Assista nosso Programa

terça-feira, 20 de abril de 2010

“Segredos da Casa Grande”

Obra discute temas como liberdade e a opressão imposta pelo mundo convencional. Autor também reflete sobre o destino e analisa até que ponto as pessoas têm poder para moldar o próprio futuro


O escritor Marcelo Santana realiza nesta sexta-feira, dia 23 de abril, a partir das 20h30, no Scada Café, Shopping Frei Caneca (rua Frei Caneca, 569, Consolação), o coquetel de lançamento do livro “Segredos da Casa Grande”. Tendo como pano de fundo as relações de amor homoafetivas, a obra propõe uma reflexão sobre a luta pela liberdade contra as diversas formas de opressão que afligem as minorias.

O romance, que sai pela editora Nelpa, começa na década de 60 na Fazenda Esperança, na fictícia Vale Azul, pequena cidade ao sul de Minas Gerais. A narrativa inicial gira em torno da paixão entre o adolescente e ex-seminarista Luís Kristo e o dono da propriedade Antônio Araújo, membro de uma família rica e poderosa, que assume os negócios do clã após o assassinato do pai por inimigos políticos.

Filho de um casal de imigrantes húngaros, colonos da Fazenda Esperança, Luís é levado pelo patrão para viver na casa-grande da imensa propriedade rural. A violência e o ciúme doentio do jovem fazendeiro, aliados à certeza de uma vida sem grandes perspectivas no campo, levam Luís a tomar uma atitude inesperada, com desdobramentos singulares para os protagonistas.

Além de relatar os mandos e desmandos no ambiente opressor do campo, o autor faz uma incursão pela prostituição nos arredores do Parque Trianon, em São Paulo, e descreve as dificuldades enfrentadas pelos latino-americanos que vivem na França. Marcelo optou também por incluir fatos históricos ao romance. Algumas ações, por exemplo, se passam durante a queda do presidente João Goulart, deposto pelo Golpe Militar de 1964.

Em outro momento do enredo, a trama se desenvolve em meio à Revolução da Sorbonne, protesto estudantil realizado em maio de 1968, em Paris. “No início pensei em escrever uma obra puramente ficcional, mas percebi que poderia seguir um caminho intermediário, fundindo realidade e ficção para contextualizar a história”, conta o escritor.

Revelando segredos

“Segredos da Casa Grande” nasceu de um conto gay escrito pelo autor em 2008 e foi concluído no período de um ano. Segundo Marcelo Santana, a intenção principal da obra é abordar o tema homoerótico de uma forma não convencional. “Há uma literatura muito reduzida sobre o assunto que, muitas vezes, cai no lugar comum. Meu objetivo foi escrever um romance que mostrasse as relações amorosas homoafetivas por meio de um bom enredo, com personagens e histórias secundárias que também tivessem importância para o desenvolvimento da trama”.

O título remete à casa-grande da “Fazenda Esperança”, cenário onde se passa grande parte da história, mas também está relacionado com a questão da estrutura do poder. “A casa-grande foi um símbolo do regime escravocrata e até hoje tem uma representação poderosa nas relações entre patrão e empregado no campo brasileiro”, analisa Santana.

O tema central do romance é a luta pela liberdade contra as diversas formas de opressão. Além da tirania contra os homossexuais, representada pelo silêncio e o desconhecimento, estão presentes na obra a opressão vivida pelos trabalhadores rurais e pelas mulheres, que se vêem dominadas e obrigadas a satisfazer as necessidades do mundo masculino.

O autor também reflete sobre a angústia provocada pela ideia do destino e questiona até que ponto as pessoas têm algum poder de influência sobre o que acontece em suas vidas. Como bem define na contracapa do livro o gramático e literato Platão Savioli, em “Segredos da Casa Grande”, Marcelo Santana “se aventura lá onde os convencionais não ousam ir”.

Sobre o autor

Marcelo Santana tem 49 anos e é natural de Miracema, cidade localizada no norte fluminense. Bacharel em Direito pela Universidade de Minas Gerais e pós-graduado em Língua Portuguesa, o autor é funcionário público federal e vive em São Paulo desde 1994. “Segredos da Casa Grande” é seu primeiro livro publicado.


Serviço
Livro: “Segredos da Casa Grande”
Editora: Nelpa
Autor: Marcelo Santana
Preço: R$ 39 (324 págs.)
Evento: Noite de autógrafos
Data: 23 de abril
Horário: 20h30
Local: Scada Café, rua Frei Caneca, 569, Consolação, 3º piso, Shopping Frei Caneca – São Paulo

segunda-feira, 19 de abril de 2010

OPERAÇÃO POLICIAL

Operação Policial é o livro da série de TV Operação de Risco, o primeiro reality brasileiro que retrata o universo policial. Apesar do apelo que sugerem os temas da série – ação policial, crimes, investigação –, o livro mostra que o compromisso do programa é com a verdade, com histórias contadas pelos próprios policiais, sem nenhuma interferência, nem mesmo um roteiro preestabelecido, e principalmente livre de clichês e sensacionalismo.

A intenção é mostrar passo a passo algumas ações das polícias Civil, Militar e Técnico-Científica e com isso aproximar a população da polícia. O conhecimento do trabalho policial, em geral, promove mais interação e cooperação mútua, e isso é fundamental, porque o trabalho de inteligência da polícia só é possível com a ajuda da sociedade. Acompanhando essas histórias reais, o leitor conhecerá de perto essas pessoas que dedicam a vida para combater o crime.

Sobre o autor

Beto Ribeiro é jornalista, escritor e roteirista profissional. Além de ter participado do Operação Policial/Operação de Risco, Beto escreveu o best-seller Poder S.A. – Histórias possíveis do mundo corporativo, que também será transformado em série de TV.



Título: Operação Policial

Autor: Beto Ribeiro

Editora:Marco Zero

ISBN:978-85-213-1619-0

N. de páginas:

Preço: R$ 19,90

Orlando Villas Bôas

Editora FTD resgata cultura indígena em livros para crianças e jovens


Os povos indígenas nos remetem a origem de nossa cultura e sociedade, mas ao longo do tempo vimos esvaecer seus costumes e tradições, e hoje até mesmo seu povo luta para manter viva sua raiz nas novas gerações. No próximo dia 19 de abril é celebrado o Dia do Índio, e a Editora FTD apresenta em seu catálogo obras que apresentam a riqueza deste povo pelo olhar daqueles que viveram uma imersão, como o sertanista Orlando Villas Bôas e também de autores indígenas como Daniel Munduruku e Yaguarê Yamã.

O livro Orlando Villas Bôas - História e causos é uma autobiografia póstuma do famoso indigenista falecido em 2002 aos 88 anos. Trata-se de uma obra de fôlego, na qual Orlando relembra sua trajetória, da infância em Botucatu (SP) à aposentadoria na capital paulista, passando pelo extraordinário mergulho no mundo dos índios brasileiros que foi a Expedição Roncador–Xingu, liderada por Orlando com seus irmãos Cláudio e Leonardo.
No livro, Orlando faz pela primeira vez um registro sistemático de suas ideias e histórias, muitas delas já disponíveis de maneira dispersa em livros, entrevistas e reportagens. Só com o irmão Cláudio, por exemplo, Orlando publicou doze livros.

Outro que registrou suas experiências no Xingu foi Walde-Mar de Andrade e Silva, em Lendas e Mitos dos Índios Brasileiros. O livro reúne 24 lendas indígenas entre elas a de Potyra, Yara e Tucumã, conhecidas pelo autor durante sua convivência de oito anos com as principais tribos da região.

A Editora FTD também reúne em seu acervo obras de escritores indígenas como o renomado Daniel Munduruku. Em Um Estranho Sonho de Futuro, o autor se transforma em personagem para dar vida a história de um adolescente urbano que decide embrenhar-se em uma aldeia indígena.

Garoto tipicamente urbano, Lucas vai conhecer uma realidade completamente diferente. Um lugar aonde em vez de ir ao supermercado, as pessoas têm de caçar, pescar ou coletar frutos das plantas para se alimentar. E Lucas aprendeu muitas coisas com a experiência. Percebeu, por exemplo, que os indígenas são menos egoístas, mais acolhedores e sinceros do que os homens da cidade grande.

Outra obra que partilha as tradições e valores dos povos da floresta com as crianças e adolescentes, é a de Yaguarê Yamã que conta como foi sua infância no livro Kurumĩ Guaré, no Coração da Amazônia. Para facilitar a compreensão dos termos utilizados pelo autor, o livro apresenta um glossário com o significado das expressões e palavras do idioma nhengatu e outro com a tradução dos símbolos e gravuras, desenhadas pelo próprio autor, e presentes na obra.

Entre os rituais descritos no livro, Yaguarê conta como superou o rito de passagem para a maioridade, o tukãdera. O ritual consiste em colher algumas formigas e colocá-las dentro de uma luva e o menino veste a luva e dança junto com a tribo. Tukãdera é o nome de uma espécie de formiga da Amazônia cuja picada é muito dolorosa, dez vezes mais dolorida que a picada de uma vespa. De acordo com a cultura indígena, após o ritual, o jovem rapaz está curado de doenças, indolência e principalmente do medo.

Serviço
Orlando Villas Bôas – História e Causos
Páginas: 216 (versão livro-arte) - Preço sugerido: R$ 85,70
Páginas: 206 (versão prática) – Preço sugerido: R$ 65,70


Lendas e Mitos dos Índios Brasileiros
Autor e ilustrador: Walde-Mar de Andrade e Silva
Preço sugerido: R$ 59,10


Um Estranho Sonho de Futuro
Autor Daniel Munduruku, com ilustração de André Sandoval
Páginas: 112
Preço sugerido: R$ 26,60

Kurumĩ Guaré, no Coração da Amazônia
Autor e ilustrador: Yaguarê Yamã
Páginas: 88
Preço sugerido: R$ 29,80

ditora FTD – SAC 0800-158555