formato: 16 x 22
Páginas: 128
Catálogo: Literatura Juvenil
Preço: R$23,90
Tema transversal: Pluralidade cultural
Obra indicada a partir de 11 anos

Celtika - o primeiro livro de Merlin

No lançamento da Editora Prumo, o renomado autor Robert Holstock utiliza mitos gregos e célticos para discutir o comportamento humano

Batalhas épicas, magos poderosos e dúvidas sobre o comportamento humano – são os elementos de Celtika – o primeiro livro de Merlin, que a Editora Prumo lança este mês. O renomado romancista inglês, Robert Holstock, usa dos primórdios do mago Merlin e a relação conturbada de Jasão e Medéia, para mostrar através de uma obra de ficção que, apesar das alterações culturais, algumas questões do comportamento humano permanecem intocáveis.

No livro, acompanhamos o famoso mago Merlin quando jovem. Ele é um tipo de homem que nasceu para andar e descobrir os mais inalcançáveis caminhos do mundo, um homem com charme esculpido em suas formas e detentor de poderes que, ao contrário do que ele pensa, ultrapassam o plano mágico.

A outra narrativa apresenta Jasão, um homem amargurado que vive enclausurado há décadas vivo em seu navio, Argo, e traumatizado pelo assassinato de seus filhos por sua esposa, a feiticeira Medeia. As histórias se cruzam quando Merlin, através da clarividência, descobre que os meninos nunca foram mortos e que tudo era uma farsa da bruxa. Os dois partem numa jornada cheia de heroísmo, peripécias e autodescoberta.

O autor Robert Holstock já recebeu diversos prêmios por suas obras de literatura céltica e tem total domínio da linguagem. O ritmo é bem visual, empolgante e a narrativa tem preocupação histórica. Celtika é um livro de forte sincretismo cultural e religioso, que integra várias etapas da História que serviram para consolidar a cultura europeia, mas não fica somente no campo da ficção descompromissada. A discussão do tema central de Celtika é mais profunda.

O autor utiliza mitos gregos e célticos para discutir as relações entre os sexos: qual o destino a dar aos filhos de um casal quando se impõe a quebra do vínculo conjugal? E quais os limites do ódio, do despeito que leva um cônjuge a magoar o outro utilizando os próprios filhos para o efeito? É este tipo de abordagem que enriquece a leitura da obra. É a artimanha do autor para fisgar tanto os fanáticos leitores por literatura fantástica quanto as pessoas preocupadas com as discussões filosóficas acerca do comportamento humano.

Celtika é a primeira parte da trilogia “O código de Merlin”.

SOBRE O AUTOR
Robert Paul Holdstock (02/08/48 – 29/11/09) foi um romancista inglês e autor conhecido por suas obras de literatura celta, nórdica, gótica e medieval. Sua literatura se baseia, principalmente, na fantasia com elementos míticos. Foi publicado pela primeira vez em 1968. Já recebeu três prêmios BSFA (British Science Fiction Awards) e ganhou o World Fantasy Award na categoria de melhor romance de 1985. Faleceu em Novembro de 2009.

Ficha Técnica:

Obra: Celtika - o primeiro livro de Merlin
Selo: Prumo Leia (Ficção)
Autor: Robert Paul Holdstock
ISBN: 978-85-7927-070-3
Formato: 14x21
Nº de páginas: 472
Preço: R$ 56,90

Sobrescritos

40 histórias de escritores, excretores e outros insensatos de Sérgio Rodrigues

Sobrescritos é uma coletânea dos melhores contos publicados pelo escritor e jornalista Sérgio Rodrigues em seu Todoprosa, um dos sites sobre literatura mais lidos e comentados do Brasil. Todos os personagens das 40 histórias reunidas neste volume fazem parte do universo literário — ou, como indica o subtítulo, são “escritores, excretores e outros insensatos”. Muitos deles são inesquecíveis, como Demóstenes Bastião, o que escrevia em preto-e-branco, e o latinista Cecílio Giovenazzi, “o maior memorialista do onanismo no Ocidente”.


O jornalista Arthur Dapieve, na apresentação do livro, lembra que quando os primeiros Sobrescritos surgiram, “as pessoas suspeitaram que eram minicontos à clef, dispostos a esculhambar de vez o mundo das letras”. Quem seria “o escritor de barba espessa e fama rala”? E Lúcio Nareba, “lenda da blogosfera nacional”, quem haveria de ser? Mas, segundo Dapieve, com o passar do tempo, “mais pessoas já leem os Sobrescritos como as delicadas peças de ironia, bibliofilia e alguma tristeza que eles de fato são”. Com histórias de grande originalidade e um humor desconcertante, Sérgio Rodrigues construiu, conto a conto, um divertido e cortante panorama do habitat literário.

Sobre o autor

Sérgio Rodrigues, nascido em 1962, é jornalista e escritor, editor do site Todoprosa (www.todoprosa.com.br), sobre literatura, e autor, entre outros, de O homem que matou o escritor (contos), As sementes de Flowerville e Elza, a garota (romances).

Formato: 12 x 17,5cm
152 páginas
ISBN: 978-85-60171-12-5
Ilustrações: Gilmar Fraga
Preço: R$ 25,00

Decidindo e Editora Novo Meio

Decidindo e Editora Novo Meio iniciam implantação da maior plataforma de comunicação voltada ao público universitário do Brasil

Parceria entre agência e editora eleva tiragem da revista OffLine para 700 mil exemplares mensais, distribuídos gratuitamente em cerca de 800 instituições de todo o país

A Decidindo, maior agência de Marketing Jovem, e a EditoraNovo Meio, que conta com 16 anos de mercado editorial e especializada em publicações para públicos dirigidos, se unem para assumir o desafio de construir a maior plataforma de comunicação voltada ao público universitário no Brasil. Para começar, a partir de abril de 2010, a área de conteúdo da OffLine, maior publicação dirigida ao público universitário, se soma ao know-how de marketing, logística e conhecimento do target da agência que tem o universitário em seu DNA. Com a parceria, a revista ganha maior relevância junto ao mercado editorial brasileiro destacando-se como uma das maiores publicações do país.

Assim, a OffLine passa a contar com uma tiragem de 700 mil exemplares mensais, distribuídos gratuitamente em 777 instituições de ensino em todo o Brasil, atingindo mais de 2 milhões de universitários em ambiente privilegiado - tiragem e distribuição auditadas pela PriceWaterhouseCoopers. "Juntamos as equipes com o que cada uma tem de melhor e consolidaremos a OffLine como a maior revista gratuita e a maior publicação dirigida ao público universitário do país", comemora Rodrigo Clemente, presidente da Decidindo. E acrescenta: "Com apenas dois anos de atuação, chegamos a patamares inimagináveis para publicações recentes. Nova Escola, por exemplo, tem mais de 20 anos de admirável trajetória e lidera o ranking de revistas mensais com 835 mil exemplares".

"Além disso, OffLine é uma mídia cativa, pega o universitário dentro do ambiente da faculdade, sendo lida nas várias horas que lá permanece e depois é levada para casa", completa Ricardo Carvalho Cruz, Publisher da Novo Meio. A nova fase da OffLine já impressiona o mercado publicitário. Conscientes da relevância do público universitário e da força da publicação, grandes anunciantes correram para garantir suas presenças na edição de abril. Nestlé, Santander, Sebrae, Hopi Hari, TNT e Itaipava estão entre os marcas apoiadoras do projeto com olhos bem abertos para o imenso potencial desse mercado - assim como já fizeram Petrobras, Telefônica, Governo Federal, Banco Itaú, Honda e Cultura Inglesa.

"Esta edição baterá o recorde publicitário da OffLine e deverá ser superada já no mês seguinte. Nos surpreendemos com as dezenas de propostas em avançadas negociações, incluindo projetos especiais e edições customizadas por solicitação de grandes agências", adianta Rodrigo. "As marcas precisam falar com esse público e encontraram o melhor caminho, algo até agora inédito - uma plataforma que reúne ações de relacionamento, presença em ambiente privilegiado e conteúdo colaborativo completamente legitimado pelo target universitário", explica Cruz.

Para atuais e futuros anunciantes, a agência sinaliza potenciais ações de cross media. "Já é possível planejar anúncios na revista casados com ações de marketing direto dentro das universidades. Em breve, outras mídias serão incorporadas. Estamos em fase final de implantação de uma programação inteira de rádio, com projeto de Mídia out of Home bem adiantado e trabalhamos neste momento em parcerias importantes para Internet e mobile", revela o executivo. Enquanto prepara a estreia dos canais eletrônicos e digitais, a parceria da Decidindo com a Novo Meio impulsiona o sucesso da OffLine.

Ao entrar em seu terceiro ano, a revista permanece como uma publicação feita para os universitários com a colaboração dos próprios universitários sob o comando do editor Ricardo Peruchi. A OffLine opera sob o modelo de livre circulação de conteúdos Creative Commons e tem como eixos temáticos entretenimento, cultura, sustentabilidade, empreendedorismo, liderança e inovação, além de servir de vitrine para novos talentos. São parceiras da revista todas as principais organizações estudantis. A publicação foi também a revista oficial da Campus Party Brasil.

Decidindo Marketing & Relacionamento

Criada há dez anos, a Decidindo Marketing & Relacionamento vem atuando como objetivo de ser a melhor agência de promoção do País. Seu pioneirismo junto ao público jovem revela uma agência extremamente dinâmica, criativa e arrojada, capaz inclusive de ditar tendências neste nicho específico. Acompanhando as mudanças do mercado de promoções, a agência vem evoluindo e criando ações direcionadas a outros perfis de consumidores.

No mundo dos esportes, a Decidindo fechou uma parceria com Anderson Varejão para explorar, expandir e solidificar sua imagem, através de patrocínios e contratos publicitários. Dentro da nova plataforma de comunicação do atleta, a estratégia da agência é incentivar a ligação dos jovens com o esporte, que, junto à educação/ profissão e à música, forma os três pilares mais importantes na vida deste público. Dentro desse processo, a Decidindo realizou o pioneiro e espetacular Basketball Show - Charity Game Brasil 2009.

Agora, a maior agência de Marketing Jovem inicia a criação e operação da maior plataforma de comunicação voltada ao público universitário no Brasil. O primeiro passo será dado agora em abril, com a nova fase da revista OffLine.

Editora Novo Meio

A Editora Novo Meio, fundada em 1994, é especializada na produção de publicações dirigidas. Em 2008, lançou a revista OffLine, maior publicação voltada para o público jovem universitário brasileiro. Edita ainda a revista Lindenberg&Life, publicação exclusiva dos proprietários da construtora. É líder no segmento de publicações customizadas ao mercado automotivo e ainda produz títulos próprios como jornal Novo Varejo, revistas Mais Automotive e Mais Diesel. Realiza também as mais importantes pesquisas do mercado de manutenção automotiva, como Prêmio Mais, Autop of Mind, Pesquisa Mais Diesel, Os maiores e melhores em distribuição de autopeças, além de eventos para todo o setor, como a Festa Mais.

Livro traz a biografia de Salvador para o público infantil

Obra revela curiosidades e informações históricas sobre a origem da cidade que já foi a capital do Brasil
Para celebrar o aniversário da cidade consagrada como o segundo destino mais procurado do país pelos turistas, a Callis Editora apresenta o livro “Os sons de Salvador”, de Luiz Bras.
A obra conta a história de Carol e Cris, duas jovens irmãs soteropolitanas que têm o sono interrompido por barulhos vindos da casa da vizinha. É assim que a dupla descobre e conhece o músico Caê, um pesquisador da música baiana.
Enquanto o grupo se diverte batucando e tocando alguns instrumentos, Caê conta para as meninas a história de Salvador, mostrando a elas curiosidades e personagens da cidade até então desconhecidos por elas.
O livro, repleto de diálogos, busca transmitir sua mensagem de forma leve e divertida a leitores de todas as idades, por meio de uma linguagem simples e dinâmica. As ilustrações são de Camila Mesquita, artista que já participou de exposições no Brasil e nos Estados Unidos.

Serviço:
Livro Os sons de Salvador
Callis Editora
Autor: Luís Bras
Ilustração: Camila Mesquita
16 cm x 23 cm
32 páginas
Preço sugerido: R$ 21,90

EM SINTONIA COM O MUNDO INFANTIL

Ediouro investe em publicações para crianças de olho em novos fãs de palavras cruzadas

As Revistas COQUETEL, da Ediouro, líder no mercado editorial de passatempos, têm investido cada vez mais em publicações para o público infantil. Além da Picolé, tradicional revista de brincadeiras com palavras cruzadas, jogo dos erros e caça-palavras, está à venda nas bancas de todo país a "Brincando e Aprendendo", para crianças menores, na pré-escola. A Ediouro já lançou também edições da "Picolé Digital" (revista + CD com brincadeiras) e da "Picolé Crosswords" (com passatempos em inglês), indicadas para a faixa de 6 a 12 anos, que podem ser adquiridas através do site: www.coquetel.com.br.
As revistas "Brincando e Aprendendo" são destinadas a crianças de 3 a 6 anos. Com tiragem de 28 mil exemplares e preço de capa a R$ 1,00, trazem passatempos como: caça-palavras, figuras diretas, jogo dos erros, liga-pontos, labirintos e brincadeiras para colorir.
De acordo com Sônia Maria Braga, diretora pedagógica da Escola Meimei (RJ), "as revistas 'Brincando e Aprendendo' oferecem a oportunidade de trabalhar a atenção e a percepção visual da criança, como também estimular a mente matemática. Algumas atividades também possibilitam a sistematização de conceitos vividos em Ciências. Outras, que envolvem a construção de palavras, são úteis para o iniciante na arte de escrever. É um veículo interessante e lúdico para as crianças em fase pré-escolar. Elas aprendem sem sentir, porque estão brincando".
Especialista em neurociência e sócia-proprietária do Bureau Kids - Centro de Inteligência da Criança - Yara Grottera também só vê benefícios nos passatempos para crianças, como palavras cruzadas. "O prazer que a criança alcança com jogos como os de videogame ou de computador é muito rápido e motor. Ao fazer uma palavra cruzada, ela percebe e aproveita melhor o passo-a-passo do troféu que está prestes a receber. Mais do que concentração, as palavras cruzadas favorecem o raciocínio e a capacidade de associação de idéias, o que estimula a memória recente".
Henrique Ramos, diretor editorial das revistas COQUETEL, explica que o segmento infanto-juvenil, ao contrário do que se pensa, é um público fiel que se renova a cada nova geração. "Percebemos que as crianças e os adolescentes consomem muito nossas revistas. Primeiro, por uma orientação dos pais. Depois, por conta própria. É uma tradição que passa de pai para filho".
Uma equipe de 120 colaboradores - das mais variadas profissões e regiões do país - desenvolve os jogos e brincadeiras. "Além disso, também contamos com o apoio de professores e educadores que avaliam e dão sugestões, enriquecendo nosso trabalho", conclui o editor.
Com as revistas infantis da COQUETEL a criançada aprende brincando. É mais uma ferramenta que auxilia pais e professores, estimulando o raciocínio dos pequenos e ajudando no ensino da língua portuguesa.

Ingrid, uma história de exilios (Livro)

Perto de completar 82 anos, muito lúcida, a musa inspiradora do livro Ingrid, uma história de exílios, participou da noite de autógrafos, no dia 15 abril na Livraria Cultura do Shopping Villa-Lobos.
Neta de alemães, paranaense, ela é a protagonista do primeiro romance do jornalista Marcílio Godoi e uma deliciosa fonte para entrevistas.

LANÇAMENTO

TÍTULO: Ingrid
SUBTÍTULO: Uma história de exílios
AUTOR(ES): Ingrid Helga Koster (Roteiro Original) / Marcílio Godói / Priscila Perazzo (Contexto Histórico).
EDITORA: Editora Sagüi (Grupo Memo Editorial). http://www.memoeditorial.com.br/
IMAGEM DA CAPA (enviar anexado) : ver anexo
PREÇO DE CAPA: R$ 29,90
NÚMERO DE PÁGINAS: 282
EDIÇÃO: 1ª
ANO: 2010
DIMENSÕES: 16 cm x 23 cm
PESO: aprox. 300gr.
ACABAMENTO: brochura
1a - EDIÇÃO: SIM